Êxodo 3.15: O Deus de Abraão, Isaque e Jacó

Esboço de Sermão em Êxodo 3.15 com o tema: O Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Esboço de Pregação Expositiva sobre uma das identidades de Deus.

TEMA: O DEUS DE ABRAÃO, ISAQUE E JACÓ

TEXTO: Êxodo 3.15

“E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: O SENHOR Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é meu nome eternamente, e este é meu memorial de geração em geração”.

Introdução

O Deus de Abraão, Isaque e Jacó é o Deus verdadeiro ao qual servimos e adoramos.

Não há outro diante do qual devemos nos prostrar (Êx 20.1-5).

Ele é o grande EU SOU (Êx 3.14), o que ERA, É e SERÁ eternamente. Amém!

Veremos então, lições importantes do Deus de Abraão, Isaque e Jacó:

I. O Deus de Abraão

A) O Deus que honra suas promessas (Gn 12.1-3).

Deus chamou Abrão, pai das alturas, de Ur do caldeus e o mandou ir para uma terra a qual ele não conhecia.

O Senhor fez-lhe uma tríplice promessa:

  1. Faria dele uma grande nação;
  2. Abençoá-lo-ia;
  3. E, faria dele uma bênção: nele, Abraão, seriam benditas todas as nações da Terra.

B) O Deus que guarda a aliança (Gn 15.18).

Abrão não tinha filhos, Sarai era estéril, mas o Senhor lhe prometeu dar um herdeiro.

Ele não poderia contar o número dos seus descendentes (v.5).

O Senhor renovou o pacto com ele e mudou-lhe o nome para Abraão, pai da multidão (Gn 17.1-14).

II. O Deus de Isaque

A) O Deus de milagres (Gn 21.5,6).

O nascimento de Isaque foi um milagre único.

Aos cem anos, um homem vigoroso, eventualmente, poderá ser pai; mas uma mulher estéril, e aos noventa anos, é impossível de ser mãe.

B) É o Deus que provê (Gn 22.8-14).

O Deus de Isaque, Jeová Jiré, provou a fé de Abraão, mas proveu o cordeiro para o sacrifício (Jo 1.29; Ap 13.8).

Isaque veio a ser o pai dos gêmeos Esaú e Jacó (Gn 25.24,25).

III. O Deus de Jacó

A) O mau caráter de Jacó.

Seu nome significa suplantador; seu caráter não era recomendável: comprara a primogenitura de Esaú (Gn 25.31-34) e enganara a seu pai (Gn 27.18-29,35).

B) O Deus que transforma o homem (Gn 32.25-28).

Em Peniel, o Senhor mudou-lhe o nome e o caráter.

Sua natureza carnal fora vencida: morreu o velho homem, Jacó, e nasceu o homem espiritual, Israel, homem de Deus.

IV. O Nosso Deus

A) É Deus de vivos (Mt 22.32).

Em Cristo todos temos a vida eterna (Jo 10.28).

B) Fez-nos uma nova criatura, em Cristo (2 Co 5.17).

C) Provê nossas necessidades (Sl 23.1; Lc 6.38; Fp 4.19).

D) Cumpre suas promessas (Hb 13.5).

Conclusão

Não há outro Deus além do de Abraão, Isaque e Jacó ao qual devamos adorar.

Ele é também o nosso Deus

baixar pdf biblioteca do pregador

ESBOÇO PDF: DEUS DE ABRAÃO, ISAQUE E JACÓ (ÊXODO 3.15)

Exodo-3.15-Deus-de-Abraao-Isaque-e-Jaco.pdf (154 downloads)

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.