O que a Bíblia diz sobre o ocultismo?

O ocultismo é uma prática que tem atraído muitas pessoas ao longo dos anos, seja por curiosidade, busca de respostas ou até mesmo por influência cultural. No entanto, para os cristãos, o envolvimento com o ocultismo é uma questão muito séria, pois pode levar a consequências espirituais negativas. A Bíblia oferece orientação clara sobre o assunto, e é importante que os cristãos entendam o que a Palavra de Deus diz sobre o ocultismo para tomar decisões sábias em relação a essa prática.

Neste artigo, vamos explorar o que é o ocultismo, o que a Bíblia diz sobre ele e como os cristãos devem se relacionar com essa prática.

O que é ocultismo?

Ocultismo é um conjunto de práticas que envolvem a busca por conhecimento ou poder sobrenatural, geralmente através de rituais, magia ou contato com entidades espirituais. Essas práticas podem incluir adivinhação, feitiçaria, espiritismo, entre outras.

O ocultismo é frequentemente associado à crença em forças ocultas que podem ser utilizadas para fins pessoais ou para controlar eventos e situações. Algumas pessoas consideram o ocultismo uma forma de espiritualidade ou religião, enquanto outras o veem como um conjunto de práticas perigosas e antiéticas.

O que a Bíblia diz sobre o ocultismo?

A Bíblia condena o ocultismo e alerta para os perigos de se envolver em práticas ocultas, como feitiçaria, adivinhação e espiritismo. Ela enfatiza que Deus é a única fonte de sabedoria e poder espiritual e adverte contra buscar conhecimento e orientação em espíritos malignos.

Aqueles que praticam o ocultismo são considerados rebeldes contra Deus e sujeitos a julgamento divino.

A Bíblia também oferece esperança e perdão para aqueles que se arrependem de suas práticas ocultas e se voltam para Deus.

Versículos bíblicos sobre ocultismo

“Não vos vireis para os que consultam os mortos nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus” (Levítico 19:31).

“Quando entrares na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos, pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor, teu Deus, os lança de diante de ti” (Deuteronômio 18:9-12).

“Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem difamadores, nem roubadores herdarão o Reino de Deus” (1 Coríntios 6:9-10).

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o Reino de Deus” (Gálatas 5:19-21).

“Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo” (1 João 3:8).

Por que o ocultismo é perigoso?

O ocultismo é perigoso porque pode levar as pessoas a se envolverem em práticas espirituais que não estão alinhadas com a vontade de Deus.

A Bíblia adverte contra a participação em atividades ocultas, pois elas podem abrir portas para a influência maligna em nossas vidas. Além disso, muitas práticas ocultas envolvem a manipulação de poderes sobrenaturais e podem levar a uma falsa sensação de controle, que pode acabar se transformando em uma obsessão ou dependência.

As consequências dessas práticas podem ser espirituais, emocionais e físicas, e podem levar à alienação de Deus e à destruição pessoal.

Como os cristãos devem se relacionar com o ocultismo?

Como o ocultismo é contrário às crenças cristãs, os cristãos devem evitar qualquer envolvimento com práticas ocultas. A Bíblia exorta os cristãos a se afastarem de tais práticas e a buscar somente a orientação de Deus.

Em vez de recorrer a métodos ocultos, os cristãos devem confiar em Deus e em sua palavra para encontrar direção e propósito em suas vidas. Além disso, os cristãos devem orar pelos que se envolvem em práticas ocultas e compartilhar o amor de Deus com eles.

Conclusão

Em conclusão, a Bíblia é clara em relação ao ocultismo: ele é perigoso e contrário aos ensinamentos de Deus. Os cristãos são chamados a se afastarem do ocultismo e se voltarem para Deus em oração e busca da verdade. A busca pelo conhecimento e poder sobrenaturais pode levar à perdição, mas a busca pela verdade em Deus leva à vida eterna.

Portanto, é importante que os cristãos estejam cientes do perigo do ocultismo e se dediquem a um relacionamento íntimo com Deus para encontrar a verdadeira sabedoria e orientação em suas vidas.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo