Por que não usamos o ósculo em nossas saudações?

O ósculo santo, mencionado por Paulo e Pedro, era uma saudação social entre os irmãos nas igrejas primitivas. No entanto, seu propósito não era religioso nem um meio de santificação, pois é Jesus que santifica a Igreja. Com o tempo, o ósculo passou por mudanças e caiu em desuso, assim como outros costumes sociais.

Onde a Bíblia menciona ósculo santo?

Romanos 16:16 – “Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. Todas as igrejas de Cristo vos saúdam.”

1 Coríntios 16:20 – “Todos os irmãos vos saúdam. Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo.”

2 Coríntios 13:12 – “Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo.”

1 Tessalonicenses 5:26 – “Saudai a todos os irmãos com ósculo santo.”

1 Pedro 5:14 – “Saudai-vos uns aos outros com ósculo de amor. Paz seja com todos vós que estais em Cristo Jesus. Amém.”

Essas passagens mostram que o ósculo santo era uma prática comum entre os cristãos primitivos como uma forma de saudação e expressão de amor fraterno.

Mudanças nos costumes sociais

Mudanças nos costumes sociais são algo inevitável ao longo do tempo. À medida que a sociedade evolui, as pessoas adotam novas formas de se relacionar, se comunicar e se comportar. O que era considerado normal em uma época pode se tornar obsoleto em outra.

No caso do ósculo mencionado nas Escrituras, ele era uma saudação comum nas igrejas primitivas. No entanto, com o passar dos séculos e a influência de diferentes culturas e tradições, as formas de cumprimento foram se modificando. Gestos como apertos de mão, abraços ou mesmo apenas palavras de saudação tornaram-se mais comuns.

Essas mudanças nos costumes sociais refletem não apenas a evolução da sociedade, mas também questões práticas e culturais. Por exemplo, considerações higiênicas podem ter influenciado a substituição do ósculo por outras formas de cumprimento. A transmissão de doenças através do contato físico direto é uma preocupação em nossa sociedade atual, o que levou a uma maior ênfase em práticas mais seguras e higiênicas.

Além disso, a maldade do coração humano também pode ter desempenhado um papel nas mudanças nos costumes sociais. Infelizmente, vivemos em um mundo onde nem todos têm boas intenções, e gestos de intimidade física, como beijos, podem ser mal utilizados ou interpretados de maneira inadequada.

Em resumo, as mudanças nos costumes sociais são uma parte natural da evolução da sociedade. O ósculo mencionado nas Escrituras foi uma prática comum em um determinado contexto histórico, mas ao longo do tempo, outros gestos e formas de cumprimento foram adotados.

Essas mudanças podem ser influenciadas por considerações práticas, culturais e até mesmo pela maldade presente no coração humano. O importante é que, independentemente das formas de cumprimento utilizadas, possamos expressar amor, respeito e cuidado mútuo em nossas interações sociais.

A paz do Senhor como expressão de amor e apreço

“A paz do Senhor” é uma expressão comumente usada por cristãos como uma forma de cumprimento e saudação. Embora tenha se tornado uma prática comum, essa expressão tem uma profunda base bíblica e carrega um significado especial.

Quando dizemos “A paz do Senhor”, estamos desejando não apenas uma paz superficial ou temporária, mas a paz que vem de Deus, que transcende todo entendimento humano. Essa paz está ligada ao amor, à graça e à reconciliação proporcionados por Jesus Cristo.

Ao cumprimentar alguém com “A paz do Senhor”, estamos expressando nosso desejo sincero de que essa pessoa experimente a paz que só pode ser encontrada em um relacionamento com Deus. Estamos compartilhando um desejo de bem-estar espiritual, emocional e relacional para o outro.

Essa expressão também reflete a importância do amor e do apreço mútuo entre os seguidores de Cristo. Ao desejarmos a paz uns aos outros, estamos lembrando-nos da responsabilidade de viver em harmonia e unidade como membros da família de Deus. Estamos reconhecendo que somos chamados a amar uns aos outros e a tratar os outros com respeito, consideração e bondade.

Embora o uso do ósculo como cumprimento social possa ter caído em desuso, a expressão “A paz do Senhor” continua sendo uma maneira poderosa de transmitir amor, apreço e cuidado uns pelos outros. Ela nos lembra da importância da paz interior que vem de nossa fé em Deus e nos encoraja a compartilhar essa paz com aqueles ao nosso redor.

Portanto, ao saudarmos alguém com “A paz do Senhor”, estamos convidando essa pessoa a experimentar a paz de Deus em sua vida e a desfrutar dos benefícios de um relacionamento íntimo com Ele.

Conclusão

O ósculo santo mencionado na Bíblia era uma saudação social entre os irmãos nas igrejas primitivas. No entanto, devido a mudanças nos costumes sociais, considerações higiênicas e a maldade humana, essa prática caiu em desuso.

Atualmente, podemos expressar nosso amor e apreço através de outras formas, como a saudação sincera da paz do Senhor.

Se gostou, então veja mais perguntas:

Em que animal Nabucodonosor se transformou

Quantos filhos Noé teve e o que sabemos sobre eles?

O que a Bíblia diz sobre Eutanásia?

As roupas e sapatos dos hebreus no deserto cresciam no corpo?

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Achei excelente os temas variados de estudos bíblicos amei o senhor nosso Deus continue abençoando os nossos irmãos que tem preparado estudos edificante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!