A Família Abençoada – Pregação no Salmo 128

Esboço de pregação expositiva no Salmo 128 com o tema: A Família Abençoada.

A Família Abençoada

Introdução desta pregação no Salmo 128

O Salmo 128 é mais um exemplo de Salmo de Ascensão, também conhecido como Cântico de Ascensão. Este Salmo era entoado pelo povo judeu durante suas peregrinações em direção a Jerusalém, onde ofereciam sacrifícios ao Senhor.

A prática de fazer sacrifícios ao Senhor era uma questão familiar, e toda a comunidade participava dessas jornadas. Enquanto viajavam rumo a Jerusalém, entoavam cânticos celebrando a beleza e importância da família, todos juntos indo ao culto.

O Salmo 128 destaca três bênçãos distintas: primeiro, a bênção do trabalho nos versículos um e dois; segundo, a bênção da família nos versículos três e quatro; por fim, a bênção da paz nos versículos 5 e 6.

I. Bênção do Trabalho (Salmo 128: 1-2)

Há um elemento fundamental ao comparecer ao culto, e esse elemento é reconhecer a sua dependência do Senhor.

É por isso que o versículo 1 proclama:

“Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor, que anda nos seus caminhos!”

A palavra “temor” aqui significa simplesmente “reverência ou admiração“, embora também inclua um aspecto de medo reverencial. Há uma razão pela qual todos na Bíblia que se encontraram na presença de Deus sentiram que estavam diante da morte iminente.

Essa ideia é semelhante ao que é expresso no livro de Provérbios:

“o temor do Senhor é o princípio da sabedoria”.

Eu poderia dizer do Salmo 128: “o temor do Senhor é o fundamento de um lar cristão abençoado”. A reverência, a admiração e o amor por Cristo são fundamentais para se ter uma vida familiar saudável.

Tudo sobre a sua família, desde a forma como você educa os filhos até como se relaciona com o seu cônjuge e com os seus pais, tudo isso decorre do seu relacionamento com Deus.

Não basta simplesmente reconhecer a existência de Deus. Se você realmente O ama, seguirá os Seus mandamentos.

O versículo 1 reitera esse ponto. Você é abençoado não apenas porque “teme ao Senhor“, mas porque “teme ao Senhor” e “anda nos Seus caminhos“.

Esse é o alicerce de uma família abençoada. Não é uma família perfeita! Mas é uma família que glorifica a Deus. O versículo 1 molda a maneira como lemos e entendemos o restante deste Salmo.

E a partir disso, o salmista aborda o tema do trabalho no versículo 2:

“Comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.”

O que é interessante no versículo 2 é a sua perspectiva positiva sobre o trabalho. O trabalho é uma instituição criada por Deus desde o princípio. Adão e Eva trabalhavam no jardim antes da queda. Foi somente após a queda que Deus declarou que o trabalho se tornaria mais árduo.

O trabalho em si não é mau. A maldição do pecado é o que torna o trabalho árduo.

Mas há também uma satisfação que vem do trabalho árduo e do desfrute dos frutos do seu labor. Há algo gratificante em ganhar a vida honestamente.

As mulheres gostam de homens que trabalham. Um dia, os filhos se orgulharão dos pais que levam o seu trabalho a sério.

Porque sustentar a família de forma honesta e ser um provedor prepara o caminho para o sucesso dos demais. Isso é agradável aos olhos de Deus.

II. Bênção da Família (Salmo 128: 3-4)

Observe que os versículos 3 e 4 se dirigem principalmente aos maridos.

Como percebemos isso? Bem, o versículo 3 menciona especificamente “sua esposa“. E o versículo 4 declara que “assim será abençoado o homem“.

Veja o que resulta do trabalho árduo:

“Sua esposa será como uma videira frutífera dentro de sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor da sua mesa”.

Quando os homens assumem seus papéis de maridos, pais e provedores, tornam-se uma bênção para suas famílias.

No entanto, o salmista não está sugerindo que o bem-estar de todos depende exclusivamente dos maridos.

Afinal, os maridos falham. Cometemos erros. Mas lembre-se, estamos generalizando aqui, aplicando princípios gerais. Geralmente, quando os homens assumem seus papéis de maridos e provedores, isso beneficia toda a família.

Este é um ponto inegável. A ausência paterna é um problema significativo neste país. Considere os danos causados porque os homens falharam em abraçar o papel que Deus lhes deu.

E, ironicamente, aqueles que se afastam de suas famílias pensam que estão fazendo o melhor para si mesmos. Acreditam que suas vidas serão melhores se rejeitarem seus papéis de maridos e pais.

O que é notável no versículo 4 é que o salmista nos diz que “assim o homem [é] abençoado”. Veja, Deus abençoa os homens por meio de suas esposas e filhos! Há uma felicidade e alegria indescritíveis em ser um marido e pai amoroso.

Sua esposa e filhos não são um fardo. São bênçãos maravilhosas. A felicidade duradoura não vem de fora de sua família, porque sua própria família é uma fonte de felicidade dada por Deus.

III. Bênção da Paz (Salmo 128: 5-6)

As bênçãos da família se estendem ao povo de Deus, a igreja. Não estamos falando apenas de bênçãos materiais, mas sim de bênçãos espirituais. As bênçãos fluem de Deus, passam pela família e chegam à igreja. Pois a família é a base da igreja, assim como foi a base da nação de Israel.

Por isso, o salmista transita dos assuntos familiares nos versículos 3 e 4 para a comunidade de adoração nos versículos 5 e 6:

“O Senhor te abençoe desde Sião! Possas tu ver o bem de Jerusalém todos os dias da tua vida! Possas tu ver os filhos dos teus filhos! Paz seja sobre Israel!”

Um comentarista colocou os versículos 5 e 6 desta forma:

“[O Salmo 128]… encoraja o indivíduo a contribuir para a edificação do reino de Deus, vivendo uma vida justa na presença de Deus. Através disso, sua família será estabelecida e, por meio dela, Deus estenderá Suas bênçãos a todo o Seu povo.”

Liderar sua família diante do Senhor, em última análise, abençoa o corpo de crentes. Isso edifica a igreja. A fidelidade a Deus e à Sua Palavra é a salvaguarda da igreja. Ao ensinar seus filhos na verdade da Palavra de Deus, você está protegendo o futuro da igreja.

A forma como você cria sua família não afeta apenas você, mas também aqueles ao seu redor.

E para aqueles que não têm filhos em casa? Para os solteiros ou viúvos? A igreja precisa de você. Você desempenha um papel vital.

Pais, não tenham medo de pedir ajuda. Existem pessoas ao seu redor que podem ajudá-los a guiar seus filhos para Cristo.

Não é esse o tipo de ambiente cristão em que queremos criar nossos filhos? Criar nossos filhos e os filhos deles nesse tipo de ambiente eclesial é exatamente o que queremos!

Bênção, prosperidade e paz são os resultados de famílias que têm laços profundos entre si. É assim que alcançamos a paz na vida da igreja. A paz dentro da igreja vem através de pessoas que confiam no Senhor para obter força.

O que torna o Salmo 128 tão especial é que ele olha para a família com felicidade e positividade, enquanto nossa cultura e o mundo veem a família com tanto desprezo.

Mas você não diz que sua família é uma bênção porque você é cristão. Está ao contrário. Sua fé em Cristo molda a forma como você vê sua família. A maneira como você vê sua família decorre de sua fé em Cristo, porque criar uma família é um empreendimento espiritual!

Talvez você esteja sentado aí pensando que falhou nisso. Talvez você tenha vindo a Cristo mais tarde na vida, depois que seus filhos saíram de casa. Arrependa-se. Arrependa-se diante do Senhor, é claro, mas arrependa-se também diante de sua família. Se você quer mostrar à sua família a obra que Deus realizou em sua vida, peça perdão a eles. É a sua caminhada com Cristo que permite que você veja isso!

Como eu disse anteriormente, o temor do Senhor, a confiança em Cristo para a sua salvação é o início de uma família que glorifica a Deus.

Grande parte da controvérsia em nosso mundo gira em torno da definição bíblica de casamento e família. A agenda LGBTQ, o aborto, a autonomia pessoal, todas essas coisas se opõem às definições bíblicas de casamento e família.

Porque o mundo acredita que obedecer ao desígnio de Deus equivale a ceder a sua felicidade pessoal.

O mundo ensina que ser capaz de fazer o que quiser é o que o deixará feliz. Quanto mais autônomo você for, mais feliz será.

Eles não acham que confiar em Cristo possa fazer você feliz, quando na realidade é a única coisa que lhe trará felicidade duradoura.

Mas o Salmo 128 contrasta completamente ao ensinar-lhe que sua família é uma fonte de grande felicidade. Talvez a melhor maneira de expressar isso seja: submeter-se à vontade de Deus para sua vida é o que o fará feliz.

Conclusão deste sermão no Salmo 128

Pais, avós, irmãs e irmãos, tias e tios, todos temos uma oportunidade incrível diante de nós: mudamos o mundo ensinando as coisas de Deus para a próxima geração. Levar seus filhos e netos à igreja, ler a Bíblia para eles, ensiná-los sobre Deus, orar com eles é como impactamos o mundo para Cristo!

Sua família não é apenas um apêndice do seu corpo ou algo assim. Sua família é o trabalho de sua vida dado por Deus! E é um privilégio! Obrigado Senhor!

Veja, abraçar Cristo com fé e aceitar os papéis dados por Deus são o segredo da felicidade. Isso não significa que você terá uma vida perfeita. Mas isso significa que você glorificará a Deus.

Que você e eu encontremos nossa felicidade em Cristo e no que ele nos chamou para fazer. Amém.

Se gostou desta pregação no Salmo 128, então confira mais esboços de sermões.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Paz e Graça. Que Deus continue abençoando poderosamente e abrindo as fronteiras do conhecimento da palavra de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!