9 fatos interessantes sobre a tribo de Judá

Se você estiver familiarizado com o Antigo Testamento, conhecerá a história de Jacó e seus filhos. Foi a partir desses filhos que as doze tribos de Israel foram formadas. Uma dessas tribos era a tribo de Judá. 

Embora existam diversos elementos dentro de cada tribo, existem alguns fatos interessantes sobre a tribo de Judá que vale a pena notar. 

Como todas as tribos nasceram de pessoas, você não pode falar sobre a tribo de Judá sem falar sobre a pessoa de Judá. 

Quando você olhar para a vida de Judá e conectá-la à tribo de Judá, você verá um lembrete de que Deus usa pessoas imperfeitas como nós para realizar seu plano perfeito. Vejamos nove fatos interessantes sobre a tribo de Judá.

Fatos interessantes sobre a pessoa de Judá:

Qual é a origem da tribo de Judá?

Judá foi o quarto filho nascido de Lia, que era uma das esposas de Jacó. Infelizmente, Lia não era o amor da vida de Jacó, mas sim Raquel. 

Como Raquel não podia ter filhos, Lia pensou que ter filhos para Jacó o faria amá-la, mas isso não aconteceu. Os três primeiros filhos foram Ruben, Simeão, Levi, e então veio Judá.

Ela concebeu novamente e, quando deu à luz um filho, disse: “Desta vez louvarei ao Senhor”. Então ela o chamou de Judá. Então ela parou de ter filhos. – Gênesis 29:35

O que significa o nome Judá?

O nome Judá é muito próximo da palavra hebraica para louvor que é Yadah. Quando você oferece Yadah, você está louvando a Deus com as mãos estendidas ou levantadas. 

Quando as mãos são levantadas, geralmente sinaliza duas coisas, louvor e adoração ou rendição. Esta é uma forma de louvor que Deus ama, então quando você pensar em Judá, pense em mãos levantadas.

“Portanto, quero que os homens em todos os lugares rezem, levantando mãos santas sem raiva ou disputa.” – 1 Timóteo 2:8

Quem foi Judá?

Se você se lembra da vida de José, seus irmãos o odiavam e queriam matá-lo, mas Judá os convenceu a não fazer isso. Pode-se dizer que ele intercedeu pela vida de seu irmão.

“Judá disse a seus irmãos: O que ganharemos se matarmos nosso irmão e cobrirmos seu sangue? Venham, vamos vendê-lo aos ismaelitas e não colocar nossas mãos nele; afinal, ele é nosso irmão, nossa própria carne e sangue. Seus irmãos concordaram.” – Gênesis 37:26-27

Judá teve uma vida familiar interessante

Eu não posso explicar tudo o que Judá experimentou em sua vida familiar, então você terá que ler Gênesis 38 para obter a história completa. Aqui estão alguns destaques.

  • Judá casou-se com uma mulher cananéia.
  • Teve dois filhos que eram maus, então o Senhor os matou.
  • Ele teve relações sexuais com sua nora que produziram meninos gêmeos.

Esses são alguns dos destaques para preencher as lacunas. Eu encorajo você a ler Gênesis 38.

Judá convenceu Israel (Jacó) a permitir que ele levasse Benjamim de volta a José

“Então Judá disse a Israel seu pai: ‘Envie o menino comigo e iremos imediatamente, para que nós e você e nossos filhos vivamos e não morramos. Eu mesmo garantirei sua segurança; você pode me responsabilizar pessoalmente Se eu não o trouxer de volta para você e colocá-lo aqui diante de você, vou arcar com a culpa diante de você por toda a minha vida. Como é, se não tivéssemos demorado, poderíamos ter ido e retornado duas vezes.” – Gênesis 43:8-10

Judá parecia estar constantemente nesse papel de liderança entre seus irmãos. Ele negociou pela vida de José, e aqui o vemos novamente falando para prometer proteger Benjamin. 

Ele também fez isso quando eles finalmente se reuniram com José. Você pode considerar Judá um líder em sua família.

Fatos interessantes sobre a tribo de Judá:

Onde a tribo de Judá se estabeleceu?

Em Josué 15, você verá a distribuição completa das terras que foram atribuídas a Judá. 

Sua terra estava principalmente no sul, e quando o reino se dividiu, a parte sul de Israel foi chamada de Judá. Assim havia um rei de Judá e um rei de Israel.

A Tribo de Judá Permaneceu Leal a Davi

Quando a nação se dividiu em dois reinos após a morte de Salomão, Judá permaneceu fiel a Davi.

“Quando todos os israelitas souberam que Jeroboão havia voltado, mandaram chamá-lo à assembleia e o constituíram rei sobre todo o Israel. Somente a tribo de Judá permaneceu fiel à casa de Davi.” – 1 Reis 12:20

A tribo de Judá foi a primeira a entrar em batalha

Houve um período em que a nação de Israel estava conquistando outras nações e, infelizmente, houve uma guerra civil. Em ambos os casos, Deus deu ordens para enviar Judá primeiro.

Guerra contra outras nações

“Depois da morte de Josué, os israelitas perguntaram ao Senhor: Quem de nós subirá primeiro para lutar contra os cananeus? O Senhor respondeu: Judá subirá; entreguei a terra nas mãos deles.” – Juízes 1:1-2

Guerra civil

“Os israelitas subiram a Betel e consultaram a Deus. Eles disseram: Quem de nós deve subir primeiro para lutar contra os benjamitas? O Senhor respondeu: ‘Judá irá primeiro.” – Juízes 20:18

Há uma lição importante que você pode aprender sobre enviar Judá primeiro. Lembre-se do que Judá significa. Significa louvar e, especificamente, louvar com as mãos erguidas. 

É como se Deus estivesse dizendo quando você entra na batalha, vá com as mãos levantadas, oferecendo louvor a mim e entregando tudo nas minhas mãos. 

Quando você faz isso, há uma garantia de que você terá a vitória.

Por que a linhagem da tribo de Judá era importante?

Antes de tudo, o fato mais importante sobre a tribo de Judá é sobre o que viria através da tribo de Judá. 

E, apesar de Davi e Salomão terem sido reis importantes, essa herança acabou levando a Jesus, o Rei dos Reis. 

A linhagem terrena de Jesus fluiu através da tribo de Judá. Jacó profetizou isso em Gênesis.

“Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.” – Gênesis 49:8-12

Uma das coisas que você notará nesta profecia é que Jacó menciona que o cetro não se afastará de Judá. Além disso, ele se refere a Judá como um leão. 

O cetro significava poder, autoridade e governo. Em essência, Jacó previu que haveria um rei que viria de Judá que governaria eternamente. 

Sabemos que esse rei é Jesus, também conhecido como o leão da tribo de Judá. O que Jacó disse aqui sobre a tribo de Judá é confirmado mais tarde em uma profecia que Deus deu a Davi.

“Sua casa e seu reino durarão para sempre diante de mim; seu trono será estabelecido para sempre”. – 2 Samuel 7:16

Como Davi era da tribo de Judá, essas duas profecias se alinham. Um dia Jesus passaria por esta linhagem de Judá para redimir a humanidade, e um dia ele voltaria, e todo o mundo saberia que ele é o Senhor de todos. 

Ele tomará, portanto, seu lugar de direito como governante e rei para todo o sempre. 

Em resumo, o que aprendemos com a Tribo de Judá?

Se eu pudesse resumir os fatos sobre a tribo de Judá, voltaria a algo que mencionei anteriormente. Como todos nós, Judá, a pessoa, era um homem falho, mas sua linhagem trouxe o salvador perfeito. 

No futuro, sempre que você pensar em Judá ou na tribo de Judá, lembre-se de que Judá é outra representação do plano perfeito de Deus sendo realizado por meio de pessoas imperfeitas.


Clarence L. Haynes Jr.

Botão Voltar ao topo