7 Aspectos da Gratidão para Refletir

“Uma coisa é ser grato. Outra é agradecer. Gratidão é o que você sente. Ação de graças é o que você faz.” – Tim Keller

A gratidão é uma virtude transformadora. Ela nos conecta mais profundamente com Deus e impacta positivamente nossas vidas e relacionamentos.

Aqui estão sete aspectos fundamentais da gratidão, conforme ensinado na Bíblia. para você refletir.

1. Bom é render graças ao Senhor

“É bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo.”

(Salmo 92:1)

Render graças ao Senhor é essencial para nossa espiritualidade. Davi nos ensina que é bom agradecer e louvar a Deus. Em outra tradução diz “É agradável louvar o Senhor”.

Davi vai mais além “Dizer, logo de manhãzinha, como ele é bom; e no silêncio da noite afirmar como ele é um Deus fiel.”

E será que temos motivos para agradecer a Deus? O salmista responde “Pois tu, Senhor, me alegraste pelos teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos. Quão grandes são, Senhor, as tuas obras!” (Salmo 92:4-5)

Melodia Beattie disse:

“A gratidão desbloqueia a plenitude da vida. Transforma o que temos em suficiente e muito mais. Transforma a negação em aceitação, o caos em ordem, a confusão em clareza. Pode transformar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo. A gratidão dá sentido ao nosso passado, traz paz para hoje e cria uma visão para o amanhã.”

2. Agradecer é uma ordem divina

“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

(1 Tessalonicenses 5:18)

Deus nos ordena a agradecer em todas as situações. Paulo nos lembra que dar graças é a vontade de Deus.

Então, quando alguém se perguntar “qual a vontade de Deus para mim?” A resposta é: Seja grato em todas circunstâncias.

Quando obedecemos a esta ordem, alinhamos nosso coração com o de Deus. A gratidão, mesmo em tempos difíceis, demonstra nossa confiança no plano divino. Este ato de fé traz paz e esperança.

AW Tozer disse:

“A gratidão é uma oferta preciosa aos olhos de Deus, e é aquela que os mais pobres de nós podem fazer e não ficar mais pobres, mas mais ricos por tê-la feito.”

3. Dar graças é como oferecer sacrifício a Deus

“Oferece a Deus sacrifício de louvor e paga ao Altíssimo os teus votos.”

(Salmo 50:14)

A gratidão é comparada a um sacrifício de louvor. Este ato é mais do que palavras; é um gesto de adoração sincera.

A gratidão sacrificial nos aproxima de Deus e revela nosso amor e devoção a Ele. Pois, Deus valoriza essa atitude mais do que qualquer oferta material.

John MacArthur disse:

“Um coração agradecido é uma das principais características de identificação de um crente. Ele contrasta fortemente com o orgulho, o egoísmo e a preocupação. E ajuda a fortalecer a confiança do crente no Senhor e a confiança em Sua provisão, mesmo nos momentos mais difíceis. Não importa quão agitado o mar se torne, o coração de um crente é sustentado por constante louvor e gratidão ao Senhor.”

4. Agradecer é mais agradável ao Senhor do que um sacrifício

“Louvarei o nome de Deus com um cântico e engrandecê-lo-ei com ação de graças. Isso agradará ao Senhor mais do que boi, ou bezerro que tem pontas e cascos.”

(Salmo 69:30-31)

Deus se agrada mais da nossa gratidão do que de sacrifícios materiais. O salmista declara que louvar a Deus com gratidão é mais agradável a Ele do que sacrifícios de animais (Salmo 69:30-31).

Isso mostra a importância do coração agradecido. Deus deseja nosso louvor sincero, refletindo nossa verdadeira devoção.

De acordo com Ravi Zacharias, “Gratidão vem da mesma palavra que liberdade (gratis = grátis). A gratidão é a expressão libertadora de um coração livre para com quem doou gratuitamente.”

Warren Wiersbe disse:

“O cristão que anda com o Senhor e mantém comunhão constante com Ele verá muitos motivos para se alegrar e agradecer o dia todo.”

Portanto, agradecer é agradável e torna nossa adoração mais significativa e profunda. Esse é mais um aspecto da gratidão.

5. Render graças ao Senhor é conduta dos remidos

“Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre. Digam-no os remidos do Senhor, os que remiu da mão do inimigo.”

(Salmo 107:1-2)

Os remidos devem agradecer continuamente. Aqueles que foram resgatados pelo Senhor devem proclamar Sua bondade. Porque, aqueles que ele libertou tem motivos de sobre para agradecer.

A gratidão é uma marca distintiva dos que foram salvos. Ao lembrarmos do que Deus fez por nós, nossa resposta natural é agradecer. Isso fortalece nossa fé e testemunha ao mundo sobre a fidelidade de Deus.

Carlos Finney expressou sua ideia dessa forma:

“Um estado de espírito que vê Deus em tudo é evidência de crescimento na graça e de um coração agradecido.”

6. Dar graças significa glorificar a Deus

“Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus.”

(2 Coríntios 4:15)

A gratidão glorifica a Deus e testemunha do Seu amor. Paulo explica que a ação de graças resulta na glória de Deus.

Além disso, quando agradecemos, reconhecemos Suas obras em nossas vidas. Isso inspira outros a verem a bondade de Deus através de nós. Pois, nossa gratidão multiplica a graça e exalta o nome do Senhor.

Henry Ward Beecher exemplifica a ação de graças em sua frase:

“O orgulho mata a ação de graças, mas uma mente humilde é o solo do qual a gratidão cresce naturalmente.”

7. Agradecer conduz outros à fé

“E levantaram a pedra. E Jesus, levantando os olhos para cima, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido… Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele.”

(João 11:41, 45)

A gratidão pode levar outros a crerem em Deus. Por exemplo, quando Jesus agradeceu antes de ressuscitar Lázaro, muitos creram nEle.

Nosso testemunho de gratidão tem um impacto poderoso. Quando compartilhamos como Deus respondeu nossas orações, encorajamos outros a confiar nEle. A gratidão demonstra a realidade do poder de Deus em nossas vidas.

John Piper disse que “A gratidão genuína é um ato de afeto do coração, não um ato dos músculos dos lábios.”

Faça da gratidão uma prática constante. Que ela seja uma marca distintiva de sua vida cristã. Com um coração assim, podemos revelar ao mundo o amor e a fidelidade de Deus em todas as circunstâncias.

André Lourenço

Bacharel em Teologia, Graduado em Gestão da Qualidade e Pós Graduando em Psicologia nas Organizações, André possui mais de 17 anos de experiência na pregação e ensino da Bíblia. É Professor de cursos de Homilética e Hermenêutica. Já escreveu centenas de estudos bíblicos e ministra aulas na EBD. Se considera um eterno aprendiz e apaixonado por Compartilhar a Palavra de Deus!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WhatsApp