Graça e Paz: 7 Lições sobre as Saudações de Paulo nas Epístolas

Ás vezes questionam sobre Paulo como o décimo terceiro apóstolo, mas pode ser que Deus tivesse Paulo em mente como o sucessor, em vez de Matias.

Os discípulos leram a profecia sobre outro tomar o lugar do traidor e tomaram a responsabilidade de fazer com que isso acontecesse (Atos 1:21-22). 

Fizeram esta eleição antes que este grupo de homens fosse dotado de poder pelo Espírito Santo. Contudo, o Espírito Santo tinha outros planos. Ele salvou Paulo no caminho de Damasco e o ungiu para pregar aos gentios.

Paulo deixa claro através de várias de suas saudações sobre seu chamado por Deus para ser apóstolo desde o nascimento (Gálatas 1:15-16).

 “PAULO, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus. O qual antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras.” (Romanos 1:1-2)

As palavras que Paulo escolheu para iniciar suas saudações às igrejas que fundou não foram frases ociosas para preencher a página. Elas tinham um significado muito profundo, e os destinatários de suas cartas teriam entendido o que Paulo estava querendo passar. 

Contudo, às vezes podemos passar por cima dessas considerações e não absorver a importância dessas palavras.

Paulo começa a maioria de suas correspondências com as bênçãos da graça, misericórdia e paz sobre os leitores de suas epístolas

Graça, significa favor, agradecimento, prazer, regozijo, alegria e prosperidade. A paz foi usada para abençoá-los com segurança, proteção e prosperidade. Discutiremos o significado de misericórdia mais a frente.

A Palavra de Deus é viva e nunca se desvanece (Hebreus 4:12). A unção que estava na caneta de Paulo, ainda é tão poderosa em nossos dias, quanto quando ele rabiscou a mensagem no pergaminho há milhares de anos. 

Suas saudações de graça, misericórdia e paz também traziam mais sábias declarações para os ouvintes.

Essas 7 lições escritas pelo Apóstolo Paulo podemos aplicadar ainda em nossos dias.

1. Graça e paz nos resgatam desta presente era maligna

“PAULO, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos). E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo, O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai.” (Gálatas 1:1-4)

Graça e paz nos mostram que somos santificados e santos. Podemos alegrar-nos por Deus nos resgatar desta presente era maligna pelo poder de Cristo.

João nos diz em 1 João 4:4 que o Maior vive em nós. A graça, que veio a nós através do poder da cruz, é a razão pela qual podemos ser habitados pelo Espírito Santo. Podemos agradecer por podermos viver na segurança da justiça.

Jesus morreu e ressuscitou para nos resgatar de nossos pecados. É a vontade de Deus que sejamos libertos do mal e vivamos a vida abundante por meio de Sua graça.

“O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” (João 10:10)

2. Graça e paz nos dão todas as bênçãos espirituais

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, ao povo santo de Deus em Éfeso, os fiéis em Cristo Jesus: Graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou nas regiões celestiais com todas as bênçãos espirituais em Cristo.” (Efésios 1:1-3)

Recebemos todas as bênçãos divinas em Cristo. A benevolência sobrenatural nos traz dons naturais porque toda criação veio à existência por meio do poder espiritual (Colossenses 1:16).

Precisamos de itens materiais para viver nesta terra. Mas todos eles um dia passarão. A energia celestial que nos dá nossas posses terrenas existirá para sempre. Devemos oferecer louvor a Ele porque nada pode ser maior do que Sua segurança, proteção e poder.

A fé em Sua graça nos dá a capacidade de depender dEle para ter todas as nossas necessidades supridas.

3. Graça, misericórdia e paz nos dão força em tempos difíceis

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que há em Cristo Jesus, a Timóteo, meu querido filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus nosso Senhor.” (2 Timóteo 1:1-2)

A Tito, um verdadeiro filho em nossa fé comum: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo nosso Salvador.” (Tito 1:4)

Paulo inclui a palavra misericórdia em suas saudações a Timóteo e Tito. Essas epístolas foram escritas para indivíduos e não para uma igreja inteira. A julgar pelo significado de misericórdia, que é bondade ou boa vontade para com os miseráveis, unido ao desejo de ajudá-los, podemos concluir que Paulo estava concedendo a esses dois homens ajuda no espírito, por causa de suas situações atuais.

Timóteo recebeu a tarefa de liderança e os papéis definidores de nomear pastores nas novas igrejas que Paulo fundou. Todas as igrejas modernas têm seus problemas, mas as congregações da igreja primitiva consistiam de membros que antes viviam um estilo de vida de adoração de ídolos. Timóteo certamente tinha uma variedade de problemas para lidar.

Paulo deixou Tito em Creta para continuar o trabalho (Tt 1:5). Em Tito 1:10-12, ele descreve o tipo de cidadãos que Tito herdou no ministério.

“Porque há muitos desordenados, faladores, vãos e enganadores, principalmente os da circuncisão, aos quais convém tapar a boca; homens que transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância. Um deles, seu próprio profeta, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos.” (Tito 1:10-12)

Bondade e boa vontade para com os miseráveis ​​com o desejo de ajudá-los certamente seria um presente cobiçado por ambos os homens. Eles precisavam de força sobrenatural para cumprir suas tarefas.

Às vezes, podemos encontrar pessoas e situações difíceis e também desejamos misericórdia para ter força e sabedoria para ministrar através da vontade de Deus.

graça e Paz

4. Graça e Paz nos Ajudam em Tempos de Necessidade

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, ao povo santo de Deus em Colossos, irmãos e irmãs fiéis em Cristo: Graça e paz da parte de Deus nosso Pai.” (Colossenses 1:1-2)

Paulo saúda os membros da igreja como irmãos e irmãs fiéis em Cristo. Estamos conectados como parte de um corpo espiritual. Ser fiel à nossa família santa, mostra o favor do Pai e dá graças a Ele e aos nossos irmãos. Sabemos que podemos recorrer uns aos outros em momentos de necessidade.

A admoestação de consolar uns aos outros da mesma forma que recebemos consolação de Deus se da à igreja em Corinto (2 Coríntios 1:3-4). 

Ao recebermos revelação espiritual, bens materiais e sabedoria de Deus, devemos compartilhar com nossa família espiritual as investiduras que recebemos. Quando um padece enfermidade, todos nós sofremos; quando um se alegra, todos nos regozijamos (1 Coríntios 12:26).

5. Graça e paz nos trazem conexões

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus, a Timóteo, meu querido filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor.” (2 Timóteo 1:1-2)

Timóteo foi ensinado por Paulo, e Paulo impôs as mãos sobre este jovem (1 Timóteo 1:6). Timóteo e Tito são referidos por Paulo como filhos na fé. Não precisamos de conexões físicas de sangue para sermos membros da família de Deus. O sangue de Cristo nos une.

Os relacionamentos espirituais podem ser mais fortes do que o DNA familiar. Davi e Jônatas no Antigo Testamento tinham um vínculo justo que protegia Davi do ódio do rei Saul

Embora Jônatas fosse filho do rei, ele dava mais importância a ficar com Davi do que ser fiel ao decreto ímpio de seu pai (1Sm 20:16-17).

6. A Graça e a Paz nos Oferecem o Conhecimento da Verdade

Paulo, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus e o conhecimento da verdade segundo a piedade, na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos… misericórdia e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo nosso Salvador.” ( Tito 1:1-2, 4b)

Jesus Cristo nos dá a promessa de vida, e o conhecimento da verdade nos conduz à piedade. Temos o privilégio de estar na nova aliança e de ver a luz do evangelho.

Os santos do Antigo Testamento não tiveram esta revelação. Eles só podiam esperar na fé das promessas do Senhor. A época designada da revelação veio através da graça de Cristo que nos nomeia como eleitos de Deus (1 Coríntios 2:7).

7. Graça e Paz nos Chamam para Apoiar Nossos Líderes

Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e Timóteo, nosso irmão, a Filemom, nosso querido amigo e cooperador, também a Áfia, nossa irmã, e Arquipo, nosso companheiro de guerra, à igreja que se reúne em sua casa: Graça e paz da parte de Deus nosso Pai e o Senhor Jesus Cristo.” (Filemom 1:1-3)

Paulo ressalta que seu ministério continua por causa de outros que o ajudaram. Ele tinha colegas de trabalho. As igrejas se reuniam nas casas dessas pessoas fiéis. Somos chamados a apoiar aqueles que nos conduzem na Palavra com oração e ofertas (1 Timóteo 5:17).

Nossos líderes de igreja são ungidos pelo Espírito para ensinar e pregar, mas não se espera que eles ministrem sozinhos. Jesus chamou todos os crentes para serem discípulos e para espalhar o evangelho ao redor do mundo (Mateus 28:18-20). 

A graça nos dá favor e nos equipa para usar os dons do Pai para ajudar aqueles que estão à frenta da liderança, a prosperar.

Graça, Misericórdia e Paz

Quando examinamos o significado grego mais profundo das palavras graça, misericórdia e paz, podemos ver como essas definições se aplicam a cada saudação nas cartas de Paulo. 

A vontade de Deus é que vivamos com prazer em Sua prosperidade, regozijemos em Sua bondade e habitemos em Sua segurança e proteção. Que a graça, a misericórdia e a paz estejam convosco para sempre.

Gostou? Então veja mais estudos bíblicos edificantes:

O que é uma epístola na Bíblia e qual é o seu propósito

Quem foi Lucas na Bíblia? História do médico amado

O que o primeiro versículo de cada carta de Paulo nos diz?

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo