José e a mulher de Potifar: Lições para resistir o pecado sexual

Na história de José e a mulher de Potifar, podemos aprender a lição dos perigos do pecado sexual.

Se você não estiver familiarizado com a história de José no Antigo Testamento, reserve um tempo para lê-la nos capítulos 37 e 39-47 de Gênesis. Muita atenção é dada à história desse jovem: o bisneto de Abraão, neto de Isaque e filho de Jacó. 

A maioria de nós conhece a história do adolescente favorito que recebeu uma túnica de várias cores de seu pai. O favoritismo de Jacó fez com que os irmãos de José o jogassem em uma cisterna e o vendessem como escravo. Isso desembarcou José na terra do Egito, longe de sua casa em Canaã. E então…

Com o tempo, Potifar, um dos oficiais de Faraó, comprou-o dos ismaelitas, e assim José veio morar na casa de Potifar. O favor de Deus estava com José e logo Potifar o colocou no comando de toda a casa. Agora José era jovem, bem-sucedido e muito atraente fisicamente, e não demorou muito para que a esposa de Potifar o notasse e tentasse seduzi-lo. 

E José foi levado ao Egito, e Potifar, eunuco de Faraó, capitão da guarda, varão egípcio, comprou-o da mão dos ismaelitas que o tinham levado lá.E o Senhor estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio.Vendo, pois, o seu senhor que o Senhor estava com ele e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em sua mão,José achou graça a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha.E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha, o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do Senhor foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo.E deixou tudo o que tinha na mão de José, de maneira que de nada sabia do que estava com ele, a não ser do pão que comia. E José era formoso de aparência e formoso à vista.

Gênesis 39:1-7

E aconteceu, depois destas coisas, que a mulher de seu senhor pôs os olhos em José e disse: Deita-te comigo.

O pecado sexual ainda nos tenta

Avanço rápido para o nosso mundo de hoje. Os homens estão falhando ao nosso redor. Celebridades, artistas e personalidades da TV (seculares e cristãs) estão perdendo seus empregos e indo para a prisão por assédio sexual, manipulação e uso indevido de mulheres. Pastores, sacerdotes e líderes espirituais estão sendo acusados ​​de abuso sexual.

Além disso, está tão fácil o acesso à pornografia com celulares modernos e a tecnologia muito avançada.

Todo um movimento foram criados para coletar os pensamentos, histórias, queixas, lamentos e acusações de mulheres e homens em todo o mundo que foram agredidos e maltratados sexualmente. 

De acordo com um relatório das Nações Unidas de 2019, “o tráfico de pessoas está aumentando e assumindo “dimensões horríveis”, sendo a exploração sexual das vítimas o principal fator”. A falha moral é generalizada. Ele literalmente se tornou viral. Seus efeitos são devastadores. 

Por que José se recusa?

“Porém ele recusou, e disse à mulher do seu SENHOR: Eis que o meu senhor não sabe do que há em casa comigo, e entregou em minha mão tudo o que tem; Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, porquanto tu és sua mulher; como pois faria eu tamanha maldade, e pecaria contra Deus? E aconteceu que, falando ela cada dia a José, e não lhe dando ele ouvidos, para deitar-se com ela, e estar com ela.” (Gênesis 39:7-10).

José recusou a esposa de Potifar mesmo depois de vários avanços, dia após dia. Ele se recusou a ficar perto dela. As razões de José para não dormir com a esposa de Potifar são encontradas em Gênesis 39:8-9.

  • Potifar confiou nele, dando-lhe o comando de tudo o que possuía.
  • Potifar não escondeu nada de José, exceto sua esposa.
  • Cometer adultério com a esposa de Potifar teria sido mau e um pecado contra Deus.

Ordem das Escrituras: Fuja!

Por fim, a esposa de Potifar tornou-se tão agressiva em seus avanços que José teve que fugir! 

“Um dia ele entrou na casa para cumprir seus deveres, e nenhum dos empregados da casa estava lá dentro. Ela o pegou pela capa e disse: Venha para a cama comigo! Mas ele deixou o manto na mão dela e saiu correndo da casa” (Gênesis 39:11-12). 

As Escrituras realmente dão este mesmo conselho: 

“Fugi da imoralidade sexual” (1 Coríntios 6:18).

“Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça…” (2 Timóteo 2:22).

Quando confrontado com a tentação sexual, a Palavra de Deus diz para FUGIR! CORRE! SAIA DAÍ! Retire-se da situação. 

Muitas vezes, porém, fazemos o oposto. Nós ficamos. Continuamos a olhar para esses sites, olhar para essas imagens, assistir a esses filmes, construir esse relacionamento emocional com alguém que não seja nosso cônjuge, etc. O rei Davi fez a mesma escolha. Ele ficou. 

“Mas Davi permaneceu em Jerusalém. Certa noite, Davi levantou-se da cama e caminhou pelo telhado do palácio. Do telhado ele viu uma mulher tomando banho. A mulher era muito bonita, e Davi enviou alguém para descobrir sobre ela. O homem disse: “Ela é Bate-Seba, filha de Elião e mulher de Urias, o heteu. Então Davi enviou mensageiros para buscá-la. Ela veio a ele, e ele dormiu com ela” (2 Samuel 11:1-4).

Davi ficou, ele olhou, e então ele pecou, ​​e aquele pecado com Bate-Seba custou caro. Houve consequências graves. 

Como José resistiu?

Então, o que fez José resistir à tentação? Por que a história de José foi diferente da de Davi? A esposa de Potifar era ativamente sedutora. A tentação para José foi indiscutivelmente maior do que para Davi, pois a esposa de Potifar estava literalmente pedindo por isso. 

José tinha algo em comum com outro personagem do Antigo Testamento: Daniel. Em Daniel 1:8 nos diz que “Daniel resolveu não se contaminar…” José também estava decidido a não se contaminar. Ele estava resolvido porque estava convencido de quatro coisas:

  1. José estava convencido de que seu relacionamento com Deus era o mais importante.  
  2. José estava convencido de que os padrões de Deus existiam para o seu bem. 
  3. José estava convencido de que os prazeres do pecado são passageiros. 
  4. José estava convencido de que uma recompensa maior estava à sua frente.  

Moisés foi outro personagem do Antigo Testamento que resistiu ao pecado. 

“Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser conhecido como filho da filha de Faraó.  Ele escolheu ser maltratado junto com o povo de Deus ao invés de desfrutar os prazeres fugazes do pecado. Ele considerou a desgraça por causa de Cristo como de maior valor do que os tesouros do Egito, porque esperava sua recompensa” (Hebreus 11:24-26).

As Escrituras estão repletas de relatos de homens e mulheres reais que falharam moralmente, mas também estão repletas de histórias de sucesso, como a de José. Precisamos de ambos. 

Podemos aprender com os fracassos dos outros, mas também podemos ser inspirados pela coragem, força e fé daqueles que vieram antes de nós (leia Hebreus 11). É possível resistir à tentação, e vale a pena!

“Nenhuma tentação vos sobreveio, exceto a que é comum à humanidade. E Deus é fiel; ele não permitirá que você seja tentado além do que pode suportar. Mas quando você for tentado, ele também dará uma saída para que você possa suportar” (1 Coríntios 10:13).

Há sempre uma maneira de escapar. Coloque seus olhos em Jesus e corra em direção a Ele!

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo