Mar da Galileia: Quais Milagres Jesus Realizou nesse Lago e Como era Conhecido Naquela Época?

A região em torno do Mar da Galileia é o local onde se passaram a maior parte dos eventos do Novo Testamento e ministério de Jesus.

O mar da Galileia, também conhecido como Mar de Tiberíades ou Lago de Genesaré, é um extenso lago de água doce, com comprimento máximo de cerca de 20 km e largura máxima de cerca de 13 km.

mar da Galileia Mar de Tiberíades ou Lago de Genesaré

Outros nomes na Bíblia do Mar da Galileia

MAR DE TIBERÍADES

DEPOIS disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se assim (João 21:1)

LAGO DE GENESARÉ

 ACONTECEU que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré (Lucas 5:1).

MAR DE QUINERETE

E este limite descerá desde Sefã até Ribla, para o lado do oriente de Aim; depois descerá este termo, e irá ao longo da borda do mar de Quinerete para o lado do oriente. (Números 34:11).

Como também a campina, e o Jordão por termo; desde Quinerete até ao mar da campina, o Mar Salgado, abaixo de Asdote-Pisga para o oriente. (Deuteronômio 3:17).

E no vale Bete-Arã, e Bete-Nimra, e Sucote, Zafom, que ficara do restante do reino de Siom, em Hesbom, o Jordão e o seu termo, até a extremidade do mar de Quinerete além do Jordão para o oriente. (Josué 13:27).

Jesus chama seus discípulos nas margens do Mar da Galileia

E Jesus, andando junto ao mar da Galiléia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no. E, adiantando-se dali, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, num barco com seu pai, Zebedeu, consertando as redes; E chamou-os; eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no. (Mateus 4:18-22).

Jesus ensina a partir de um barco no Mar

TENDO Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar; E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou toda a multidão estava em pé na praia. E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. (Mateus 13:1-3).

Fatos sobre o mar da Galileia

  • Esse lago possui 20 quilômetros de extensão e de 6 a 12 quilômetros de largura
  • Sua superfície é de 200 metros abaixo do nível do Mediterrâneo
  • Varia de 25 a 50 metros de profundidade
  • O Jordão adentra quase 17 quilômetros abaixo da extremidade sul do lago Huleh
  • Há uma queda no rio de cerca de 510 metros
  • Está a 43,5 quilômetros a leste do Mediterrâneo, e cerca de 96 quilômetros a noroeste de Jerusalém
  • Possui um formato oval
  • Tem dezenas de variedades de peixes.
  • Esse lago está conectado ao ministério público de nosso Senhor
  • Cafarnavun, a “sua cidade” (Mt 9.1), está à sua margem
  • Dentre os pescadores que ganhavam sua vida no lago da Galileia, ele escolheu Pedro e seu irmão André, além de Tiago e João, para serem discípulos, e os enviou para serem “pescadores de homens” (Mt 4.18; Mc 1.16-20).

Andando junto ao mar da Galileia, viu Simão e André, seu irmão. Eles estavam lançando as redes ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes Jesus: Vinde a mim, e eu vos tornarei pescadores de homens. Então, imediatamente, eles largaram as redes e o seguiram. Passando um pouco mais adiante, Jesus viu os irmãos Tiago e João, filhos de Zebedeu, que estavam no barco consertando as redes, e logo os chamou. E eles passaram a segui-lo, deixando seu pai Zebedeu com os empregados no barco. (Marcos 1.16-20).

Milagres de Jesus no lago da Galileia

JESUS ACALMOU UMA TEMPESTADE NO LAGO DA GALILEIA

E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo. E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: SENHOR, salva-nos! que perecemos. E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança. (Mateus 8:24-26).

LIBERTAÇÃO DO GADARENO

E, tendo chegado ao outro lado, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram que ninguém podia passar por aquele caminho. E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? […] E ele lhes disse: Ide... saindo eles, se introduziram na manada dos porcos; e eis que toda aquela manada de porcos se precipitou no mar por um despenhadeiro, e morreram nas águas. (Mateus 8:28-32).

JESUS ACALMA A TEMPESTADE NO MAR DA GALILEIA

E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem? (Marcos 4:37-39).

JESUS ANDA POR CIMA DAS ÁGUAS NO MAR DA GALILEIA

E logo ordenou Jesus que os seus discípulos entrassem no barco, e fossem adiante para o outro lado, enquanto despedia a multidão... despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já a tarde, estava ali só... o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário; Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar. […] E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me! E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste? quando subiram para o barco, acalmou o vento. Então aproximaram-se os que estavam no barco, e adoraram-no, dizendo: És verdadeiramente o Filho de Deus. (Mateus 14:22-33).

A MOEDA NA BOCA DO PEIXE

Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti. (Mateus 17:27).

A PESCA MARAVILHOSA

E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré […] E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede. E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar... foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito. (Lucas 5:1-9).

JESUS APARECE PARA OS DISCÍPULOS NO MAR DA GALILEIA

Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades […] E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus. Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não. E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes. Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o SENHOR. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar. E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes. Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão. (João 21:1-11).

CURA AO LADO DO LAGO DA GALILEIA

E ele, tornando a sair dos termos de Tiro e de Sidom, foi até ao mar da Galiléia, pelos confins de Decápolis. E trouxeram-lhe um surdo, que falava dificilmente rogaram-lhe que pusesse a mão sobre ele. E, tirando-o à parte, de entre a multidão, pôs-lhe os dedos nos ouvidos; e, cuspindo, tocou-lhe na língua... levantando os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá; isto é, Abre-te. E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente. (Marcos 7.31-35).

Botão Voltar ao topo