Quem foi Evódia e Síntique: 4 lições das cooperadoras de Paulo

Evódia e Síntique, eram duas mulheres cristãs, líderes da igreja primitiva que estavam envolvidas na construção da igreja de Filipos em torno do ano 61 d.C. Essas duas cooperadoras haviam trabalhado com Paulo no ministério evangélico, mas agora estavam divididas quanto ao modo de pensar e precisavam reconciliar-se, não para beneficiar somente a elas, mas ao trabalho de toda igreja.

Apesar de Evódia e Síntique serem citadas apenas uma vez na bíblia, e não termos muitas informações sobre elas, alguns estudiosos acreditam que elas poderiam ter sido diaconisas ou líderes dentro da congregação. Considerando o tom enfático de Paulo ao tratar de sua situação. Seus nomes gregos sugerem raízes locais, indicando que provavelmente estavam entre os primeiros convertidos ao cristianismo em Filipos.

Por que Paulo roga a Evódia e Síntique que parem de discutir?

Embora não deixando explícito a causa das discussões e discórdias, Paulo roga a Evódia e Síntique a cessarem suas discussões, pois o conflito entre elas estava causando uma ruptura, não apenas em seu relacionamento, mas em toda a estrutura da Igreja (1 Coríntios 12:25-26).

Quando ele as orienta a terem “um só pensamento”, o Apóstolo não está sugerindo que elas resolvam a questão determinando quem está certa ou errada. Em vez disso, Paulo pede que cada uma renuncie ao seu direito de estar certa e tome a cruz de Cristo.

“No relacionamento uns com os outros, tenham a mesma mentalidade de Cristo Jesus: que, sendo Deus por natureza, não considerou a igualdade com Deus algo que pudesse ser usado em seu próprio benefício; pelo contrário, ele se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens. E, ao ser encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte — e morte de cruz!”.

Filipenses 2:5-8

Grande parte da carta de Paulo ensina os princípios da humildade e destaca para a Igreja a importância da unidade dentro do Corpo de Cristo (Filipenses 1:27-2:18; 4:1-9). Sua exortação a Evódia e Síntique é uma extensão desse valioso ensinamento.

Onde fala na Bíblia sobre Evódia e Síntique?

Evódia e Síntique são mencionadas uma única vez na história bíblica do Novo Testamento, no livro de Filipenses, onde Paulo escreve a carta a igreja em Filipos.

Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor. E peço também a ti, meu verdadeiro companheiro, que as ajudes, porque trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros meus cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida.”

Filipenses 4:2-3

Significado biblico de Evódia e Síntique

O nome “Evódia” (ou “Evodia“) vem do grego “Euodia,” e significa “fragrância agradável” ou “caminho próspero.”

Já o nome “Síntique” também vem do grego “Syntychē,” e significa “com sorte” ou “afortunada.”

4 Lições do estudo de Evódia e Síntique

estudo sobre Evódia e Síndique

1. O corpo de Cristo deve trabalhar em união

“Revestí-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de coração compassivo, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade, suportando-vos e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como o Senhor vos perdoou, assim fazei vós também.”

Colossenses 4:12-13

Sabemos que as pessoas em uma igreja não são perfeitas. Todos nós temos falhas e cometemos pecados. Discussões podem surgir, mas como cristãos, temos a oportunidade de ir ao Pai, arrepender-nos e buscar o Seu perdão. Quando temos a mente de Cristo, não insistimos em nossos próprios pensamentos ou razões, pelo contrário, escolhemos o caminho amoroso e edificante. Trabalhando sempre em unidade.

2. Relacionamentos saudáveis são essenciais para a saúde da igreja

“Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeceis como luminares no mundo, retendo a palavra da vida; para que no dia de Cristo eu tenha motivo de gloriar-me de que não foi em vão que corri nem em vão que trabalhei.”

Filipenses 2:14-15

Os líderes da igreja às vezes discordam. Reuniões de comitê podem ter discussões acaloradas quando diferentes pessoas ou grupos desejam resultados distintos. Contudo, a história de Evódia e Síntique nos ensina a seguinte lição que a igreja de Cristo, principalmente os líderes que exercem algum cargo de liderança, devem permanecer unidos. Para que o Senhor receba o trabalho que está sendo realizado, sem causar nenhum escândalo.

3. A oração é a melhor arma em tempos difíceis

“Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

1 Tessalonicenses 5: 16-18

Durante as batalhas que travamos, é primordial fazer uma pausa e orar, antes de falar. Esta prática promoverá a reconciliação. Assim como Paulo orou por seus amigos, temos a oportunidade de orar uns pelos outros, reconhecendo que todos nós temos imperfeições e necessitamos da graça de Deus. A lição que aprendemos no estudo de Evódia e Síntique, é que se elas tivessem orado e colocado a causa delas diante de Deus, com toda certeza não teria entrado em discussão e desavenças. Mas pelo contrário teriam mantido a paz.

4. É preciso manter a paz para que não haja escândalos

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus”.

Filipenses 4:6-7

A quarta lição que aprendemos com a história de Evódia e Síntique é que Paulo ao ter conhecimento da discussão das duas líderes da igreja, ele se preocupou com a igreja de um modo geral. Pois, conflitos e discórdias entre membros do corpo de Cristo e lideranças, pode causar muito prejuízo ao reino de Deus. Muitas pessoas podem se escandalizar, optando por não fazer mais parte do corpo de Cristo. Portanto, mantenha a paz, orando em todo tempo com súplicas e gratidão.

Indiara Lourenço

Com mais de 20 anos atuando na Pregação e Ensino, Indiara possui experiência em ministério infantil, jovem e feminino. Estudante de Teologia e ministra aulas na EBD. Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria e inspira com palavras motivadoras, deixando um impacto positivo por onde passa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo