Por que Deus nos criou? Veja 4 verdades sobre por que Deus decidiu nos criar

Uma das perguntas mais comuns que uma pessoa fará na Terra é: “Por que fui colocado aqui? Com ​​que propósito?” Esta pergunta direciona o indagador olhar para o Criador. Por que Deus nos faria? 

Ele ficou entediado no céu e precisava de algum entretenimento? Ele precisava de nós?

Colossenses 1:16: “Porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele.”

Este artigo mergulhará nas quatro verdades sobre por que Deus decidiu nos criar. Também lançará as bases para nosso propósito aqui na terra. E por fim, abrirá nossos olhos para a magnitude do amor de Deus por nós e por sua criação.

O que levou Deus a criar e por quê?

Antes de abordarmos a questão sobre por que Deus nos criou em primeiro lugar, precisamos negar algumas informações erradas que não se encaixam no caráter de Deus. 

Veja, todas as outras religiões que não têm um Deus Trinitário se deparam com um problema, porque a criação da humanidade torna o caráter de uma divindade cruel, limitado em poder, ou ambos. Vamos então dar uma olhada em alguns dos equívocos possíveis.

Equívoco Um – Deus Estava Aborrecido

Vemos isso especialmente no panteão grego (mas também em outras religiões). Um deus ou deuses ficaram entediados. Eles precisavam de algo para fazer. Então eles criaram humanos para entretenimento. 

Isso, obviamente, nega a imagem que temos de um Deus santo na Bíblia. Um deus que cria seres apenas para seu entretenimento e que não se importa com o que acontece com esses mortais. Pois, isso não se encaixa na descrição de nosso Senhor.

Equívoco Dois – Deus Estava Só

Qualquer religião monoteísta que não tenha uma divindade trinitária se depara com esse problema. 

Onde uma divindade cria humanos para preencher o vazio da solidão. Esses humanos podiam fazer sua vontade, e sacrificar a ele para que ele pudesse se sentir todo querido. Isso inviabilizaria completamente a imagem bíblica que temos de Deus. 

Deus não precisa de humanos. Ele tem muita companhia dentro da Trindade. Se temos um Deus todo-poderoso em forma trinitária, ele não precisa disso.

Então isso levanta a questão: então por que ele nos criou? Este artigo mergulhará em quatro razões pelas quais Deus decidiu que o mundo poderia usar um pouco de humanidade.

1. Deus nos criou porque lhe agradou fazê-lo

Você já conheceu um artista que adorava criar? Não importa se alguém vê suas obras de arte ou paga muito dinheiro para obtê-las? Eles só querem criar por causa de fazer algo bonito e maravilhoso.

Talvez você tenha um dom artístico, quer goste de escrever romances, pintar ou esculpir com argila. O mesmo se aplica a Deus quando ele cria. Ele se deleita em sua criação. Ele chama sua criação de “boa” em Gênesis 1 e Gênesis 2.

2. Deus criou como um transbordamento de seu amor

Você está familiarizado com algo conhecido como a dança da Trindade? Uma pericorese. Embora seja um conceito bíblico complicado que ainda não conseguimos entender (como ainda não entendemos a própria Trindade), podemos reduzi-lo a isso.

A Trindade se submete uns aos outros e derrama amor uns pelos outros. Deste amor, a Trindade criou.

Embora essa analogia eventualmente se desfaça, pense em um casal que se ama tanto que deseja criar algo com esse amor, uma prole. Em um belo casamento, pode-se argumentar que um bebê é produto do amor e de um casal que se submete um ao outro.

Aqui estão alguns versículos que destacam esse relacionamento que vemos na Trindade.

João 17:1: “Pai, chegou a hora. Glorifica teu Filho, para que teu Filho te glorifique”.

João 16:14: “Ele me glorificará, porque é de mim que receberá o que vos fará saber.”

3. Deus nos criou para sua própria glória

OK, então Deus nos criou como uma efusão de seu amor e criatividade. Mas certamente, devemos ter um propósito aqui nesta terra. Afinal, Deus fez Adão e Eva antes que a humanidade precisasse ser salva. Então, qual era o propósito deles?

Para isso, vamos dar uma olhada no famoso Catecismo de Westminster. “O objetivo principal do homem é glorificar a Deus e desfrutá-lo para sempre.”

Aí está a terceira razão pela qual Deus criou. Ele nos criou para glorificá-lo.

Alguém pode dizer. “Você disse que Deus não precisa de nós. Por que ele nos criaria para louvá-lo então? Isso não parece um pouco egoísta e carente?”

Em primeiro lugar, adoramos a Deus porque ele merece nosso louvor. Ele nos criou do nada, nos deu propósito e nos ama sem limites. Na essência mais básica, damos crédito onde o crédito é devido.

Em segundo lugar, adoramos e glorificamos a Deus como um ato de amor. Ele derramou seu amor por nós tão generosamente que não podemos deixar de elogiá-lo por isso.

Vamos examinar o que a Bíblia diz sobre glorificar a Deus.

1 Coríntios 10:31: 

“Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus”.

Glorificamos a Deus por meio de nossas ações. Agradecemos a ele por nos fazer obedecendo aos seus comandos. Deus sabe o que é melhor para nossas vidas e, ao glorificá-lo por meio de nossas ações, reconhecemos isso.

Salmos 115:1: 

“Não a nós,  Senhor , não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua fidelidade!”

Glorificamos a Deus porque nada podemos fazer sem ele. Glorificá-lo reconhece nossa necessidade dele.

Apocalipse 4:11: 

“Digno és tu, Senhor e Deus nosso, de receber glória, honra e poder, porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade elas existiram e foram criadas.”

4. Deus nos criou para ser como ele

O primeiro capítulo de Gênesis nos dá uma indicação da quarta razão de por que Deus nos criou.

Gênesis 1:27: “Criou, pois, Deus o homem à sua imagem,  à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou”.

Deus nos criou para ser como ele. Porquê? Por que ele não nos fez como todos os outros animais que ele fez nos dias anteriores (e alguns no sexto dia)?

Posso responder a isso em parte da perspectiva de um escritor. Como escritor, despejo um pedaço de mim em cada personagem.

Deus coloca um pedaço de si mesmo em nossa criação. Ele nos mostra nosso valor fazendo-nos à sua imagem e nos chamando para algo muito maior do que nós mesmos, para sermos mais como ele.

Afinal, Deus é perfeito, santo, lindo, e quem não gostaria que sua criação refletisse isso?

Em resumo, Deus nos criou porque:

  • Ele gosta do ato de criação
  • A criação aconteceu como uma efusão do amor da Trindade
  • Ele nos criou para glorificá-lo e desfrutá-lo para sempre
  • Ele nos fez para nos tornarmos cada vez mais como ele

Pense nessas palavras por um momento. O mesmo Deus que criou o universo e todas as complexidades contidas nele acreditava que o mundo deveria ter um pouco de você. Além disso, ele criou você à sua própria imagem. Que incrível!


Autora Hope Bolinger.

Botão Voltar ao topo