fbpx
ESTUDO PARA ENCONTRO DE CASAIS

INTRODUÇÃO DO ESTUDO PARA CASAIS

A união matrimonial foi estabelecida por Deus nos primórdios da civilização humana como célula mater, e núcleo principal para uma sociedade, então, organizada e forte.

Foi estabelecida e fundamentada em princípios e valores morais, sociais e espirituais, mesmo assim, vem sendo ao longo dos anos duramente atacada e desestruturada.

A união matrimonial é um projeto gracioso e o principal relacionamento humano, sendo assim, a chave para todos outros relacionamentos na vida.

Portanto, somente Deus através da sua Palavra, tem autoridade para definir e estabelecer os parâmetros, como esta união deve existir e funcionar.

PRINCÍPIOS SÓLIDOS PARA CONSTRUÇÃO DE UMA UNIÃO MATRIMONIAL BEM SUCEDIDA

1) AMOR E FIDELIDADE ENTRE OS CÔNJUGES. Ef. 5.25-28; Pv. 10.12; Pv. 12.4; Pv. 31.11.

2) CONHECIMENTO, AUTO-DISCIPLINA OU CONTROLE DO TEMPERAMENTO PARA EVITAR CONFLITOS.

3) OBSERVAR AS ORIENTAÇÕES DA PALAVRA DE DEUS, QUANTO AO RELACIONAMENTO OU ATIVIDADE SEXUAL. Hb. 13.4; I Co. 7.3-5; 1 Pe. 3.7.

A) O sexo é para ser praticado e desfrutado no casamento. Gn. 4.1, 2, 25; Mc. 10.7-9; Hb. 13.4; Gn. 2.24.

O sexo é a música do relacionamento conjugal. Portanto, o músico que toca melhor é aquele que mais tempo gasta treinando ou executando o seu instrumento.

O plano de Deus é que cultivemos o relacionamento e a intimidade sexual com o nosso cônjuge, inclusive, para o bem da nossa vida espiritual. Ec. 9.9; Pv. 5.15; Pv. 5.18-19

O sexo é tão importante para a manutenção do casamento, da mesma forma que a água para a manutenção da vida.

B) O sexo é a experiência de dar-se mutuamente um ao outro. I Co. 7.3-4.

C) É imprescindível que no relacionamento íntimo os cônjuges (marido e mulher), desfrute do prazer e da completa satisfação sexual. I Co. 7.3-5; Pv. 27.7.

Nenhuma outra coisa tem levado homens e mulheres a infidelidade e adultério, como a insatisfação sexual crônica.

A Bíblia é clara quando diz que a “Alma satisfeita” ou “farta”, despreza até favo de mel (Pv. 27.7), isto é, quando o marido e a mulher saem de casa com as necessidades satisfeitas, inclusive a necessidade sexual, é bem mais fácil resistir as tentações do maligno.

Portanto, não basta ter uma mulher em casa, ou ela ter um homem, é necessário que os dois sejam felizes sexualmente. I Co. 7.3-4; Pv. 9.9; Pv. 5.18-19; Ct. 1.2; Ct. 4.1-5; Ct. 4.10-11; Ct. 8.7; I Co. 7.33-34.

CUIDADOS NA RELAÇÃO

D) Cuidado com a contaminação do leito, que deve ser sem “mácula”. Hb. 13.4.

E) Cuidado com o pecado das relações sexuais ilícitas ou pornográficas. Rm. 1.26-27.

F) O ato sexual satisfaz o instinto e o ego de ambos (marido e mulher), influencia a nossa personalidade, dessa forma, faz aumentar o amor um pelo outro,

melhora a nossa disposição para o trabalho, reduz as tensões no lar, proporciona um emocionante prazer e felicidade matrimonial e como resultado, o mundo fica melhor.

G) Há necessidade de consentimento mútuo quanto à abstinência sexual entre marido e mulher. I Co. 7.5; Mt. 18.19.

Portanto, abstinência deve ser por mútuo consentimento para ambos se dedicarem a oração. I Co. 7.5.

A abstinência prolongada é desaconselhável. I Co. 7.5.

Os impulsos sexuais do ser humano é uma realidade, dessa forma, um período longo de abstinência sexual no casamento, pode trazer danos irreparáveis para o relacionamento conjugal.

A incontinência abre caminho para a tentação. I Co. 7.5.
A Bíblia através do apóstolo Paulo está dizendo que a esposa ou o esposo, abre espaço ou brecha para a tentação ao seu cônjuge, quando se recusa ao relacionamento sexual com aquele com quem se casou.

A Bíblia através do apóstolo Paulo está dizendo que a esposa ou o esposo, abre espaço ou brecha para a tentação ao seu cônjuge, quando se recusa ao relacionamento sexual com aquele com quem se casou.

Dessa forma, vários casamentos fracassaram ou foram dissolvidos por esse motivo.

4) RESPEITO MÚTUO, BOA COMUNICAÇÃO ENTRE MARIDO E MULHER E COMPANHEIRISMO.

RESPEITO – Ato ou efeito de respeitar, acatamento, consideração, deferência, e é portanto, tratar o cônjuge de forma digna e honrosa.

BOA COMUNICAÇÃO – Comunicar é transmitir o pensamento de forma lógica oral ou escrita, ou seja, de maneira que a outra pessoa possa entender.

Os cônjuges precisam compreender que a FALTA DE COMUNICAÇÃO: onde ambos se recusam a expressar seus sentimentos (casal silencioso); a

COMUNICAÇÃO UNILATERAL: onde um dos cônjuges fala ou expõe os seus sentimentos e outro não lhe responde, emudece;

COMUNICAÇÃO LIMITADA: onde os cônjuges falam ou expõe seus sentimentos apenas nos momentos de irritação ou brigas, trazem prejuízos e conseqüências capazes de destruir o relacionamento conjugal.

COMPANHEIRISMO – Significa amizade, camaradagem. Portanto, Companheiro é pessoa que se pode contar com ela em qualquer circunstância.

5) TRABALHAR UNIDOS VISANDO A ESTABILIDADE FINANCEIRA DA FAMILIA.

O esposo é o líder da família e então, a esposa é a auxiliadora. Gn. 2.18; I Co. 11.11. É importante estarem conscientes de que é necessário:

  • Estarem unidos e trabalharem visando a estabilidade financeira da família.
  • As atividades devem ser realizadas de pleno acordo entre os cônjuges.
  • Viver dentro das condições financeiras da família.
  • Participação e solidariedade dos cônjuges na solução dos problemas.
  • Percepção das necessidades materiais da família, e ambos contribuirem de forma positiva para minimizá-las.

6) LIDERANÇA INTELIGENTE E COM HUMILDADE DO MARIDO

7) ALGUMAS IMPORTANTES NECESSIDADES DO HOMEM

A) Satisfação e prazer sexual. Pv. 9.9; Pv. 5.15; Pv. 5.18-19; ICo. 7.3-5.

B) Admiração e respeito.

C) Uma mulher atraente. Pv. 31.22.

Para a mulher manter-se atraente é necessário:

  • Cuidar para manter o corpo em perfeita saúde,
  • Ir ao médico periodicamente,
  • Fazer exames de prevenção a saúde da mulher (câncer, doenças sexualmente transmissíveis, rubéola, minimização das conseqüências da menopausa, etc.),
  • Cuidar da saúde bucal (dentes limpos e bem tratados),
  • Praticar exercícios físicos regularmente
  • Cuidar de sua aparência exterior

A mulher deve procurar ser elegante e bela. Pv. 31.22. Deve cultivar também um coração manso, dócil, amável e alinhado e além disso, um corpo graciosamente arrumado, elegante e perfumado.

Cuidar do asseio e da higiene pessoal Permanente asseio do corpo.

Cabelos limpos e bem cuidados, calçados limpos e roupas bem cuidadas, etc.

D) Uma mulher gentil, educada e carinhosa.

E) Uma mulher de comportamento social exemplar. Pv. 31.25
Cuidado e prudência no falar, na forma de sorrir e de relacionar com outras pessoas. Pv. 31.26; Pv. 10.19.

A mulher não deve ser displicente ou descuidada ao sentar-se, especialmente em local público.

F) Ter o lar como um lugar aconchegante, cuidado com o bom gosto e asseio.

8) ALGUMAS IMPORTANTES NECESSIDADES DA MULHER

A) A necessidade de satisfação e prazer sexual Pv. 9.9; Pv. 5.15; Pv. 5.18-19; ICo. 7.3-5
B) A necessidade de amor, carinho e afeto. Ef. 5.25
C) Honestidade e reconhecimento por parte do esposo.
D) Permanente comunicação (conversa).
E) Sustento financeiro.
F) Comprometimento do marido com a família.
G) Momentos de lazer e recreação.

9) OS MAIORES ERROS DE UMA MULHER CASADA

A) Não amar o seu marido,
B) Ser egoísta,
C) Não cuidar bem de sua casa,
D) Não se interessar pelo trabalho de seu marido,
E) Se aborrecer com pouca coisa,
F) Ter ciúme doentio,
G) Não se arrumar convenientemente para o seu marido,
H) Ser maldizente. 1 Tm. 3.1
I) Ser uma mulher sempre amargurada. I Sm. 1.10, 15-16.
J) Ser excessivamente vaidosa,
K) Não honrar o seu esposo,
L) Destratar o marido.
M) Não ser submissa ao marido,
N) Não dedicar tempo suficiente para seu marido (gostar de estar mais com a mãe ou parentes, do que com o marido).

10) OS MAIORES ERROS DE UM HOMEM CASADO

A) Não amar a sua esposa,
B) Dar mais atenção a outras pessoas do que a sua própria mulher,
C) Não valorizar a opinião da esposa,
D) Tendo condições negar dinheiro a sua esposa quando ela pedir ou tiver necessidade,
E) Fazer negócios sem o conhecimento e consentimento da esposa,
F) Não ter diálogo com a esposa,
G) Não confiar em sua companheira,
H) Não colaborar nas atividades domésticas,
I) Não cuidar convenientemente do asseio pessoal,
J) Não lembrar do dia do aniversário da esposa, para presenteá-la,

11) OS 15 MAIORES MANDAMENTOS PARA UMA MULHER CASADA

A) Aprender o significado do amor,
B) Desistir de querer um casamento perfeito,
C) Descobrir as necessidades pessoais do seu marido,
D) Mostrar apreciação pelas coisas boas que o esposo faz,
E) Não depender excessivamente de seus pais e não criticar os pais do seu marido,
F) Não ser possessiva e ciumenta doentia,
G) Não tentar mudar seu marido através de críticas,
H) Vencer o complexo de princesa,
I) Não ser maldizente,
J) Ser pacificadora, Mt. 5.9
K) Ser perdoadora, Mt.6.14-15
L) Não ser uma mulher irritante e agressiva (ser mansa) Mt. 5.5
M) Ser submissa,
N) Ser hospitaleira,
O) Ser uma mulher de oração e de confiança em Deus.

12) 20 PRINCÍPIOS PARA O SUCESSO NO CASAMENTO

A) Reconheça que Deus valoriza o seu casamento,
B) Reconheça que satanás odeia um bom casamento,
C) Construa em sua casa um clima de boas influências (música evangélica, bons livros, versículos bíblicos em locais específicos da casa, culto doméstico, etc.),
D) Respeite a opinião dos demais membros do grupo familiar,
E) Verbalize as qualidades positivas do seu cônjuge,
F) Estabeleça um tempo de oração em família,
G) Fale palavras de fé em sua casa,
H) Mantenha confiança, respeito e privacidade familiar (não transmita a qualquer pessoa suas dificuldades ou problemas familiares),
I) Recuse-se a ofender o Espírito Santo,
J) Discirna as influências indesejáveis e proteja-se delas,
K) Faça da igreja o centro de atividades da família,
L) Trabalhe pela estabilidade financeira da família,
M) Separe tempo para recreação

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *