5 lições importantes que aprendemos com Jessé, o pai do rei Davi

Quem era exatamente Jessé na Bíblia e o que sabemos sobre ele? Quando nos fazem essa pergunta, a resposta vem prontamente à mente, pois nos recordamos de que Jessé foi o pai do rei Davi e neto de Rute e Boaz. Assim, compreendemos que Jessé também faz parte da linhagem de Jesus.

Entretanto, Jessé não é apenas uma figura periférica na narrativa bíblica.

Ao examinarmos 1 Samuel 16, testemunhamos Deus direcionando o Profeta Samuel a ungir o novo Rei de Israel. Deus instruiu Samuel a ir à casa de Jessé, o belemita, onde encontraria o futuro rei entre os filhos deste.

“Enche um chifre de azeite e vai, porque te enviarei a Jessé de Belém, pois dentre seus filhos me designei um rei. Perguntou Samuel: Como irei? Se Saul souber, me matará. Disse o Senhor: Leva um bezerro e dize: Vim para sacrificar ao Senhor. Convida Jessé para o sacrifício, e eu te mostrarei o que deves fazer. Ungirás a quem eu te indicar.” (1 Samuel 16:1-3)

Ao chegar a Belém, Samuel despertou preocupação entre os habitantes por ser um profeta e ter aparecido sem aviso. Ele os tranquilizou, explicando sua missão de paz e intenção de oferecer um sacrifício.

“Ele respondeu: Vim em paz; vim para oferecer um sacrifício ao Senhor. Consagrem-se e venham comigo ao sacrifício. Depois consagrou a Jessé e seus filhos, convidando-os para o sacrifício.” (1 Samuel 16:5)

Conforme instruído por Deus, Samuel convidou Jessé e seus filhos para o sacrifício, sem saber qual deles seria ungido. Embora Samuel tenha considerado inicialmente Eliabe, o filho mais velho, o Senhor o alertou a não julgar pela aparência externa, pois Ele olha para o coração.

Após todos os filhos de Jessé serem apresentados a Samuel, nenhum foi escolhido pelo Senhor. Então, Samuel questionou se todos os filhos de Jessé estavam ali, ao que Jessé mencionou seu filho mais novo, que estava cuidando das ovelhas.

Samuel insistiu que Jessé o chamasse, afirmando que não se assentariam para comer até que ele chegasse (1 Samuel 16:11).

Davi, o mais jovem, tinha uma aparência agradável e chamou a atenção de Deus para ser ungido como Rei de Israel.

“Mandaram chamá-lo e o fizeram entrar. Ele era ruivo, de belos olhos e boa aparência. Então o Senhor disse: Levanta-te e unge-o; é este!” Samuel tomou o chifre de óleo e ungiu Davi na presença de seus irmãos. Desde aquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Então Samuel partiu e voltou para Ramá.” (1 Samuel 16:12-13)

O que sabemos sobre Jessé?

Sabemos que Jessé, era filho de Obede, neto de Rute e Boaz e o pai de Davi, Rei de Israel.

Podemos supor que Jessé era da tribo de Judá, pois ele era morador de Belém uma das principais cidades do território dessa tribo. Belém está localizada atualmente na Palestina, ao sul de Jerusalém, na Cisjordânia.

Sabemos que Jessé era um dos anciãos da cidade (1 Samuel 16:4). Aparentemente, um homem de muitas posses. Vemos que Davi estava cuidando das ovelhas de seu pai quando Samuel veio para ungi-lo. Se alguém tivesse que cuidar das ovelhas, era porque provavelmente havia um rebanho, e isso significava riqueza.

Davi tinha uma cuidado muito grande pelos seus pais. Pois enquanto fugia de Saul, Davi planejou que seu pai e sua mãe ficassem em Moabe. Ele queria ter certeza de que eles estavam seguros (1 Samuel 22:3).

Por que Jesus vem da raiz de Jessé?

“PORQUE brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará.” (Isaías 11:1)

A Bíblia diz no versículo acima que uma vara brotaria do tronco de Jessé. Um ramo crescerá de suas raízes. Sabemos que um galho normalmente significa um galho de uma árvore. No entanto, este Ramo é significativo porque é um precursor do Filho de Deus.

Quando lemos Mateus 1 encontramos todas as gerações de Jesus Cristo, inclusive os pais, os avós e bisavós de Davi. Também encontramos José, Maria e Jesus. Após, essa leitura entendemos a profecia de Isaías, que Jesus realmente veio da raiz de Jessé.

Aqui estão 5 lições importantes que aprendemos sobre Jessé na Bíblia:

1. Jessé seguiu a liderança espiritual e respeitou o homem de Deus

Nós descobrimos isso em 1 Samuel 16. Deus enviou o profeta Samuel para ungir o próximo rei de Israel. Aparentemente, Jessé era um ancião de Belém. Eles sabiam que os profetas freqüentemente apareciam para entregar uma mensagem de Deus ou alguma advertência. 

Ele fez como Samuel instruiu e se santificou junto com seus filhos. Jessé não sabia que seu filho mais novo estava prestes a ser ungido rei. No entanto, Ele foi capaz de seguir as instruções e permitiu que o profeta testasse todos os seus filhos.

Isso também fala de seu caráter como pai. Ele foi capaz de fazer seus filhos adultos passarem por Samuel. Não há menção se os filhos queriam obedecer essa ordem, ou não, mas Samuel era um profeta, então todos simplesmente se obedeceram. 

Tenho certeza de que isso também teve muito a ver com a reputação de Samuel como profeta. Eles sabiam que ele estava lá por um motivo.

2. Jessé era rico

Jessé parecia ser um homem rico e tinha todos os filhos ocupados e trabalhando. Sabemos que muitas vezes Deus pode abençoar seu povo, com riquezas materiais. Ele nos dá força e saúde, para ganharmos o pão nosso de cada dia. 

O filho mais novo estava em algum lugar cuidando de ovelhas. Tenho certeza de que todos os filhos mais velhos também tinham empregos com o pai, mas essa tarefa recaiu sobre o filho mais novo. 

Normalmente, aqueles que cuidam de ovelhas devem afastar todos os tipos de animais, apenas para manter as ovelhas seguras. Davi também teve que levar comida para seus irmãos enquanto eles lutavam no exército de Saul. 

O mais novo provavelmente teve que fazer um trabalho que muitos dos irmãos mais velhos não tinham, mas, aparentemente, Davi tinha um coração de servo e assim, encontrou o favor de Deus.

3. Jessé seguiu a lei da terra

Tenho certeza de que Jessé não fazia ideia na época de que seu filho se tornaria rei. Ele poderia saber que algo especial estava acontecendo com o mais novo. 

Mais tarde, seu filho Davi matou Golias. Muitos de seus outros filhos haviam lutado na batalha contra Saul. Quando o Espírito de Deus se afastou de Saul e os espíritos malignos o atormentavam, Saul manda então, chamar Davi, para tocar a sua harpa. 

Embora este seja seu filho mais novo, Jessé envia Davi com um jumento carregado de pão, vinho e uma cabra. Aparentemente, Davi também tinha sua harpa, porque essa foi a principal razão pela qual Saul o chamou.

4. Jessé na sua velhice pôde confiar em seu filho Davi

Como Saul estava buscando a vida de Davi. Davi havia planejado que seus pais idosos ficassem em Moabe. A essa altura, Davi não sabia ao certo qual seria seu fim e queria que seus pais estivessem seguros. 

Vemos em 1 Samuel 22 que Davi honrou seus pais porque estava preocupado com o bem-estar deles.

5. Jessé apoiou seus filhos em suas atividades 

Quando seus filhos estavam lutando na guerra, Jessé fez Davi levar comida para eles. Quando Davi recebeu um convite para tocar diante do rei Saul, Jessé se certificou de que ele estava pronto e que teria sua própria comida para a estadia.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo