Qual era a idade de Maria quando teve Jesus?

Maria, que serviu a Deus como mãe de Jesus na terra, é conhecida por sua maturidade espiritual. Ela inspira muitas pessoas através de seu exemplo de fé e confiança em Deus. Na arte, a Mãe Maria é frequentemente retratada como uma mulher adulta. Mas quantos anos Maria tinha realmente quando teve Jesus? 

Os historiadores acreditam que Maria era na verdade uma jovem adolescente quando deu à luz a Jesus. Eles concordam que Maria provavelmente tinha entre 14 e 16 anos quando Jesus nasceu.

Quando jovem, Maria disse “sim” a um chamado de Deus com um propósito além do que ela jamais poderia imaginar. 

Maria não deixou que sua juventude a impedisse de avançar com ousadia nos planos que Deus tinha para sua vida. 

Ao ler a história de Maria, você pode descobrir como responder bem quando Deus o chama para agir em sua vida.

Tradição sobre a vida e o chamado de Maria

Maria cresceu durante o primeiro século em uma família judia que amava a Deus. Seus pais, Joaquim e Ana, levaram Maria a um templo para dedicá-la a Deus quando ela tinha 3 anos. 

Eles a criaram na Galiléia, que era então parte do antigo Império Romano e agora faz parte da nação de Israel. 

Quando chegou à adolescência, Maria ficou noiva de casamento, como era comum em sua cultura naquela época. 

Ela já estava planejando se casar com José, um homem devotamente fiel, quando Deus a surpreendeu enviando o anjo Gabriel para fazer um anúncio incrível para ela. 

A visita de Gabriel a Maria ficou conhecida como Anunciação, que significa simplesmente “o anúncio”.

Lucas 1:28-38 descreve o que aconteceu:

“O anjo foi até ela e disse: Saudações, você que é altamente favorecida! O Senhor está com você. Maria ficou muito perturbada com as palavras dele e se perguntou que tipo de saudação seria essa. Mas o anjo lhe disse: Não tenha medo, Maria; você achou graça diante de Deus. Você vai conceber e dar à luz um filho, e você deve chamá-lo de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo…

Como será isso, perguntou Maria ao anjo, se eu sou virgem? O anjo respondeu: O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Assim, o santo que nascer será chamado Filho de Deus… […] Sou serva do Senhor, respondeu Maria. Que sua palavra para mim seja cumprida. Então o anjo a deixou.”

Maria enfrentaria dificuldades por ser mãe muito jovem?

Na cultura de Maria, sua idade não era um problema, mas sua gravidez solteira definitivamente era. Mães solteiras eram muitas vezes envergonhadas e às vezes até mortas violentamente por apedrejamento. 

Maria mostrou grande coragem ao aceitar o chamado de Deus. Deus a protegeu enviando um anjo para visitar José em um sonho para lhe contar o que realmente aconteceu. 

José estava tão perturbado com a gravidez de Maria que pretendia terminar o noivado de uma maneira que fosse fiel à lei. Pois, ele não queria expor Maria à desgraça pública. 

“Tendo, porém, pensado nisso, um anjo do Senhor lhe apareceu em sonho e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria como tua esposa, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e você deve dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mateus 1:20-21). 

Depois desse sonho, José estava confiante em apoiar Maria e seguir em frente com o chamado de Deus em sua vida.

Maria celebrou o chamado de Deus cantando esta bela canção, que está registrada em Lucas 1:46-55:

“E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor e meu espírito se alegra em Deus meu Salvador, pois ele se lembrou da condição humilde de seu servo. De agora em diante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, pois o Poderoso fez grandes coisas por mim, santo é o seu nome. 

Sua misericórdia se estende aos que o temem, de geração em geração. Ele realizou feitos poderosos com seu braço; dispersou aqueles que são orgulhosos em seus pensamentos mais íntimos. E derrubou governantes de seus tronos, mas elevou os humildes. 

Encheu de bens os famintos, mas despediu vazios os ricos. Ele ajudou seu servo Israel, lembrando-se de ser misericordioso com Abraão e seus descendentes para sempre, assim como prometeu aos nossos antepassados”.

Quantos anos Maria tinha quando teve Jesus?

Então, exatamente quantos anos Maria tinha quando teve Jesus? Os historiadores colocam a idade de Maria na faixa de 14 a 16 anos quando Jesus nasceu. 

Maria era uma adolescente, o que em nossa cultura hoje parece chocantemente jovem para ser mãe. No entanto, na cultura em que Maria vivia naquela época, a maternidade jovem era comum. 

Casais se casaram e iniciaram famílias muito mais cedo do que normalmente fazem hoje. Então, Maria e as pessoas em sua vida não considerariam incomum embarcar no casamento e na maternidade como uma jovem adolescente.

Pode até ter sido uma vantagem para Maria ser tão jovem quando soube do plano de Deus. Maria não tinha perdido a admiração por Deus. Infelizmente muitos jovens perdem à medida que envelhecem. 

Jesus nos encoraja a buscar o sentimento de admiração que as crianças são conhecidas por terem. 

A mente curiosa e o coração aberto de admiração infantil podem fortalecer nossa fé em qualquer idade. 

“Em verdade vos digo, a menos que vocês mudem e se tornem como criancinhas, nunca entrarão no reino dos céus”. Mateus 18:3

A juventude de Maria a ajudou a escolher a admiração por Deus em vez da arrogância como as pessoas mais velhas deste mundo caído têm.

Ao mesmo tempo, a maturidade espiritual de Maria era maior do que sua idade sugere. Deus conhecia bem o coração de Maria e, em sua sabedoria, Deus escolheu Maria dentre todas as outras para ser a mãe terrena do Salvador do mundo. 

Maria conseguiu lidar bem com seu chamado porque se concentrou bem em desenvolver uma fé forte.

O que isso nos ensina sobre quem Deus chama?

O belo exemplo de Maria nos ensina que Deus chama pessoas de fé para realizar propósitos maravilhosos. 

Hebreus 11:1 explica o tipo de fé que Deus está procurando: “Ora, a fé é confiança naquilo que esperamos e certeza daquilo que não vemos.” 

Quando Maria recebeu o chamado de Deus para servir como mãe terrena de Jesus, ela não sabia como isso funcionaria. Mas estava confiante que Deus realizaria algo maravilhoso por meio desse plano. 

A fé de Maria a ajudou a desempenhar um papel importante na obra de Deus para salvar a humanidade. 

Como o exemplo de Maria nos encoraja a responder com fé

Quando Deus nos chama, se respondermos com fé, ele também realizará algo importante por meio de nossas vidas.

Cada um de nós pode se tornar parte de um milagre simplesmente dizendo “sim” sempre que Deus nos chama para agir. 

Às vezes, quando Deus nos incita a agir, parece que estamos sendo levados ao topo de um penhasco e encorajados a pular. 

Deus regularmente nos desafia crescermos na fé, e podemos não entender por que ele nos leva a agir em certa situação. 

No entanto, quanto mais escolhermos responder com amor quando Deus nos chamar, menos medo sentiremos. 

“Não há medo no amor, mas o amor perfeito expulsa o medo.” 1 João 4:18

Quando expulsamos o medo de nossas vidas, a coragem surge, pois somos livres para descobrir mais da obra de Deus. 

Ter coragem enquanto enfrentamos a incerteza nos ajuda a perceber melhor a orientação e o propósito de Deus. 

Assim, quanto mais escolhermos o amor ao invés do medo, mais podemos desfrutar de coragem. E mais esse temor nos inspirará a buscar o propósito de Deus para nossas vidas e responder fielmente quando Ele nos chamar.

Deus chama a todos nós para sua obra no mundo, e ele se agrada quando respondemos fielmente. 

“E sem fé é impossível agradar a Deus, porque quem se aproxima dele deve crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam”, Hebreus 11:6. 

Conclusão sobre a idade de Maria e o chamado de Deus para ela

Você pode aprender com o exemplo de fé de Maria a colocar sua fé em ação e crer que Deus o recompensará.

Quando fazemos a pergunta: “Quantos anos Maria tinha quando teve Jesus”, a resposta é que Maria era muito jovem em idade, mas madura na fé. 

Maria colocou sua fé em ação, superando seu medo e seguindo em frente com o que Deus a chamou para fazer. 

Ela se concentrou na promessa de Deus para ela, e não em suas circunstâncias. Como resultado, Deus trabalhou de maneira maravilhosa na vida de Maria. 

Deus também fará algo maravilhoso em sua vida, se você disser “sim” ao chamado de Deus!

Botão Voltar ao topo