Métodos de Contribuição à Luz do Novo Testamento

As contribuições que fazemos na igreja atendem a um propósito divino de manter a Obra de Deus. Veremos, portanto, os métodos de contribuição à luz do Novo Testamento.

Métodos de Contribuição à Luz do Novo Testamento

1. Contribuição do Dízimo (Mateus 23:23; 1 Coríntios 9:13)

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas. (Mateus 23:23).

Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? (1 Coríntios 9:13).

Trata-se da contribuição regular, metódica em prol da manutenção da obra e, por extensão, dos seus ministros, embora o sentimento primeiro seja o de agradecer a Deus.

2. Contribuição das Ofertas (Atos 2:45; 4:34; 11:29)

E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. (Atos 2:45).

Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. (Atos 4:34).

E os discípulos determinaram mandar, cada um conforme o que pudesse, socorro aos irmãos que habitavam na Judéia. (Atos 11:29).

As ofertas são contribuições avulsas, esporádicas e atendem às necessidades urgentes da família ou da obra de Deus. Elas envolvem toda área de gratidão a Deus pelos seus poderosos feitos.

3. Contribuição com um Coração voluntário (2 Coríntios 9:7)

Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

É uma contribuição totalmente consagrada ao amor. Ela pode visar o suprimento de uma necessidade ou apenas significar um ato de agradecimento a Deus. Lembrando que, não é mais um tipo de oferta, mas a maneira de ofertar e está ligada ao método anterior.

Botão Voltar ao topo