O que é o Bálsamo de Gileade de acordo com a Bíblia?

Se você ler a Bíblia toda, descobrirá três versículos que fazem referência ao bálsamo de Gileade. Mas, a menos que os versos sejam unidos, é fácil perder seu significado.

A primeira menção do bálsamo é de Gênesis 37:25-26. Está escrito: “Enquanto eles se sentaram para comer, olharam para cima e viram uma caravana de ismaelitas vindo de Gileade. Seus camelos estavam carregados de especiarias, bálsamo e mirra, e eles estavam a caminho para levá-los ao Egito”. 

Este parte da Bíblia registra a história de José, vendido como escravo por seus irmãos invejosos. Os mercadores viajantes compraram o jovem e o entregaram ao Egito. 

Embora possa parecer que a menção de especiarias, bálsamo e mirra são detalhes supérfluos, elas são registradas intencionalmente. Exploraremos esses propósitos mais adiante neste artigo.

As outras duas referências estão no livro de Jeremias. Eles dizem respeito ao lamento do profeta sobre o julgamento iminente de Deus sobre Judá e Israel. Bem como as ações disciplinares de Deus contra as nações incrédulas (Jeremias 8:21-22 e 46:11). 

Com base nesses três versículos, descobrimos que o bálsamo produzido na região de Gileade era valioso e raro.

Qual é o significado do bálsamo em Gileade?

Se voltarmos ao livro de Jeremias, lemos sobre o desânimo do profeta ao predizer Israel sobre seu cativeiro. 

“Não há bálsamo em Gileade, não há médico lá? Por que então não há recuperação para a saúde da filha do meu povo?” (Jeremias 8:22). 

Através do profeta, Deus usou o exemplo de um medicamento da época para criar uma imagem de cura espiritual.

Primeiro, Jeremias destaca que a cura espiritual para Israel e Judá estava prontamente disponível por meio de Deus. O Senhor era o bálsamo que poderia curar completamente e restaurar as feridas da nação. 

À medida que o profeta continua, ele também pronuncia palavras sobre a terra do Egito. 

“Suba a Gileade e tome bálsamo, ó virgem, filha do Egito; Em vão você usará muitos remédios; Você não será curado” (Jeremias 46:11). 

Jeremias observa que o julgamento de Deus se estende às nações que não O conhecem. Então Jeremias compartilha a visão sobre a batalha entre o Egito e os babilônios em Carquemis, perto do rio Eufrates. 

Embora os egípcios fossem uma potência mundial na época, o exército do rei Nabucodonosor os dominaria. Dessa forma, o exército desmoralizado voltaria para casa viajando pela terra de Gileade

Portanto, com base na profecia de Jeremias, o Egito nunca retornaria a alturas de proeminência.

Que significado, então, tem para nós o Bálsamo de Gileade? 

De Jeremias, descobrimos que o Bálsamo de Gileade significa saúde espiritual. 

Embora Deus tivesse libertado Israel, o povo ainda procurava em outro lugar a realização espiritual. Eles até adoravam outros deuses. 

Eventualmente, o povo escolhido de Deus aprendeu que a realização espiritual não se encontra em ninguém além de Cristo.

Para o cristão capturado pelo pecado, Deus está ansioso para prover cura. Nós só precisamos nos afastar do pecado e buscar a Sua vontade em nossas vidas. 

Outros podem ainda não ter um relacionamento com Jesus. No tempo de Jeremias, vemos isso representado pelo Egito. 

Muitos provavelmente não tinham ouvido falar do Deus de Israel. Além disso, eles poucos sabiam da diferença dos seus deuses de madeira e pedra que costumavam a adorar. Mas Deus anseia que todas as pessoas O conheçam. 

Significado de bálsamo de Gileade em Gênesis 37:25-26

Agora que nos aprofundamos nos versículos de Jeremias, vamos reconsiderar a situação de José. 

Atirados em um poço, seus irmãos invejosos estavam ansiosos para se livrar dele. Um grupo de ismaelitas que trocavam mercadorias, incluindo o bálsamo de Gileade, chega ao local. 

Os ismaelitas eram parentes distantes de Israel. Mas o significado de Ismael é fundamental, significa “Deus que ouve”. 

Apesar da situação desesperadora do menino, Deus não o havia esquecido. Em vez disso, o Senhor providenciou uma saída da cova e um caminho que conduz ao propósito.

O escritor também nos diz que “os camelos estavam carregados de especiarias, bálsamo e mirra”. 

Acredito que esses detalhes são importantes por alguns motivos. Primeiro, José teria reconhecido esses itens. Porque Deus lhe deu uma visão profética incomum, acredito que José teria sido encorajado pela presença deles. Além disso, certamente ele percebe que Deus estava com ele e podia curar qualquer ferida, emocional ou espiritual.

Não apenas isso, mas esses itens, frequentemente associados a Jesus, estão listados no relato de Gênesis porque José é um tipo de Cristo. Ele era:

  • Um pastor;
  • Um rejeitado e abusado por aqueles que amava;
  • Injustamente acusado de um crime e recebeu punição injusta;
  • Elevado a uma posição de destaque para resgatar os necessitados. 

A partir desse versículo, então, somos lembrados não apenas de que Deus ouve nossos clamores em todas as situações, mas que a Ele podemos pedir ajuda.

Pelo que Gileade era conhecido?

Gileade, uma área localizada na atual Jordânia, era uma região montanhosa a leste do rio Jordão, mencionada pela primeira vez na Bíblia em Gênesis 31. 

Esta passagem bíblica detalha a busca de Labão por seu genro depois que Jacó fugiu inesperadamente dele.

Incapaz de fugir de Labão e de seus homens, Jacó enfrentou seu adversário na região montanhosa, onde eles fizeram uma aliança.

Mais conhecida por suas especiarias e unguentos, Gileade era especialmente celebrada pela planta ou árvore de bálsamo usada para produzir seu bem mais precioso, o Bálsamo de Gileade

Este bálsamo se aplicava em cortes, queimaduras e feridas e se usava no processo de embalsamamento para diminuir o cheiro de carne podre (Lc 23:56). 

O título, Bálsamo de Gileade, também fornece pistas importantes sobre o processo necessário antes de se tornar útil. 

De acordo com a Concordância de Strong, a palavra hebraica para bálsamo, tsoriy, significa rachar como pressão, ou vazar. 

Enquanto a árvore não existe mais, a resina curativa teve que ser forçada dos caules e folhas da planta perfurando-os, ou a resina vazou da árvore através de poros abertos ou feridas.

Por que o bálsamo de Gileade é tão importante para os cristãos?

O Bálsamo de Gileade é um poderoso símbolo do poder de Cristo na vida de um crente, começando com a aliança inicial estabelecida no livro de Gênesis. 

Como Labão com Jacó, temos um inimigo que “procura roubar, matar e destruir”, mas uma vez que Cristo é nosso Senhor, a aliança é selada. 

Há um testemunho que permanece como um acordo entre o céu e o inferno. Satanás sabe que não tem poder sobre aqueles que pertencem a Deus.

Isso foi possível porque o Bálsamo de Gileade, o Grande Médico, foi perfurado como a tenra raiz da planta de bálsamo. 

Da mesma forma que as folhas da planta foram empurradas para extrair a resina, Jesus foi quebrado para que pudéssemos nos beneficiar de Suas feridas. 

Recebemos nova vida por meio de uma única árvore, a cruz sobre a qual Jesus morreu.

Autora Tammy Kennington.

Botão Voltar ao topo