Sermão sobre o Chamado de Abraão – Estudos em Gênesis 12

Esboços de Sermão Textual em Gênesis 12 sobre o Chamado de Abraão. Estudo em forma de Esboço para pregar sobre o chamado de Abraão em Gênesis 12.

TEMA: O Chamado de Abrão

TEXTO: Gênesis 12: 1-3

PROPOSTA: Vemos no chamado de Abrão 1) Uma ordem, 2) Uma Promessa, 3) Uma Família, 4) Uma Terra, 5) Uma Fé, 6) Uma Preocupação, 7) Uma prosperidade, 8) Uma Discordância, 9) Uma Resolução, 10) Uma Reafirmação.

Objetivos: Cada um deve ser capaz de contar a história do chamado de Abrão e como se relaciona com o plano de Deus para a salvação do homem.

INTRODUÇÃO: (início deste sermão sobre o chamado de Abraão)

A) Sobre o texto:

1. O livro de Gênesis é o livro dos começos.
2. Em nosso estudo deste livro, vimos o início de…

a) O mundo

b) Animais

c) Cara

d) Casamento e Famílias

e) Pecado

f) línguas

g) Nações

3. Agora começamos a olhar para as origens da nação de Israel em particular.

4. A história começa com um homem chamado Abrão e seu relacionamento com Deus.

5. Vemos na história de Abrão uma espécie de microcosmo de eventos dos quais a nação de Israel também participaria.

6. Nesse sentido, a história de Abrão serve como precedente e exemplo de fidelidade de Israel.

Vemos neste sermão sobre o chamado de Abraão…

1. UMA ORDEM (GÊNESIS 12: 1)

A) A ordem de Deus para Abrão foi simples: “Vá”.

B) Hebreus 11: 8 diz:

“Pela fé Abraão, quando foi chamado para sair a um lugar que depois deveria receber por herança, obedeceu; e ele saiu, sem saber para onde foi.”

C) Viajar era um negócio perigoso naquela época.

D) Além disso, havia a questão do sustento a considerar.

E) Abrão não tinha informações avançadas sobre para onde estava indo.

F) Não obstante, ele foi e obedeceu.

G) A obediência fiel aos mandamentos de Deus são fundamentais para a salvação do homem (Hebreus 5: 9).

H) Israel também teve que aprender a obedecer a Deus depois de sair da terra do Egito.

2. UMA PROMESSA (GÊNESIS 12: 2-3)

A) A ordem de Deus para Abrão a Deus não era sem promessa.

B) Vemos uma grande promessa em 7 partes a Abrão em Gênesis 12: 2-3.

1. Farei de você uma grande nação.
2. Eu vou te abençoar.
3. Vou engrandecer o seu nome.
4. Você será uma bênção.
5. Abençoarei aqueles que te abençoarem.
6. Amaldiçoarei os que te amaldiçoam.
7. Em você, todas as famílias da terra serão abençoadas.

C) As promessas de Deus são cumpridas no tempo de Deus. 

Considere Hebreus 6: 13-15:

“Porque, quando Deus fez promessa a Abraão, visto que não podia jurar por ninguém maior, jurou por si mesmo, Dizendo: Certamente, abençoando-te, e multiplicando, te multiplicarei. E assim, depois de ter suportado pacientemente, ele obteve a promessa.”

D) A promessa de Deus a Abrão aqui começa o plano de Deus para a salvação do homem por meio da nação de Israel.

E) Paulo escreve em Gálatas 4:28:

“Agora nós, irmãos, como foi Isaque, somos os filhos da promessa.”

F) Esta promessa que Deus fez a Abrão é a promessa mais significativa da história pré-cristã.

G) Em Cristo, temos uma promessa maior, João escreve:

“E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna” (1 João 2:25).

3. UMA FAMÍLIA (GÊNESIS 12: 4-5a)

A) Abrão, Sarai, Ló e os servos de Abrão em Harã.

B) Esta família foi o início da nação de Israel.

C) Deus sempre usou a unidade familiar para cumprir seus propósitos.

1. Adão e Eva
2. Noé e sua família
3. Abraão, Isaque e Jacó
4. Família de Davi
5. José e Maria

D) Dessa família, Deus geraria Sua família / Seu povo.

E) Sob a Antiga Aliança: Deuteronômio 14: 2:

“Porque tu és um povo santo ao SENHOR teu Deus, e o SENHOR te escolheu para ser um povo peculiar a si mesmo, acima de todas as nações que estão sobre a terra.”

F) Sob a Nova Aliança: 1 Pedro 2: 9:

“Mas vós sois uma geração escolhida, um sacerdócio real, uma nação santa, um povo peculiar; para que declarais os louvores daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa”.

4. UMA TERRA (GÊNESIS 12: 5b-7a)

A) Deus trouxe Abrão para a terra de Canaã.

B) Foi esta terra que Deus daria aos descendentes de Abrão.

C) A promessa de terra foi cumprida ao Israel nacional sob Salomão. 1 Reis 4:21:

“E Salomão reinou sobre todos os reinos, desde o rio até a terra dos filisteus e até os limites do Egito; eles trouxeram presentes e serviram a Salomão todos os dias da sua vida.”

D) Abrão, entretanto, desejou uma pátria melhor do que uma mera terra física. Hebreus 11: 13-16 afirma:

“Todos estes morreram na fé, não tendo recebido as promessas, mas vendo-os de longe, foram persuadidos deles e os abraçaram e confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Pois aqueles que dizem tais coisas declaram claramente que procuram um país. E, na verdade, se eles tivessem se lembrado daquele país de onde vieram, eles poderiam ter tido a oportunidade de ter retornado. Mas agora desejam uma pátria melhor, isto é, celestial; pelo que Deus não se envergonha de ser chamado seu Deus, porque lhes preparou uma cidade”.

E) Hoje, a promessa de Deus a Abrão é estendida na promessa deste país melhor.

5. UMA FÉ (GÊNESIS 12: 7b-8)

A) Abrão construiu um altar e invocou o nome do Senhor.

B) A expressão “invocou o nome do Senhor” é significativa.

C) Vemos isso usado no Novo Testamento também.

D) Aqui é usado na adoração de Abrão.

E) Foi uma expressão usada por Davi nos Salmos e pelos profetas para transmitir a necessidade do homem pela salvação de Deus.

F) No Novo Testamento, Pedro usa esta expressão como usada em Joel (Atos 2:21).

G) E Paulo declara em Romanos 10:10 que aqueles que fizerem isso serão salvos.

H) Onde o homem precisa de salvação, Deus requer que o homem tenha uma fé viva e ativa.

6. UMA PREOCUPAÇÃO (GÊNESIS 12: 9-13)

A) Vemos aqui um pouco da nação de Israel na vida de Abrão.

B) Assim como os filhos de Israel desceram ao Egito, o mesmo aconteceu com Abrão.

C) A preocupação de Abrão é com a segurança dele e de sua família.

D) Ele instrui Sarai a dizer ao Faraó que ela é sua irmã.

E) Esta era uma meia verdade (Gênesis 20:12).

F) Isso mostrou falta de fé por parte de Abrão para confiar na promessa de Deus.

G) A Bíblia mostra as falhas de caráter de todos os homens, incluindo Abrão (1 João 1: 8).

7. UMA PROSPERIDADE (GÊNESIS 12: 14-20)

A) Deus foi capaz, entretanto, de usar esta situação no Egito como uma oportunidade para Abrão.

B) O Faraó deu a Abrão muitos bens, sob a impressão de que Sarai era sua irmã.

C) Mas Deus envia pragas ao Faraó.

D) Quando o Faraó descobre toda a verdade sobre o relacionamento de Sarai e Abrão, ele os expulsa do Egito.

E) Abrão deixa o Egito com os bens que o Faraó deu.

F) Aqui está outra semelhança dos eventos na nação de Israel.

G) Romanos 8:28:

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

8. UMA DISCORDÂNCIA (GÊNESIS 13: 1-7)

A) Uma vez de volta à terra de Canaã, o povo de Ló e o povo de Abrão discordam.

B) O desacordo diz respeito aos direitos de propriedade.

C) Novamente, o pecado entre o povo de Deus na forma de cobiça.

D) Lucas 12:15 Jesus disse:

“Acautela-te e guarda-te contra a avareza; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui”.

E) Mesmo entre o povo de Deus, haverá alguns desacordos.

F) Devemos lidar com essas divergências com base na palavra e na sabedoria de Deus.

9. UMA RESOLUÇÃO (GÊNESIS 13: 8-13)

A) Abrão age com benevolência.

B) Ele concede a Ló a escolha de onde regar seus rebanhos.

C) Ló armou sua tenda em direção a Sodoma, onde estava toda a vegetação.

D) Abrão foi na direção oposta.

E) Abrão mostrou grande caráter aqui.

F) Filipenses 2: 3-4

“Nada façais por contenda ou vanglória; mas em humildade de espírito, cada um considere os outros melhores do que a si mesmo. Não olhe cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. ”

10. UMA REAFIRMAÇÃO (GÊNESIS 13: 14-18)

A) Deus reafirmou Sua promessa a Abrão a respeito da terra.

B) Ele disse a Abrão para percorrer todo o seu comprimento e largura.

C) Abrão mais uma vez mostrou fé em Deus obedecendo ao mandamento de Deus.

D) Abrão aprendeu que ele era apenas um peregrino em uma terra estranha e nós também somos hoje.

E) 1 Pedro 2:11

“Caríssimos, rogo-vos, estrangeiros e peregrinos, que vos abstenham das concupiscências carnais, que guerreiam contra a alma.”

CONCLUSÃO: (Concluindo o sermão sobre o chamado de Abraão)

A) Vemos no chamado de Abrão:

1) Uma ordem, 2) Uma Promessa, 3) Uma Família, 4) Uma Terra, 5) Uma Fé, 6) Uma Preocupação, 7) Uma prosperidade, 8) Uma Discordância, 9) Uma Resolução, 10) Uma Reafirmação.

B) Deus tem promessas para aqueles que O obedecem hoje também.

C) Temos a promessa de vida eterna se nos submetermos a Ele com fé.

D) Você faria isso esta noite?

E) Convite

baixar pdf biblioteca do pregador
Sermão sobre o Chamado de Abraão (30 downloads)

Este é um sermão textual sobre o chamado de Abraão.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.