Quem foi Judite na história da Bíblia?

Você sabe quem foi Judite na história da Bíblia? 

As escrituras sagradas são repletas de histórias fascinantes de homens e mulheres que desempenharam papéis significativos na fé e na história do povo de Deus. Uma dessas figuras é Judite, uma mulher corajosa e sábia que desempenhou um papel vital na libertação de seu povo. 

Neste estudo, mostraremos a história de Judite, seu marido, suas ações e as lições valiosas que podemos aprender com ela.

Conheça quem foi Judite na história da Bíblia?

Judite é uma figura central no livro deuterocanônico que leva seu nome, encontrado no Antigo Testamento – entre os livros de Neemias e Tobias – na Bíblia católica.

Judite era casada com Manassés, um homem justo e piedoso.  (Jt 8:2)

 Infelizmente, Manassés faleceu pouco tempo antes do cerco de Betúlia e sua morte deixou Judite viúva e vulnerável.

Assim, a bela viúva judia que vivia na cidade em um tempo de grande opressão, ficou livre para tomar medidas corajosas em nome de seu povo.

Nesse tempo, o general assírio de Nabucodonosor, Holofernes, liderou um exército invasor e sitiou a cidade, cortando o acesso à água e comida. (Jt capítulo 1-7)

Qual foi a ação de Judite 

Vendo a angústia e o desespero de seu povo, Judite decidiu agir. Ela se vestiu com suas melhores roupas e adornos, uma representação de sua beleza e feminilidade. (Jt cap. 8-9)

Em seguida, saiu da cidade com uma criada e caminhou até o acampamento inimigo, onde encontrou o general Holofernes. 

Ela usou sua beleza e inteligência para ganhar a confiança do general assírio. Assim, ao longo de vários dias, ela o encantou com sua presença e habilidades, enquanto secretamente planejava sua ação decisiva. 

Em uma noite, quando este estava embriagado e indefeso, Judite o decapitou com sua própria espada. (Jt 10 -13)

Então retornou com a cabeça do general, mostrando-a ao povo aterrorizado. Essa ação corajosa e ousada inspirou o exército assírio a fugir, dando a Betúlia uma vitória inesperada e libertando seu povo da opressão.

Por que esta história não está em todas as Bíblias?

O livro de Judite é considerado um dos livros deuterocanônicos, o que significa que ele está presente em algumas versões da Bíblia, como a Bíblia católica, mas não está incluído nas versões protestantes e judaicas do cânon bíblico.

A principal razão para essa diferença é devido à formação dos cânones bíblicos, quer dizer, as listas oficiais dos livros aceitos como inspirados por Deus. Sendo, portanto, autoridade nas tradições religiosas. 

Precisamos entender também que as tradições judaica e protestante seguem o cânon hebraico, também conhecido como Tanakh, que não inclui o livro de Judite.

No caso específico de Judite, alguns estudiosos argumentam que sua exclusão se deve a questões históricas e teológicas. No entanto, há debates em relação à historicidade dos eventos narrados no livro, além de algumas passagens que eles entendem como alegóricas ou simbólicas. 

Além disso, há diferenças teológicas entre as tradições judaicas, católicas e protestantes em relação à inclusão de certos livros no cânone.

Por outro lado, é importante ressaltar que a inclusão ou exclusão de um livro nas diferentes tradições cristãs não implica em seu valor espiritual, ou histórico. 

Assim, o livro de Judite, assim como outros livros deuterocanônicos, continua sendo uma fonte importante de reflexão e inspiração para aqueles que seguem a tradição católica e outras denominações cristãs que o aceitam como parte de seu cânon.

O que podemos aprender com essa história?

Conhecer quem foi Judite na história da Bíblia, pode nos ensinar várias lições valiosas, como:

Demonstração de coragem e determinação para enfrentar desafios aparentemente insuperáveis. Ela não permitiu que o medo a paralisasse, mas tomou a iniciativa de agir em favor de seu povo.

Além disso, Judite nos ensina sobre o poder da sabedoria e estratégia. Ela usou suas habilidades e inteligência para enganar o general Holofernes, garantindo sua confiança antes de realizar seu plano audacioso. 

Sua história nos lembra que não devemos subestimar o valor do conhecimento e da sabedoria em nossas ações.

Por fim, Judite também personifica a força das mulheres na Bíblia. Afinal, ela não se limitou aos papéis tradicionais, mas usou sua beleza, inteligência e coragem para influenciar eventos históricos significativos.

Leia mais para conhecer vinte mulheres que foram heroínas de fé.

Josiane Silva

Olá, eu sou a Josiane Silva, mãe, avó e procuro servir a Deus. Amo estudar a bíblia para compreender o comportamento humano. Afinal podemos aprender muito com as histórias dos outros, não é mesmo? Como gosto muito de ler e de escrever, também trabalho como redatora freelancer.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo