Quem eram os “Filhos do Trovão” na Bíblia? O que os transformou?

“E a Tiago, filho de Zebedeu, e a João, irmão de Tiago, aos quais pôs o nome de Boanerges, que significa: Filhos do trovão. – Marcos 3:17

Os Filhos do Trovão

Jesus chama doze homens para se tornarem Seus apóstolos em Marcos 3. Entre os doze estão “Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, a eles deu o nome de Boanerges, que significa filhos do trovão” (Marcos 3:17) . Este é o único local na Bíblia que faz referência ao nome dos filhos de Zebedeu como os “Filhos do Trovão”.

Você não recebe um apelido como Filhos do Trovão sem motivo. Mas foi assim que os discípulos de Jesus, Tiago e João, eram conhecidos. Como Jesus tem um propósito para tudo o que faz, então deve ter tido um bom motivo para apelidar Tiago e João.

Eles eram homens duros – personagens incríveis e vibrantes. Eles não recuariam de um confronto. Na verdade, eles podem até ter esperado por um. Eles podem ser muito agressivos. E eles também podem ser muito insensíveis.

Quem eram os filhos do trovão na Bíblia?

Embora os Filhos do Trovão possam parecer mais apropriados como um apelido de luta livre, Jesus deu esse apelido a dois de seus discípulos mais reservados e fervorosos, irmãos Tiago e João.

Mas quem eram Tiago e João e o que eles fizeram para ganhar seus respectivos apelidos?

Os evangelhos nos dizem que Tiago e João eram irmãos, pescadores de profissão (Mateus 4:18-22), sócios do condiscípulo Pedro (Lucas 5:10), filhos de Zebedeu (Mateus 4:21) e alguns dos primeiros ser chamado por Jesus. 

Dos evangelhos, também podemos supor que Zebedeu, o pai de Tiago e João, era um homem de alguma importância ou prestígio. Ele é, de fato, o único pai listado pelo nome (e frequentemente) entre os Doze. 

Além disso, na noite da prisão de Jesus, João escreve em seu evangelho que ele era “conhecido pelo sumo sacerdote” e falou com o porteiro para que Pedro tivesse acesso ao pátio (João 18:15-16). 

Alguns estudiosos bíblicos acreditam que a posição de Zebedeu poderia ter se estendido da Galiléia a Jerusalém, o que teria dado a João a reputação de fazer tal pedido em nome de Pedro.

Ambos os irmãos viram muito durante seu tempo com Jesus. Como resultado, muito se esperaria deles mais tarde na vida (Lucas 12:48). Ambos se tornariam líderes ousados ​​e francos na igreja primitiva, proclamando o evangelho onde quer que fossem.

No entanto, é a paixão e o temperamento muitas vezes impetuoso de Tiago e João que lhes valeu o apelido e, acima de tudo, demonstrou o amor transformador e a graça de Jesus Cristo, aos quais eles também aprenderiam a se submeter e adotar.

Transformados por Deus

Em uma ocasião, quando as pessoas em uma aldeia de Samaria não responderam à mensagem de Jesus, foram Tiago e João que queriam fogo do céu sobre eles (veja Lucas 9:54). 

Quando Jesus falou de sua própria morte iminente, sobre como ele seria traído e depois entregue aos gentios para serem escarnecidos, cuspidos, açoitados e finalmente mortos, Tiago e João deixaram escapar:

“Mestre, queremos que faças por nós tudo o que pedirmos… Concede-nos que nos assentemos, um à tua direita e outro à tua esquerda, na tua glória” (Marcos 10:35, 37). 

Foi um bom momento para trazer isso à tona? Seria como dizer: “Sério? Posso ficar com seu carro?” para alguém que acabou de descobrir que tinha uma semana de vida. Esses homens apenas disseram o que pensavam. E eles eram exatamente como nós: inevitavelmente humanos e notavelmente normais.

Mas Deus os transformou. E no final de suas vidas, esses homens, que eram conhecidos como Filhos do Trovão, ficaram conhecidos por outra coisa. Tiago foi o primeiro apóstolo a ser martirizado. E João ficou conhecido como o apóstolo do amor. 

Ele foi o autor do Evangelho de João, bem como das epístolas de 1, 2 e 3 João. Deus fez de Tiago e João pessoas diferentes do que eram antes. E Ele pode fazer o mesmo por nós.

3 Lições dos Filhos do Trovão

Esses personagens bíblicos nos ensina, apesar de suas imperfeições. Aqui estão 3 lições:

1. Transformação pelo Amor de Deus

Inicialmente impetuosos e até mesmo violentos, Tiago e João foram transformados pelo amor e pela graça de Jesus (Mateus 4:21; Lucas 9:54-55).

Apesar de suas falhas e imperfeições, Jesus os chamou para segui-Lo, demonstrando o poder redentor do amor divino (Mateus 4:18-22; Marcos 3:17).

Convivendo com Jesus, aprenderam a amar, perdoar e demonstrar compaixão, testemunhando assim a transformação que o amor de Deus pode operar (João 13:34-35; 1 João 4:7-8).

Aprendemos aqui que sobre poder do amor de Deus em mudar vidas e moldar discípulos comprometidos (1 Coríntios 6:9-11; Efésios 2:4-5).

2. Importância da Submissão

Apesar de seu temperamento forte, Tiago e João aprenderam a se submeter à vontade de Deus, reconhecendo a soberania divina sobre suas vidas (Mateus 20:20-28; Marcos 3:17).

Quando desejaram chamar fogo do céu sobre os Samaritanos, Jesus os repreendeu, ensinando-lhes que a verdadeira autoridade vem da humildade e do serviço (Lucas 9:51-56).

A submissão a Deus nos conduz a um caminho de paz e bênçãos, revelando a importância de confiar na direção e nos propósitos divinos (Tiago 4:7; 1 Pedro 5:6-7).

3. Perseverança em face da Adversidade

Tiago foi o primeiro apóstolo a ser martirizado por sua fé, enfrentando corajosamente a adversidade até o fim (Atos 12:1-2). João, por sua vez, suportou perseguição e exílio por causa de sua pregação do Evangelho, testemunhando sua fidelidade a Cristo mesmo diante das dificuldades (Apocalipse 1:9).

Apesar das provações e do sofrimento, Tiago e João perseveraram em sua fé e compromisso com Cristo, deixando-nos um legado de coragem e firmeza (Hebreus 10:36; Apocalipse 2:10).

Que bela lição que nos inspira a permanecer firmes em nossa fé, confiantes na promessa da vida eterna se perseverarmos até o fim (Mateus 24:13; Apocalipse 21:4).

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!