Os Propósitos de Deus no Deserto (Êxodo 13)

Esboço de Sermão Expositivo em Êxodo 13-24 com o tema: Os Propósitos de Deus no deserto. Sermão Expositivo baseado em todo contexto dos capítulos 13 e 14 de Êxodo da saída do povo do Egito pelo caminho do deserto.

TEMA: OS PROPÓSITOS DE DEUS NO DESERTO

TEXTO: ÊXODO 13: 17-22

“17. E aconteceu que, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte ao Egito.

18. Mas Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto do Mar Vermelho; e armados, os filhos de Israel subiram da terra do Egito.

19. E Moisés levou consigo os ossos de José, porquanto havia este solenemente ajuramentado os filhos de Israel, dizendo: Certamente Deus vos visitará; fazei, pois, subir daqui os meus ossos convosco.

20. Assim partiram de Sucote, e acamparam-se em Etã, à entrada do deserto.

21. E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite.

22. Nunca tirou de diante do povo a coluna de nuvem, de dia, nem a coluna de fogo, de noite”.

INTRODUÇÃO:

Nenhum deserto acontece na vida do crente por acaso, mas sim porque Deus tem propósitos a fazer.

Veja, portanto, baseado no contexto de Êxodo 14, os propósitos de Deus no deserto para o seu povo.

Qual o primeiro propósito? Veja então:

I- SER O CAMINHO NO DESERTO (ÊXODO 13:17)

“E aconteceu que, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte ao Egito”.

A) ENSINANDO A DEPENDER DELE

1. Nem sempre o caminho mais perto é o de Deus.

2. O povo precisa aprender a depender de Deus e ser guiados por Ele.

B) PARA NÃO VOLTAR PARA O EGITO

1. O povo acabara de sair do Egito e não estava preparado ainda para passar pelo caminho dos filisteus.

Outro propósito de Deus no deserto baseado nesse contexto, é:

II- SE REVELAR NO DESERTO (ÊXODO 13:21-22)

“21. E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite.

22. Nunca tirou de diante do povo a coluna de nuvem, de dia, nem a coluna de fogo, de noite”.

A) NA COLUNA DE NUVEM PARA OS GUIAR

1. Deus se revela ao povo de Israel no deserto como uma coluna de nuvem durante o dia para os guiar pelo caminho.

2. Outra função da nuvem era aliviar o calor do deserto para que o povo conseguisse caminhar de dia.

B) NA COLUNA DE FOGO PARA OS ALUMIAR

1. Na coluna de fogo Deus aquecia o povo no frio da noite.

2. O fogo além de aquecer, ilumina. Assim o povo podia caminhar também durante a noite.

Deus se revelou, portanto, através de uma coluna de nuvem e fogo. Outro propósito de Deus no deserto é:

III- SER GLORIFICADO NO DESERTO (ÊXODO 14:4)

“E eu endurecerei o coração de Faraó, para que os persiga, e serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, e saberão os egípcios que eu sou o SENHOR. E eles fizeram assim”.

A) MOSTRANDO QUE ELE É O ÚNICO DEUS

1. Os egípcios tinham muitos deuses e acreditavam que eles podiam livrá-los.

2. Além de provar para os egípcios seu poder, Deus vai mostrar para seu povo que só Ele é o Senhor.

IV. DAR LIVRAMENTO NO DESERTO (ÊXODO 14:13)

“Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará; porque aos egípcios, que hoje vistes, nunca mais os tornareis a ver”.

A) QUANDO CONFIAMOS NELE

1. Moisés disse para o povo “estai quietos” e “vós vos calareis”, ou seja, Deus trabalha por nós.

2. Deus disse para Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.

Isso fala de nossa parte a ser feita. Deus peleja por nós, mas, precisamos marchar espiritualmente falando.

B) DE ONDE MENOS ESPERAMOS

1. Deus abriu um caminho para o povo de Israel passar no meio do mar, ou seja, de onde eles menos esperavam.

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.