Como sabemos que a Bíblia é a Palavra inspirada de Deus?

Pergunta: Minha amiga é uma fiel frequentadora da igreja, mas ela não acredita que a Bíblia seja a Palavra de Deus. Ela acredita que é um bom livro com ensinamentos morais. Como a Bíblia foi inspirada?

A Bíblia é a Palavra inspirada de Deus?

Eu gostaria de mostrar a você que a Bíblia como a conhecemos hoje é totalmente inspirada e bastante confiável como a Palavra de Deus.

Estou convencido de que não há nada mais importante para o cristão do que uma completa compreensão e entendimento da Bíblia. Veja, a Bíblia é nossa única autoridade para viver a vida cristã.

Lembro-me de conversar com um amigo na faculdade sobre salvação. Ele me contou o que pensava sobre Deus, suas opiniões e sua visão de mundo. Eu finalmente disse a ele: “Olha, eu não me importo com suas opiniões! Você não é minha autoridade. Eu quero saber “o que a Bíblia diz?” Isso é o que importa para mim.

As pessoas descrevem grandes sentimentos e experiências que aconteceram com elas e dizem que são de Deus. Eu posso dizer rapidamente se isso é verdade ou não. Se a experiência delas não está de acordo com a Palavra, tenho certeza de que não foi de Deus.

A Bíblia é nosso padrão: nosso padrão de vida, para determinar se uma experiência é de Deus ou de Satanás. É o nosso roteiro para o céu. No entanto, como posso ter certeza de que é realmente a Palavra de Deus e não apenas uma coleção de escritos de um grupo de homens ao longo dos anos?

Significado de Bíblia

O nome “Bíblia” significa simplesmente livro. A Bíblia nunca chama a si mesma de Bíblia. A palavra usada em Mateus 19:7: “Por que então, perguntaram eles, mandou Moisés que um homem desse à sua esposa uma certidão de divórcio e a mandasse embora?” 

Em Lucas 4:7, Satanás tenta Cristo: 

E Satanás disse a Jesus: “Eu te darei toda a sua autoridade e esplendor; foi-me dado, e posso dá-lo a quem eu quiser. Se você me adorar, tudo será seu.” Jesus respondeu: Está escrito: Adore o Senhor, seu Deus, e só a ele sirva”. 

Satanás tentou Jesus três vezes. Ele citou Deuteronômio 8:3, 6:13, Salmo 91:11-12. Jesus respondeu a Satanás todas as vezes com “Está escrito…”

O nome “Bíblia” é de Biblos – um dos dois lugares onde o papiro cresceu. Eles fizeram livros de papiro. 

O que significa que a Bíblia é inspirada por Deus?

O que significa “inspiração”?

2 Pedro 1:21: “Pois a profecia nunca teve origem na vontade humana, mas os profetas, embora humanos, falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo.”

Embora escrita por humanos, a Bíblia é a mensagem de Deus para o homem e não uma mensagem do homem para seus semelhantes. Isso é importante porque alguns dizem que a Bíblia nada mais é do que escrita humana.

2 Timóteo 3:16-17: Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, repreender, corrigir e instruir na justiça, a fim de que o servo de Deus seja perfeitamente habilitado para toda boa obra.

A palavra “inspiração” aqui é a única vez usada na Palavra de Deus. Significa literalmente “sopro de Deus”. Este versículo indica que a Escritura é produzida por Deus. No entanto, de modo algum indica os meios de Deus para produzi-lo. 

Lembro-me de quando criança, imaginando como Deus falou com os escritores do Novo Testamento para lhes dar a Bíblia. Eram máquinas que Deus socava como um computador para escrever exatamente o que Ele queria enquanto ditava para eles? Como Deus realmente inspirou a Bíblia?

4 Teorias da Inspiração Bíblica

1. Teoria do ditado

Esta teoria afirma que os escritores eram simplesmente estenógrafos. Os escritores eram passivos e apenas escreviam tudo o que Deus dizia. Esta tem sido a visão da Igreja Católica Romana durante séculos.

O problema com essa premissa é que se Deus escreveu tudo por Seu ditado, então deve soar o mesmo em toda a Escritura. Quando você lê Isaías, não soa como Ezequiel, ou Marcos contrastando com João. Não é o mesmo estilo e vocabulário. No entanto, os autores injetaram seus sentimentos, desejos e tom pessoais. Um exemplo disso é a oração sincera de Paulo por Israel em Romanos 9.

Romanos 9:1-3: “Eu falo a verdade em Cristo, não estou mentindo, minha consciência confirma isso através do Espírito Santo, tenho grande tristeza e angústia incessante em meu coração. Pois eu poderia desejar que eu mesmo fosse amaldiçoado e separado de Cristo por causa do meu povo, os de minha própria raça, o povo de Israel.” 

Esta oração apaixonada perderia o seu significado se fosse ditada por Deus. No entanto, alguns ditados ocorreram, como no caso dos Dez Mandamentos e da Lei.

2. Inspiração Parcial

Esta premissa ensina que a Bíblia contém a Palavra de Deus: parte de Deus e parte do homem (Deus inspira o que não pode se conhecer por meios naturais, ou seja, relatos da criação, alguma profecia, etc.) A Bíblia tem erros, mas comunica a verdade.

3. Inspiração Naturalista

Este princípio ensina que os escritores da Bíblia não foram mais inspirados do que outros homens ao longo da história. Eles não foram mais inspirados do que Shakespeare ou Milton. A Bíblia é apenas mais um livro sobre religião, destrói toda reivindicação de autoridade divina.

4. Inspiração Dinâmica

As verdades vêm de Deus, mas Ele permitiu que o escritor usasse suas próprias palavras e personalidade para comunicar essa verdade. Isso explica as diferenças de estilo (Marcos 16:1-9; 9:20), individualidade, humores expressos e medos, etc.

Sobre como Deus inspirou a escrita da Bíblia:

1. Toda a Escritura é inspirada por Deus e, portanto, é a única autoridade para viver.

2. Deus supervisionou a escrita, mas não a ditou.

3. Ele usou autores humanos e seus próprios estilos individuais.


Autor Dr. Roger Barrier, adaptado por Biblioteca do Pregador.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo