Deus literalmente se senta em um trono?

Você já parou para pensar no trono de Deus? Embora muitas vezes possamos ler sobre isso, ou até mesmo cantar sobre isso, o que vem à mente quando você considera o trono de Deus? Quando a maioria das pessoas pensa em um trono, geralmente envolve um assento físico e alguém sentado nele. Mas isso significa que Deus literalmente se senta em um trono ou isso é de natureza mais figurativa? Seja literal ou figurado, que responderemos em um momento, uma coisa que sabemos com certeza é que um dia estaremos diante do trono de Deus.  

Deus literalmente se senta em um trono? Nas Escrituras, há momentos em que o trono de Deus pode parecer literal e há momentos em que o trono de Deus pode parecer metafórico. Deixe-me dar um exemplo de ambos:

Exemplos onde o trono de Deus parece literal

“No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e o seu séquito enchia o templo. Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.” – Isaías 6:1-2

“Imediatamente eu estava no Espírito, e diante de mim estava um trono no céu com alguém sentado nele.  E aquele que estava sentado ali tinha a aparência de jaspe e rubi. Um arco-íris que brilhava como uma esmeralda circundava o trono.” – Apocalipse 4:2-3

Essas duas descrições do trono de Deus, uma que Isaías viu e outra que João viu, fazem com que você queira sugerir que Deus literalmente se senta em um trono. Quando você lê estas visões cheias de detalhes, realmente parece que Deus está sentado em um trono.

Exemplos onde o trono de Deus parece metafórico

“Assim diz o Senhor: “O céu é o meu trono, e a terra é o escabelo dos meus pés…” – Isaías 66:1

“Mas eu vos digo que não jureis de forma alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus, nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés, nem por Jerusalém, porque é a cidade do Grande Rei.” – Mateus 5:34-35

Nesses versículos, o trono de Deus não parece estar se referindo a um assento literal. Na verdade, faz com que o trono pareça mais uma morada do que um verdadeiro lugar para sentar. Você poderia argumentar se apenas usasse esses dois versículos que todo o céu representa o trono de Deus porque esse é o seu lugar de habitação.

Qual é o veredito?

O site Got Questions usou esta descrição para descrever o trono de Deus: “O trono de Deus não precisa ser pensado como um trono literal. Deus Pai é incorpóreo (Jo 4:24). Não tendo um corpo físico, Deus não senta literalmente. As referências a um trono divino são semelhantes a alusões bíblicas à mão ou boca ou olhos de Deus, são antropomorfismos, descrições de Deus expressas em termos humanos em deferência ao nosso conhecimento limitado. Deus tem que se descrever de maneiras que possamos entender.”

No geral, tendo a concordar com essa opinião e acreditar que Deus não se senta em um trono literal e, muitas vezes, esse termo se usa figurativamente nas Escrituras. Embora isso possa ajudar a resolver a questão, há algo mais a considerar. Quer o trono de Deus seja literal ou figurativo, precisamos ser claros sobre o que o trono de Deus representa.

O que o trono de Deus representa?

O trono de Deus representa sua majestade e glória, mas também representa seu poder, controle e autoridade. Quem está sentado no trono é quem está no comando porque é a sede do poder. Visto que Deus está sentado no trono, ele tem autoridade completa e o direito de fazer o que quiser. Ele é a autoridade máxima, e todas as outras autoridades estão sujeitas a ele. 

Pode-se dizer que realmente não importa se o trono de Deus é literal ou figurativo, porque seu poder e autoridade são reais, e um dia estaremos diante de seu trono para prestar contas. 

Estaremos diante de um trono literal?

Bíblia é clara que todos nós teremos que prestar contas um dia de nossas vidas. Todos compareceremos perante o tribunal.

“Você, então, por que você julga seu irmão ou irmã? Ou por que você os trata com desprezo? Pois todos nós estaremos diante do tribunal de Deus.” – Romanos 14:10

“Então vi um grande trono branco e o que estava assentado nele. A terra e os céus fugiram de sua presença, e não havia lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e abriram-se livros. Abriu-se outro livro, que é o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que haviam feito, conforme registrado nos livros”. – Apocalipse 20:11-12

Quando a Bíblia fala de julgamento, a imagem é de alguém que é juiz, que está sempre sentado, e daqueles que vêm diante do juiz, que geralmente estão de pé diante dele. Normalmente, em um tribunal de justiça, quando se lê um veredito ou se dá uma sentença, o réu fica diante do juiz. Você provavelmente já ouviu dizer em um tribunal de justiça “O réu, por favor, levante-se?”. Isso é semelhante ao que acontecerá no julgamento, porque todos estaremos diante do trono de Deus para que o veredito seja lido. 

Para aqueles em Cristo, isso não será um julgamento de pecado porque seus pecados foram julgados em Cristo. Este será um julgamento de recompensa pelo que você fez desde que foi salvo. 

Para aqueles que não conhecem a Cristo, este será um julgamento do pecado. Não sei ao certo se o trono mencionado para julgamento é literal ou figurativo, mas neste caso eu me inclinaria para um trono literal. 

A Bíblia declara que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus é Senhor (Filipenses 2:10-11). 

Este é um daqueles lugares onde isso pode acontecer porque todos estarão diante do trono e reconhecerão Jesus como Senhor de todos.

O trono que mais importa

Poderíamos argumentar que o trono de Deus é literal e figurado a partir das Escrituras. Independentemente de qual seja a verdadeira, em sua vida esse não é o trono mais importante para Deus se sentar. 

Há um trono que importa mais do que qualquer outro trono e esse é o trono do seu coração. O que Deus realmente deseja é sentar-se no lugar da autoridade em sua vida, onde ele possa dirigir seus caminhos e ordenar seus passos. 

A coisa incrível sobre Deus é que, embora ele seja todo-poderoso, ele não se forçará a subir no trono do seu coração. Observe estas palavras de Jesus:

“Aqui estou! Estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e comerei com essa pessoa, e ela comigo.” – Apocalipse 3:20

Jesus, o Rei dos Reis e o que tem toda a autoridade, batendo suavemente, sem forçar a porta do seu coração. Um dia saberemos com certeza se veremos Deus sentado em um trono literal ou não, mas até esse dia chegar, se Cristo estiver sentado no trono do seu coração, você não terá nada a temer no dia em que estiver diante do trono. de Deus.


Por Clarence L. Haynes Jr. 

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo