O que Jesus escreveu no chão?

Novamente ele se abaixou e escreveu no chão. – João 8:8

Tem sido um mistério o que Jesus escreveu no chão no dia em que os escribas e fariseus arrastaram uma mulher adúltera diante dele (João 8:3-11).

Um dia, enquanto eu lia em Jeremias, fiquei surpreso ao encontrar a resposta escondida nas profundezas do Antigo Testamento.

Por que Jesus escreveu no chão?

Os escribas e fariseus exigiram que Jesus sentenciasse a mulher à morte, conforme ensinado em Levítico 20:10 e Deuteronômio 22:22-24.

A Bíblia de Estudo NASB observa que “eles alteraram um pouco a lei. A maneira de execução não foi prescrita a menos que a mulher fosse uma virgem prometida. E a lei exigia a execução de ambas as partes, não apenas da mulher” 

Se Jesus tivesse dito para apedrejá-la, eles o teriam acusado de hipocrisia, porque Ele estava sempre ensinando sobre misericórdia. Se Ele dissesse para não apedrejá-la, eles o acusariam de quebrar a Lei mosaica.

Percebendo o truque deles, Ele se abaixou e escreveu algo no chão, dizendo:

Se algum de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nela. (João 8:7)

Ele então começou a escrever outra coisa no chão, após o que eles largaram suas pedras e foram embora.

O que foi que Jesus escreveu no chão?

Ó Senhor, esperança de Israel, todos os que te abandonam serão envergonhados. Aqueles que se afastarem de Ti serão escritos na terra, porque abandonaram o Senhor, a fonte de água viva. (Jeremias 17:13)

Eu gostaria de dizer que esta passagem parece indicar que Jesus primeiro escreveu seus nomes na terra e talvez depois escreveu um pecado que eles cometeram ao lado de seu nome.

Presos por Jesus, eles foram embora envergonhados e frustrados. Veja, sendo Deus, Ele sabia o que estava em seus corações. (Veja 1 Crônicas 28:9; Mateus 12:25; 22:18; João 2:25; 1 Coríntios 14:25).

De acordo com o Venerável Beda, (assim como Santo Agostinho), quando Jesus escreveu no chão com o dedo, Ele estava voltando ao tempo no Monte Sinai, quando Ele escreveu os Dez Mandamentos em tábuas de pedra com o dedo (Êxodo 32:15-16).

Jesus é o autor que escreve e cumpre a lei

Em outras palavras, o mesmo dedo que havia escrito a Lei naquela época também era o dedo que estava escrevendo no chão agora.

Portanto, uma vez que Ele foi o autor da Lei, Ele foi o Único a interpretá-la e executá-la adequadamente (Êxodo 31:18; Deuteronômio 9:10).

Além disso, sendo Aquele que logo receberia a penalidade pelos pecados da mulher adúltera sobre Si mesmo, Ele tinha todo o direito de estender graça e misericórdia a ela.

É interessante notar que em Lucas 11:20, Jesus se referiu ao “dedo de Deus” quando expulsou o demônio de um homem que não podia falar. A multidão o acusou de expulsar o demônio pelo poder de Belzebu – o príncipe dos demônios.

Em resposta, e para aqueles com olhos para ver, a linguagem do “dedo de Deus” de Jesus indicava que Ele era o mesmo Deus que escreveu a Lei nas tábuas de pedra e, portanto, era o próprio Deus.

Jesus é o único que pode julgar os corações

Devemos notar que porque Deus criou o homem “do pó” (Gênesis 2:7) e desde que Ele veio para “escrever a lei no coração das pessoas” (Jeremias 31:33; Salmos 37:31; Romanos 2:14 -15; 2 Coríntios 3:3; Hebreus 8:10; 10:16), é provável que quando ele escreveu no chão naquele dia na presença dos escribas e fariseus, Ele tinha, em certo sentido, escrito o chamado supremo à misericórdia.

No pó, ele envia a mensagem de que aqueles que recusam a misericórdia não receberão misericórdia (Tg 2:12-13), e: “Seja misericordioso, assim como seu Pai é misericordioso” (Lc 6:36). 

Isso nos permite voltar para ver uma mensagem final aos fariseus

Não julgue, ou você também será julgado. (Mateus 7:1)

Esse é o cumprimento final da Lei.

Você é uma carta de Cristo… escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos. (2 Coríntios 3:3)


Autor Dr. David Kyle Foster.

Botão Voltar ao topo