Sermão: A cura do paralítico no Tanque de Betesda

Disponibilizei para você 2 temas de sermões para pregar em João 5:1-15 sobre o paralítico no Tanque de Betesda.

Aqui está o primeiro esboço mais completo. Mas, se você preferir pode usar apenas os tópicos principais para seu sermão.

Introdução do sermão

Há uma história no Evangelho de João 5:1-15 que se mostrou problemática para os liberais que não acreditam na Bíblia. Eles sustentaram que o Tanque de Betesda não existia, desacreditando os escritos de João. No entanto, no século 19, os arqueólogos descobriram essa estrutura controversa exatamente onde João disse que estava. A descoberta realmente silenciou os críticos liberais.

Agora, essa descoberta não prova que o milagre associado ao lugar realmente aconteceu, mas prova a credibilidade histórica do relato de João. Isso faz com que essa passagem valha a nossa atenção. Então neste sermão quero destacar quatro verdades que aprendi.

I. Jesus me escolheu entre muitos (João 5:1-4)

Os Evangelhos Sinóticos e o Evangelho de João registram 34 Milagres que Jesus disse ter realizado durante seu ministério terreno. 

De acordo com João, no entanto, Jesus realizou muitos outros milagres que nem estão registrados na Bíblia (João 21:25). Parece que os discípulos registraram apenas os milagres com uma mensagem.

Então, qual é a mensagem que João pretendia nos transmitir quando escreveu esse milagre? Parece que João realmente queria que soubéssemos que Jesus escolheu um homem entre muitos. Aqui está o porquê?

A. No que diz respeito à cura física, os enfermos que ocupavam o tanque não queriam a ajuda de Jesus. Já havia um meio milagroso no tanque para as pessoas serem curadas. Certamente, Jesus nem mesmo iria lá se não fosse por este homem.

B. Jesus curou multidões onde quer que fosse. Neste caso, porém, Ele não estava interessado nas massas. Ele curou apenas um homem que estava desesperado por um milagre.

C. Este homem estava nessa condição há 38 anos. Mesmo antes de Jesus nascer. De acordo com Lucas 3:23, Jesus tinha 33 anos quando iniciou seu ministério público. Certamente Deus queria que este homem conhecesse Jesus. 

Todos esses fatos afirmam que Jesus não foi ao tanque de Betesda para realizar uma reunião de cura em massa. Ele havia escolhido curar apenas um homem entre muitos.

Entre muitas pessoas neste mundo, Jesus escolheu se revelar a você. Você acredita que ele escolheu você para receber a cura? Que ele escolheu você para receber uma nova vida? Eu creio porque a Bíblia diz isso em Jeremias 1:5 e Efésios 1:4.

II. Não posso limitar Deus à minha compreensão limitada (João 5:6-9)

Não sei por que Jesus se deu ao trabalho de perguntar a esse homem se ele quer ficar bom. Afinal quem quer ficar paralisado e deitar em uma esteira por 38 anos! Qualquer um pulará na primeira oportunidade de receber a cura. Sinto que não é com a pergunta de Jesus que devemos nos preocupar, mas com a resposta do homem.

O enfermo respondeu-lhe: “Senhor, não tenho ninguém para me colocar no tanque quando a água é agitada. Enquanto estou tentando entrar na água, outra pessoa desce lá antes de mim.”

Nos Evangelhos, encontramos várias pessoas que não tinham fé (Mateus 8:26; 14:31; 16:8; Marcos 9:19). Este homem, no entanto, tinha fé. O problema é que sua fé era condicional. De acordo com sua fé, ele não será curado a menos que duas condições sejam atendidas.

A. O tanque deve ser agitado supostamente por um anjo do Senhor.

B. Ele deve entrar na piscina no momento em que a água é agitada.

Na verdade, ele esperava que Jesus o colocasse no tanque na próxima vez que a água fosse agitada. Mas o modus operandi de Jesus era diferente. Sua resposta foi dizer ao homem que se levantasse, pegasse a esteira e andasse. O resto é história!

Assim como o paralítico nesta história, muitas vezes esperamos que Deus se mova de acordo com nosso próprio curso predeterminado. Em outras palavras, tentamos encaixar Deus em nossa própria caixinha. Quando Ele não o faz, ficamos desanimados. 

O Antigo Testamento também tem um homem que tentou encaixar Deus em sua caixa. Seu nome era Naamã. Naamã ficou furioso quando o profeta Eliseu ordenou que ele se lavasse sete vezes no rio Jordão porque esperava que o profeta invocasse o nome do Senhor e acenasse com a mão sobre o local e o curasse da lepra (2 Reis 5:9-11).

Mas também encontramos pessoas que não limitaram Deus à sua própria imaginação insignificante. 

mulher do fluxo de sangue é uma dessas pessoas. Sua fé era tão criativa que ela não esperou que Jesus a tocasse! Em vez disso, ela tocou em Jesus e foi curada imediatamente (Marcos 5:25-34).

Deus é um ser criativo e inovador. Seus caminhos são diferentes dos nossos. A cura de um cego de nascença em João 9:1-41. Jesus aplicou lama nos olhos do cego e disse-lhe que se lavasse no tanque de Siloé. Por que Jesus aplicou lama é outro sermão. Mas vemos que ele usou um método diferente.

Nossas mentes insignificantes não podem entender Seus métodos. Fé é acreditar em Deus para fazer o impossível. Não assumir como Ele fará isso. 

Quando oramos, devemos permitir que Deus se mova da maneira que ele quer, não da maneira que queremos, porque Ele sempre tem um propósito e um plano mais elevados em tudo o que acontece em nossa vida.

3. A mente natural não pode compreender o Sobrenatural (João 5:10-13)

João nos diz que o dia em que Jesus realizou esse milagre foi o sábado. De acordo com os fariseus (os mestres da lei nos dias de Jesus), carregar a cama durante o sábado era uma violação da lei do sábado. 

Aos olhos deles, esse homem havia cometido uma ofensa ao carregar sua cama de volta para casa. Quando confrontaram o homem, ele explicou que aquele que o curou disse para levar sua cama para casa.

Aqui está um homem que ficou paralisado por 38 anos carregando sua cama e caminhando para casa agora. Aqui está um milagre vivo. Esta foi a obra de Deus claramente. Mas os fariseus não estavam felizes. 

Eles não estavam interessados ​​no milagre. Sua única preocupação era que a lei tivesse sido violada. O culpado tinha que ser encontrado e punido. Eles eram tão carnais que não conseguiam entender a obra sobrenatural de Deus que estava acontecendo bem diante de seus olhos.

Certa vez, um pastor me contou sobre um homem que estava paralisado há sete anos. Os parentes do homem o trouxeram para a reunião de cura que este pastor conduz. O pastor orou pelo homem e ele foi curado instantaneamente e ficou de pé. Depois, o pastor disse ao homem para correr. A resposta do homem: ‘O doutor me aconselhou a não ser muito duro comigo!’

Não podemos entender assuntos espirituais com nossas mentes naturais porque os naturais entendem apenas o que é natural. Não pode compreender a obra sobrenatural de Deus (1 Coríntios 2:14). No Novo Testamento, encontramos muitas pessoas que tentaram entender a obra sobrenatural de Deus com suas mentes naturais. Pessoas como Zacarias (Lucas 1:11-20); Nicodemos (Jo 3:4) e Simão, o Feiticeiro (At 8:18-19) são exemplos de pessoas que tentaram entender assuntos espirituais com a mente natural.

Os céticos muitas vezes desqualificam os milagres registrados na Bíblia dizendo que a ciência provou que milagres não acontecem. A verdade é que a ciência não desaprova os milagres. Na verdade, isso seria impossível porque a ciência lida com os fenômenos naturais (Lógica, Estética, Ética, Matemática, etc.). Mas um milagre por definição não é um fenômeno natural. Milagres são eventos sobrenaturais fora dos limites da ciência. É logicamente impossível para a ciência descartar qualquer hipótese que esteja fora de seus limites.

Um provérbio popular é ‘ver para crer’ (você precisa ver algo antes de poder aceitar que realmente existe ou ocorre). No reino de Deus, no entanto, ‘crer é ver’ e a Bíblia chama isso de fé. Vamos considerar outro milagre bem conhecido que Jesus realizou para nos ajudar a entender isso.

Em Mateus 15:22-28 encontramos uma mulher siro-fenícia que implorou a Jesus para curar sua filha que estava possuída por um espírito demoníaco. Jesus não atendeu seu pedido imediatamente, provavelmente porque a cultura judaica proíbe os judeus de se misturar ou mesmo interagir com gentios, especialmente mulheres. No entanto, esta mulher gentia se atreveu ao ridículo e possível rejeição para receber um milagre. 

Embora Jesus não tenha respondido a princípio, ela insistiu em um milagre, apesar dos discípulos insistirem em mandá-la embora. No final, Jesus atendeu seu pedido, porque sua “fé é grande”. Jesus não aplaudiu sua fé porque ela implorou. Ela foi persistente. A persistência é uma das qualidades da fé (Mateus 7:7).

4. Os milagres de Jesus não são um fim em si mesmos (João 5:14)

Jesus escapou das multidões logo após curar este paralítico. Mais tarde, Jesus encontrou o homem curado em outro lugar e o advertiu a parar de pecar para evitar que algo pior acontecesse com ele. Jesus estava insinuando que a cura do homem era sobre sua santidade. Ele deve olhar para Jesus e deixar o pecado porque Jesus veio para perdoar todo pecado.

A advertência de Jesus ao homem indica que o fator doença repousa sobre o fator pecado. O milagre da cura do paralítico em Cafarnaum afirma isso (Mc 2:1-12). Marcos diz que Jesus disse ao homem “filho, seus pecados estão perdoados”. É triste, no entanto, este homem não conseguiu ver o quadro maior. Em vez disso, ele denunciou Jesus às autoridades religiosas! Ele não percebeu que o milagre não era um fim em si mesmo.

Nenhum dos milagres físicos que Jesus realizou foi um fim em si mesmo. Todos os milagres que ele realizou apontam para algo mais sobre ele e o Reino de Deus, bem como a transformação espiritual e moral que deveria ocorrer dentro do beneficiário. Mas muitas vezes eles perderam o elemento espiritual do milagre porque estavam interessados ​​apenas nos benefícios materiais dele. Por exemplo, em João 6:26 as multidões procuraram Jesus não porque viram os sinais, mas porque queriam mais comida milagrosamente fornecida por Jesus!

Um anunciante de sucesso disse: “Sou bem-sucedido porque consigo convencer as massas de que meus clientes têm produtos capazes de transformar seu estilo de vida dos sonhos em realidade. Então eles compram os produtos que eu anuncio. Depois de um tempo, no entanto, a empolgação desaparece e eles querem comprar outra coisa que eu anuncio. O ciclo continua permitindo que meu cliente aumente seu negócio e me deixando ganhar mais dinheiro no processo.

Muitas vezes não entendemos que milagres são meios sobrenaturais para um fim natural. Não é assim. Eles servem a um propósito maior. Vamos considerar João capítulo 6 mais uma vez. Em poucas palavras, Jesus exortou as multidões a parar de trabalhar por comida que perece, mas por comida que dura para a vida eterna, comida que somente Ele poderia dar. Ele usou uma ilustração semelhante em seu diálogo com a Samaritana em João 4:13. O que esses versículos significam?

Há um vácuo espiritual em nós causado por nossa separação de Deus. Tentamos preencher esse vácuo com tudo, desde atividades que geram adrenalina até relacionamentos e carreiras, mas somente Deus pode preencher esse vácuo. Infelizmente, a maioria de nós busca a Deus por mais bênçãos materiais porque achamos que os materiais podem fechar o vácuo espiritual em nós.

Você pode ter recebido um milagre e eu agradeço a Deus por isso. No entanto, você precisa de algo mais do que um milagre esta noite e isso é um relacionamento com o Deus vivo, pois somente ele pode expulsar o vácuo espiritual em seu coração. Infelizmente, não podemos nos relacionar com Deus porque ele é santo e nós pecamos e carecemos de favor (Romanos 3:23). 

No entanto, a Bíblia também diz que Cristo morreu para nos reconciliar com Deus (Colossenses 1:19-20). Então, o que você precisa fazer para encontrar Deus em sua vida? Eu quero que você faça três coisas.

A. Admita que você é um pecador e peça perdão a Deus (Romanos 5:8; 10:13)

B. Creia em Jesus e torne-se um filho de Deus ao recebê-Lo (João 3:16; 14:6)

C. Confesse que Jesus é seu Senhor, (Romanos 10:9)

Agora, por favor, repita esta oração depois de mim.

“Jesus, agora percebo que pequei contra você. Por favor, perdoe-me pelo meu pecado. Por favor, entre na minha vida e mude meu coração. Eu quero que você seja meu Salvador. Em nome de Jesus, eu oro. Um homem.”

Concluindo sobre a cura do paralítico do tanque de Betesda

Esta noite alguns de nós podem se identificar com aquele homem inválido no tanque de Betesda. 

Não há absolutamente nenhuma razão para se sentir envergonhado porque Deus não vê você do jeito que o homem vê. 

Ele tem um plano e um propósito para sua vida, mesmo quando você está no fundo do poço. 

Deixe que a palavra que você ouviu esta noite penetre em seus corações e o Espírito Santo o transforme de dentro para fora. 

A Palavra de Deus não retornará vazia, mas cumprirá o propósito de Deus (Isaías 55:11).

Outra forma de pregar sobre a cura do paralítico no Tanque de Betesda:

TEMA: Os Fatos que impactaram a Vida do Paralítico de Betesda

Introdução:

O mesmo fatos que impactaram a vida deste homem, impactarão a sua.

I – O FATO DE SER OBSERVADO POR JESUS

(V 6) “Jesus, vendo-o…”.

II – O FATO QUE JESUS SABIA DO SEU PROBLEMA

(V 6) “…sabendo que estava neste estado havia muito tempo…”.


III – O FATO DAS DECEPÇÕES HUMANAS

(V 7) “…não tenho ninguém que me ponha no tanque…”.

IV – O FATO DAS OPORTUNIDADES PERDIDAS

(V 7) “…Enquanto estou tentando entra, desce outro antes de mim”.

V – O FATO DE OUVIR UMA PALAVRA ANIMADORA

(V 8) “Então lhe disse Jesus: Levanta-te!… e anda”.

VI – O FATO DE CONHECER O PODER DE JESUS

(V 9) “Imediatamente o homem foi curado…”.

VII – O FATO DE VER UMA TRANSFORMAÇÃO NA SUA VIDA

(V 9) “…e pôs-se a andar…”.

VIII – O FATO DE RECEBER MAIS DO QUE ELE ESPERAVA

Ele esperava o tanque, e Jesus mostrou-lhe que é superior ao tanque!

Jesus quer surpreender você hoje!

Mais esboços de sermões aqui.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!