O que Jesus quer dizer com “Eu sou a luz do mundo” em João 8:12?

Você sabe o que Jesus quer dizer com “Eu sou a luz do mundo” em João 8:12?

No século 21, pode ser fácil esquecer que a noite existe. É tão fácil afastar a escuridão com luzes elétricas dentro e fora de nossas casas, sem mencionar as luzes da rua, os letreiros de néon, os faróis e as telas brilhantes. 

Mas na época de Jesus, a escuridão era inevitável. 

Quando o sol se punha, o máximo que alguém tinha era uma fogueira ou uma lamparina a óleo. 

Ladrões e espíritos malignos eram fontes constantes de medo que podiam estar à espreita nas sombras. 

A escuridão era um lembrete da incerteza da vida e da pequenez dos humanos diante do mal.

Quem é a luz do mundo?

Foi para este tipo de mundo que Jesus veio, um mundo ansiando por luz. 

Foi profetizado que “o povo que andava em trevas viu uma grande luz; aqueles que habitavam em uma terra de trevas profundas, sobre eles resplandeceu a luz” (Isaías 9:2) quando Emanuel veio habitar conosco. Dele também foi dito:

“O sol nascente virá até nós do céu

para brilhar sobre aqueles que vivem na escuridão

e na sombra da morte,

guiar os nossos pés pelo caminho da paz.” (Lucas 1:78-79).

Quando Jesus começou seu ministério, ele é retratado como a luz tão esperada por Mateus:

“Ouvindo Jesus que João estava preso, retirou-se para a Galiléia. Saindo de Nazaré, foi morar em Cafarnaum, que estava junto ao lago, na região de Zebulom e Naftali, para cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías:

‘Terra de Zebulom e terra de Naftali, caminho do mar, além do Jordão,

Galiléia dos gentios – o povo que vivia nas trevas viu uma grande luz;

sobre os que vivem na terra da sombra da morte raiou uma luz.'” 

Daquele momento em diante, Jesus começou a pregar: “Arrependei-vos, porque o reino dos céus está próximo”.

Qual é o contexto de João 8:12?

Durante o ministério de Jesus na terra, ele se referiu a si mesmo como a luz do mundo (João 8:12, João 9:5, João 12:46). 

Em João 8:12, por exemplo: “Novamente Jesus lhes falou, dizendo: Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”

Jesus fala estas palavras. no contexto de múltiplos desacordos entre os judeus sobre quem ele era e o que ele disse, e a incredulidade e ódio crescente dos líderes judeus em relação a ele. 

Depois que ele afirmou ser a luz do mundo, os líderes judeus imediatamente o desafiaram. 

Essas interações continuam a aumentar por muitos outros versículos até que Jesus finalmente faz a declaração: “Em verdade te digo… antes de Abraão nascer, eu sou!” e os líderes tentam apedrejá-lo porque ele deixou claro que ele é afirmando ser Deus em carne.

O que a luz significa na Bíblia?

Na Bíblia, a luz significa Deus e as coisas boas que vêm dele. “Deus é luz”, diz João, “e nele não há treva alguma” (1 João 1:5). 

Ele também é chamado de “o Pai das luzes celestiais, que não muda como sombras inconstantes” (Tg 1:17). 

Veja algumas descrições na Bíblia sobre o luz:

O salmista declara:

“O Senhor é minha luz e minha salvação ; a quem temerei?” (Salmo 27:1). 

O primeiro ato de criação de Deus foi dizer:

“Haja luz” (Gênesis 1:3). 

Em João 1, o apóstolo começa a desenvolver um tema do Jesus eternamente existente como a luz à qual ele continuará a retornar ao longo de seu Evangelho e outros escritos:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por meio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele era a vida, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não a venceram. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Ele veio como testemunha, para dar testemunho de a luz, para que todos cressem por meio dele. Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. A verdadeira luz, que ilumina a todos, estava vindo ao mundo”. (João 1:1-9)

O Senhor predisse que levantaria um servo sofredor para fazer discípulos de todas as nações, dizendo:

“É muito leve que você seja meu servo para levantar as tribos de Jacó e trazer de volta os preservados de Israel; Eu te farei luz para as nações, para que minha salvação chegue até os confins da terra” (Isaías 49:6).

Paulo mostra como Jesus cumpre esta profecia quando proclama:

“Não estou dizendo nada além do que os profetas e Moisés disseram que aconteceria, que o Messias sofreria e, como o primeiro a ressuscitar dos mortos, levaria a mensagem de luz a seus próprio povo e aos gentios”.

Está chegando um dia em que não haverá mais anseio por luz, pois o brilho total da glória de Deus brilhará sobre seu povo para sempre. 

Apocalipse 21:23 prediz que na eternidade, “a cidade [celestial] não precisa de sol nem de lua para brilhar sobre ela, porque a glória de Deus a ilumina, e sua lâmpada é o Cordeiro”.

Como você pode ser uma luz

Eu sou a luz do mundo-joão 8

Enquanto Jesus estava na terra, ele falou de si mesmo como a luz, mas também se referiu a seus seguidores da mesma maneira: “Então Jesus lhes disse: A luz está entre vocês por mais um pouco. luz, para que as trevas não vos alcancem. Quem anda nas trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes a luz, crede na luz, para que vos torneis filhos da luz” (João 12:35-36).

Aqui estão algumas maneiras pelas quais podemos ser uma luz, seguindo os passos de Jesus:

1. Deixe sua luz brilhar (Mateus 5:14-16)

Jesus disse aos seus seguidores: “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte. Nem se acende uma candeia e a coloca debaixo de um cesto, mas num poste, e ela ilumina todos os também a vossa luz brilhe diante dos outros, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5:14-16). 

Ao fazer o que é certo e amar por meio de boas obras capacitadas pela graça, estamos deixando o amor de Deus brilhar através de nós.

2. Andar como filhos da luz (Efésios 5:8-9; 1 Tessalonicenses 5:5)

Paulo diz aos crentes: “Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Andem como filhos da luz (porque o fruto da luz se acha em tudo o que é bom, justo e verdadeiro), e procurem discernir o que agrada ao Senhor” (Efésios 5:8-9). 

Podemos saber que estamos caminhando como filhos da luz se pudermos ver nossas vidas sendo caracterizadas por palavras e ações boas, corretas e verdadeiras que agradam ao Senhor.

3. Ande na Luz (1 João 1:7, 2:9-11)

1 João descreve “andar na luz” como verdadeiramente amar os outros:

“Quem diz que está na luz e odeia seu irmão ainda está nas trevas. Quem ama seu irmão permanece na luz, e nele não há motivo para tropeço. Mas quem odeia seu irmão está nas trevas e anda nas trevas, e não sabe para onde vai, porque as trevas lhe cegaram os olhos”. (1 João 2:9-11).

4. Coloque a armadura de luz (Romanos 13:11-14)

Paulo exorta os crentes a estarem alertas:

“Além disso, vocês sabem o tempo, que chegou a hora de acordar do sono. Porque a salvação está mais perto de nós agora do que quando cremos. Deixemos, pois, as obras das trevas e vistamo-nos da armadura da luz, andemos dignamente, como durante o dia, não em orgias e bebedeiras, não em imoralidade sexual e sensualidade, não em brigas e ciúmes. no Senhor Jesus Cristo, e não façais provisão para a carne, para satisfazer os seus desejos” (Romanos 13:11-14). 

Anteriormente neste capítulo, Paulo mostrou aos crentes como é “revestir-se do Senhor Jesus” simplesmente seguindo o comando “Amarás o teu próximo como a ti mesmo ” (Romanos 13:9).

Conclusão sobre o que Jesus quer dizer com “Eu sou a luz do mundo” em João 8:12

Embora possamos não sentir o mesmo desespero por luz física nos dias modernos iluminados por eletricidade como as pessoas dos dias de Jesus, sentimos um profundo anseio por luz espiritual. 

Vivemos em dias sombrios e ansiamos pela luz da presença de Deus. 

Podemos nos consolar sabendo que “a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a venceram” (João 1:5). 

E nos regozijamos “porque Deus, que disse: Das trevas brilhe a luz, resplandeceu em nossos corações para iluminar o conhecimento da glória de Deus na face de Jesus Cristo” (2 Coríntios 4:6).

Porque ele brilhou em nossos corações, podemos brilhar em nosso mundo com sua luz!


Por Jessica Udall.

Botão Voltar ao topo