Como Estamos Cuidando do Templo que Deus Nos Confiou?

Esboço de pregação expositiva em 1 Coríntios 6:19-20 como o tema: Como Estamos Cuidando do Templo que Deus Nos Confiou?

Como Estamos Cuidando do Templo que Deus Nos Confiou?

Texto Base do sermão: 1 Coríntios 6:19-20

“Acaso, não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês.”

Introdução:

Amados, a Palavra de Deus nos convoca a uma profunda reflexão sobre a mordomia do corpo.

Neste capítulo, o apóstolo Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, nos orienta sobre como devemos cuidar e honrar o corpo que Deus nos confiou.

Vamos explorar juntos , nesta pregação de hoje, esses princípios vitais para uma vida de santidade e consagração.

I. O Corpo Deve ser Guardado Irrepreensível – 1 Coríntios 6:18

¹⁸ Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o seu próprio corpo.

A. Fugindo da Impureza:

Paulo nos adverte a fugir da impureza, destacando a gravidade da imoralidade sexual. Cuidar do corpo envolve manter sua pureza e preservá-lo da contaminação do pecado sexual.

B. Honrando o Corpo como Templo de Deus:

Reconhecemos a santidade do corpo quando entendemos que ele é o templo do Espírito Santo. Guardar o corpo de impurezas é uma expressão de reverência ao Deus que habita em nós.

C. Preservando a Integridade Pessoal:

A guarda irrepreensível do corpo não apenas reflete nossa obediência a Deus, mas também preserva nossa integridade pessoal e testemunho cristão.

II. O Corpo Deve Ser Templo do Espírito Santo – 1 Coríntios 6:19

¹⁹ Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?

A. Consciência da Habitação Divina:

Paulo enfatiza que o corpo é o santuário do Espírito Santo. Devemos ter consciência constante de que o Deus todo-poderoso habita em nós, impactando nossa conduta e decisões.

B. Posse Divina:

Reconhecer que possuímos o Espírito Santo da parte de Deus nos leva a valorizar e cuidar do corpo como algo divinamente investido.

C. Implicações para a Conduta:

A compreensão de que somos templos do Espírito Santo tem implicações profundas em nossa conduta diária, influenciando nossas escolhas e atitudes.

III. O Corpo Deve Ser Entregue Totalmente ao Senhor – 1 Coríntios 6:19

¹⁹ […] e que não sois de vós mesmos?

A. Renúncia ao Autodomínio:

A entrega total ao Senhor implica renúncia ao autodomínio. Não somos senhores de nós mesmos, mas pertencemos ao Senhor que nos redimiu e nos comprou com Seu sangue.

B. Submissão à Vontade Divina:

A mordomia do corpo envolve submissão à vontade divina, reconhecendo que nossas vidas estão sob a soberania e autoridade do Senhor.

C. Vida de Consagração:

Uma entrega total ao Senhor resulta em uma vida de consagração, onde cada aspecto do nosso ser é colocado diante de Deus para Sua glória.

IV. O Corpo Deve Glorificar a Deus – 1 Coríntios 6:20

²⁰ Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.

A. Redenção pelo Preço de Jesus:

Paulo lembra-nos que fomos comprados por um preço – o sangue precioso de Jesus. A redenção demanda uma resposta de gratidão e consagração.

B. Glorificação por Meio da Conduta:

Glorificar a Deus no corpo não é apenas um ato de louvor verbal, mas se manifesta na nossa conduta diária, refletindo o caráter de Cristo.

C. Vivendo como Testemunhas de Cristo:

A mordomia do corpo se torna completa quando vivemos como testemunhas de Cristo, refletindo Sua luz, amor e santidade em todas as áreas da nossa vida.

Conclusão:

Amados, a mordomia do corpo é uma expressão de amor, respeito e gratidão a Deus.

Então, que possamos honrar o Senhor com nossos corpos, fugindo da impureza, reconhecendo o corpo como templo do Espírito, entregando-nos totalmente ao Senhor e glorificando a Deus em tudo.

A nossa conduta deve ser um testemunho vivo da redenção que recebemos por meio do sacrifício de Jesus.

Apelo:

Hoje, convido a cada um de nós a refletir sobre como temos cuidado do corpo que Deus nos deu.

Que possamos, pela graça divina, fazer escolhas que honrem a Deus em todas as áreas de nossas vidas.

Se há áreas em que precisamos mudar, que o Espírito Santo nos guie nesse processo de transformação. Amém.

Para mais temas de sermões, acesse a página com esboços de pregações atualizados.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo