Ressurreição, uma doutrina Incontestável (1 Coríntios 15:12-19)

Esboço de Sermão Expositivo em 1 Coríntios 15:12-19 com o tema: Ressurreição, uma doutrina Incontestável. Esboço de Pregação Expositiva defendendo a ressurreição dos cristãos.

TEMA: Ressurreição, uma doutrina Incontestável

TEXTO: 1 Coríntios 15:12-19

12 Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos? 13 E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou. 14 E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.

15 E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.

16 Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou. 17 E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.

18 E também os que dormiram em Cristo estão perdidos. 19 Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.”

INTRODUÇÃO

A fé cristã não tem valor, se os cristãos não ressuscitam dentre os mortos.

I. Se os cristãos não ressuscitam, falta à fé cristã conteúdo válido (vs.12-14)

A. Se os mortos não ressuscitam, segue-se que Cristo não ressuscitou

B. Se Cristo não ressuscitou, então o evangelho é uma ilusão

C. Se o evangelho é uma ilusão, então nossa fé nesse evangelho é vã

Uma segunda razão pela qual a fé cristã não tem valor, a não ser que os cristãos ressuscitem…

II. Se os cristãos não ressuscitam, os apóstolos são mentirosos desprezíveis (v. 15)

A. Visto que todos os apóstolos pregavam a ressurreição de Jesus, que não poderia ter acontecido, se não existisse a ressurreição, então são “falsas testemunhas”

B. São culpados do pior tipo de falsidade, visto que deram testemunho falso acerca de Deus que, segundo eles alegavam, ressuscitou Jesus dentre os mortos

Uma terceira razão pela qual a fé crista não tem valor, sem a ressurreição…

III. Se os cristãos não ressuscitam, então é fútil a fé cristã (vs. 16-17)

A. Se a ressurreição de Cristo não ocorreu, que seria o caso, se não existisse ressurreição dentre os mortos, então não são válidos os efeitos a ela atribuídos

B. Os cristãos, portanto, ainda estão mortos em seus pecados

Um Salvador morto não é Salvador, de modo algum.

Um quarto argumento a ser considerado…

IV. Se os cristãos não ressuscitam, então os cristãos não têm esperança (vs. 18-19)

A. Se não existe ressurreição, então Jesus não ressuscitou, e sua morte não levou a efeito coisa alguma

B. Seguir-se-ia, portanto, que os santos que morreram, “pereceram”

C. Os cristãos que sofrem por Cristo, na expectativa da vida do porvir, são os mais miseráveis

Sem a ressurreição, a esperança que os sustenta é apenas fé naquilo que desejam que seja verdade.

Conclusão:

A ressurreição dentre os mortos consta como uma doutrina crucial do cristianismo.

Se cair por terra, a totalidade do sistema da fé cristã desmorona com ela, e o evangelho cristão e seus pregadores nada oferecem ao mundo.

Visto que Cristo foi ressuscitado, a crença na ressurreição e na fé cristã baseia-se em alicerces fortes. Vivemos em esperança.

baixar pdf biblioteca do pregador
1-Corintios-15-12-19-Ressurreicao-uma-doutrina-incontestavel.pdf (38 downloads)

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.