As 8 características de um homem perseverante na oração

Perseverança é a chave para uma vida de oração efetiva. No texto de Gênesis 32, vemos Jacó como um exemplo de um homem que persevera em oração. Vamos explorar as características de um homem perseverante na oração.

1. Confia nas promessas de Deus

“Disse mais Jacó: Deus de meu pai Abraão e Deus de meu pai Isaque, ó Senhor, que me disseste: Torna à tua terra e à tua parentela, e far-te-ei bem.”

Gênesis 32:9

As promessas de Deus são uma âncora para nossas orações. Como Salomão declarou:

“Bendito seja o Senhor, que deu repouso ao seu povo Israel, conforme a tudo quanto prometeu; nem uma só palavra falhou de todas as suas boas promessas, feitas por intermédio de Moisés, seu servo.” (1 Reis 8:56)

DL Moody diz “Deus nunca fez uma promessa que fosse boa demais para ser verdade.”

Confia nas promessas de Deus é uma das características que não falta em um homem perseverante na oração.

2. Reconhece sua indignidade

“Menor sou eu que todas as beneficências e que toda a fidelidade que tens usado para com o teu servo; porque, com o meu cajado, passei este Jordão e agora me tornei em dois bandos.”

Gênesis 32:10

A humildade é essencial na oração. O centurião romano demonstrou isso quando disse:

“Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado; mas dize somente uma palavra, e o meu criado sarará.” (Mateus 8:8)

Jesus contou que dois homens foram ao templo para orar: um fariseu e um publicano. O fariseu orou orgulhosamente, agradecendo a Deus por não ser como outros homens, e enumerando suas boas ações. O publicano, por outro lado, sentindo-se indigno, pediu misericórdia a Deus. Jesus concluiu que o publicano foi justificado, enquanto o fariseu não, porque quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado.

Um homem perseverante na oração é humilde. Ele reconhece que o poder da oração não está em quem ora, mas a quem oramos.

3. Ora com objetivos bem determinados

“Livra-me, peço-te, da mão de meu irmão, da mão de Esaú, porque o temo; não venha, porventura, ferir-me a mãe com os filhos.”

Gênesis 32:11

Orar com clareza é fundamental. A igreja primitiva exemplificou isso em suas orações por ousadia:

“Agora, pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças, e concede aos teus servos que falem com toda a ousadia a tua palavra, enquanto estendes a mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome do teu santo Filho Jesus.” (Atos 4:29-30)

Você sabe o que realmente quer que Deus faça? Se não, como Deus vai te responder sua oração se nem você sabe o que quer?

Tenha objetivos firmes. Quando Deus vê sua determinação por algo, Ele peleja por você, pois sabe o quanto persevera nisso.

4. Está sozinho com Deus

“Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu.”

Gênesis 32:24

Tempo a sós com Deus é vital. Um dos melhores presentes que podemos dar a nós mesmos é um tempo a sós com Deus. Jesus instruiu:

“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:6).

Ele próprio buscava solitude para orar:

“E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já a tarde, estava ali só.” (Mateus 14:23)

Podemos estar cansados, ​​e emocionalmente perturbados, mas depois de passar algum tempo a sós com Deus, ficamos fortes, cheios de energia e renovados.

O tempo que você passa a sós com Deus em oração, transformará seu caráter.

5. Luta na oração

“Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.”

Gênesis 32:28

“Ele lutou com o anjo e prevaleceu; chorou e lhe pediu mercê; em Betel, achou-o, e ali falou conosco.”

Oséias 12:4

A oração é muitas vezes uma batalha espiritual. Jesus demonstrou isso no Getsêmani: “E, posto em agonia, orava mais intensamente; e o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.” (Lucas 22:44)

“Diga-me quanto tempo você passa a sós com Deus… e eu lhe direi o quão espiritual você é.” Leonardo Ravenhill

Lutar com Deus não é por Deus na parede, mas sim ser um guerreiro na oração. Por isso, essa é uma das características de um homem perseverante na oração.

6. Apega-se a Deus na oração

“Então, disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se me não abençoares.”

Gênesis 32:26

Persistência é crucial. Jacó não soltou o anjo até receber a bênção. Devemos ter a mesma tenacidade. A oração insistente é o sincero movimento interior do coração em direção a Deus.

As batalhas são vencidas ou perdidas no campo da oração, mas até a oração pode ser uma batalha.

George Muller disse: “A grande falha dos filhos de Deus é que eles não continuam em oração; eles não continuam orando; eles não perseveram. Se eles desejam algo para a glória de Deus, eles devem orar até que o consigam”

7. É ricamente recompensado

“Então, disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste. E Jacó lhe perguntou e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali.”

Gênesis 32:28-29

Deus recompensa aqueles que buscam a Ele com persistência.

  • Deus recompensou Abraão pela sua fé – Gênesis 22:15-18
  • Deus recompensou Moisés com perdão e orientação para o povo de Israel – (Êxodo 32:11-14)
  • Deus recompensou Ana com um filho, Samuel – 1 Samuel 1:20
  • Deus recompensou Ezequias com cura e prolongação da vida – 2 Reis 20:5-6
  • Deus recompensou Jó dobrando suas bênçãos – Jó 42:10
  • Deus recompensou Elias com chuva após sua fervorosa oração. (Tiago 5:17-18)
  • Deus recompensou Daniel com livramento na cova dos leões – Daniel 6:22
  • Deus recompensou Neemias na reconstrução dos muros de Jerusalém (Neemias 2:4-8)

“Se tudo o que fizermos for buscar a mão de Deus, poderemos perder Sua face. Mas se buscarmos Sua face, Ele ficará feliz em abrir Sua mão em provisão e poder.”  Daniel Henderson

8. Lembra-se, com gratidão, de todas as bênçãos já recebidas

“Menor sou eu que todas as beneficências e que toda a fidelidade que tens usado para com o teu servo; porque, com o meu cajado, passei este Jordão e agora me tornei em dois bandos.”

(Gênesis 32:10

Gratidão é a atitude que devemos manter em nossas orações. É uma característica de uma pessoa de oração. O salmista nos lembra:

“Rendam graças ao Senhor por sua bondade e por suas maravilhas para com os filhos dos homens!” (Salmo 107:8)

Tudo o que temos vem das mãos de Deus; mesmo quando trabalhamos por isso ou o merecemos, Ele nos concedeu a capacidade e a oportunidade para alcançá-lo.

Gostou dessas 8 características de um homem perseverante na oração? Que possamos aprender com Jacó e nos tornar homens e mulheres perseverantes na oração.

André Lourenço

Bacharel em Teologia, Graduado em Gestão da Qualidade e Pós Graduando em Psicologia nas Organizações, André possui mais de 17 anos de experiência na pregação e ensino da Bíblia. É Professor de cursos de Homilética e Hermenêutica. Já escreveu centenas de estudos bíblicos e ministra aulas na EBD. Se considera um eterno aprendiz e apaixonado por Compartilhar a Palavra de Deus!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo