Sermão sobre Santificação: A Doutrina Bíblica da Santificação

Esboço de sermão temático sobre a Santificação. Estudo sobre a Doutrina da Santificação em forma de Sermão.

TEMA: A Doutrina Bíblica da Santificação

TEXTO deste Sermão: 1 Tessalonicenses 4: 1-7

“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação“.

INTRODUÇÃO: Ao começarmos este sermão sobre santificação:

A. Santificação é um termo bíblico frequentemente obscurecido pelas teorias dos homens.

1. A opinião é mantida por muitos que a santificação vem inicialmente por uma operação direta do Espírito Santo em um processo de conversão miraculoso e misterioso; alguns teóricos alegam que mais tarde o batismo do Espírito Santo pode ser obtido, o que coloca o destinatário além da possibilidade de cometer pecado de qualquer espécie.
2. Esta não é uma visão escriturística.
a) Pedro recebeu o batismo no Espírito Santo, e ainda assim ele cometeu pecado… Gálatas 2: 11-14
b) O apóstolo João também obteve este batismo, mas escreveu que ele e todos os santos são capazes de pecar… 1 João 1: 6-10
c) Ninguém nesta vida está fora do alcance da tentação e desobediência… 1 Coríntios 10:12

B. Este estudo se concentrará em aprender o que a Bíblia ensina sobre este assunto significativo.

1. Não temos pontos de vista favoritos para pregar ou defender; estamos dispostos a aceitar tudo o que a Bíblia ensina sobre este ou qualquer outro assunto e permanecer na verdade.
2. Com este sermão sobre a santificação, nosso objetivo sincero é sempre aprender a vontade de Deus mais perfeitamente, para que possamos servi-lo mais e melhor.

À medida que continuamos este sermão sobre santificação:

I. Primeiro, precisamos aprender a definição da palavra santificação

A) Nossa palavra em inglês deriva de duas palavras latinas.

1. Sanctus (“santo”) e facio (“fazer”). Assim, a santificação descreve o processo pelo qual alguém se torna santo.
2. Webster o define como “o ato de consagrar ou separar para um propósito sagrado; o ato de tornar santo.”

B) A palavra grega é hagiosmos. Vine define isso como “separação para Deus”

1. A palavra é usada dez vezes no Novo Testamento grego, sendo traduzida como santificação e santidade.
2. Em 1 Tessalonicenses 4: 1-7, é usado duas vezes (v. 3, 7) – traduzido como santidade (v. 7).

C) A própria Bíblia dá o significado de santificação.

1. Êxodo 13: 1-2, 12
2. Veja então Gênesis 2: 3 que diz:

“E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.”

3. Veja então Êxodo 29:37 o que diz:

“Sete dias farás expiação pelo altar, e o santificarás; e o altar será santíssimo; tudo o que tocar o altar será santo.”

4. em Levítico 27:16 está escrito:

“Se também alguém santificar ao SENHOR uma parte do campo da sua possessão, então a tua avaliação será segundo a sua semente: um ômer de semente de cevada será avaliado por cinqüenta siclos de prata.”

5. Essas coisas, animais e pessoas foram separados (santificados) para os propósitos e usos sagrados de Deus.

D) O significado da santificação então é claro:

1. “Para separar a Deus para ser usado por ele e para ele.”
2. Uma vez que o item ou indivíduo fosse separado, ele não deveria ser usado novamente para propósitos comuns. Quando os pagãos ofereciam um porco no altar do templo, o altar estava poluído.
3. Quando uma pessoa obedece ao evangelho e é santificada, ela deve viver uma vida santa, uma vida consagrada e dedicada ao serviço de Deus; ele não pode retornar ao seu antigo modo de vida e permanecer em comunhão com Deus.

II. Existem dois lados da santificação conforme usado no Novo Testamento

A) É usado em referência ao processo pelo qual alguém é separado pela primeira vez.

1. Todos os que se tornam cristãos são separados no momento em que são salvos. Este processo de santificação é chamado de ser “acrescentado à igreja” (Atos 2:47), “transladado ao reino” (Colossenses 1:13) e “entrar em Cristo” (Gálatas 3: 26-27).
2. O evangelho de Cristo (palavra de Deus) é o poder santificador… Atos 20:32
a) João 17:17

“Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.”

b) Romanos 1: 16-17
c) 1 Coríntios 1: 2

“À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos…”

3. Observe algo sobre esses coríntios e sua santificação… 1 Coríntios 6:11 – Os coríntios foram lavados, santificados e justificados.
a) Eles foram lavados quando foram batizados:

1) João 3: 5

“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.”

2) Veja Atos 22:16 que diz:

“E agora por que te deténs? Levanta-te, e batiza-te, e lava os teus pecados, invocando o nome do Senhor.”

3) Em Efésios 5:26 está escrito:

“Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra”.

4) Veja então Tito 3: 5 que diz:

“Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo”.

5) Hebreus 10:22

“Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa”.

b) Nessa lavagem, eles (e nós) recebemos a purificação possibilitada pelo sangue de Cristo.

1) Mateus 26:28 (Atos 2:38)

2) 1 Pedro 1: 18-25

3) Apocalipse 1: 5… nos libertou dos nossos pecados pelo seu sangue

4) Este mesmo processo justifica (faz com que sejamos considerados como se nunca fossemos culpados de pecado aos olhos de Deus) e santifica (separa em Cristo para servir e glorificar a Deus).

4. Observe o que acabamos de ver:
  • a salvação está em Cristo (2 Timóteo 2:10); 
  • a santificação está em Cristo (1 Cor. 1: 2); 
  • o batismo nos coloca em Cristo (Gal. 3:27).

Assim, entrar em Cristo resulta em salvação, santificação e justificação, e o batismo é o ato culminante que nos coloca neste estado espiritual com todas as bênçãos que o acompanham (Efésios 1:3)

B) A santificação também é usada em referência ao nosso desenvolvimento espiritual depois de obedecermos ao evangelho.

1. 1 Tessalonicenses 5: 23… Esses cristãos já haviam sido santificados, mas o desejo de Paulo para eles é que possam ser santificados total ou totalmente. Sua declaração inspirada falava de sua necessidade de tornarem-se sólidos em todas as partes, com cada graça presente.
a) Tiago 1: 4
b) 2 Pedro 1: 5-11
2. 2 Coríntios 7: 1… Aperfeiçoar a santidade (santificação) é levar nosso desenvolvimento espiritual à conclusão, para atingir a maturidade espiritual.
3. Romanos 6: 19-23
a) Eles se entregaram para serem servos do pecado no passado para trabalhar a impureza; agora Paulo exorta-os a se entregarem ao serviço dos justos para a santificação; isto é, prosseguir para uma maior santificação.
b) O fruto da santificação é o estado abençoado de estar livre da prática e da culpa do pecado, para servir ao Deus do céu e ter a esperança da vida eterna no céu. – Para ser verdadeiramente separado

C) Santificação (estar em um estado de santidade) significa que estamos separados do pecado.

1. Somos separados da culpa de nossos pecados passados ​​e separados para os propósitos sagrados de Deus quando obedecemos ao evangelho.
2. À medida que aumentamos nosso estoque de conhecimento, vivemos melhor e servimos a Deus mais plenamente, crescemos em santidade (santificação) e nos aproximamos da perfeição espiritual.
3. Enquanto estivermos nesta vida, a perfeição absoluta está além do nosso alcance (Mt 26:41); nunca alcançamos um ponto aqui em que podemos dizer que não há mais nada a aprender e nada mais a fazer para o Senhor, ou que crescemos além da possibilidade de violar a palavra de Deus (1 João 3: 4).
4. 1 João 1: 7-10

III. Há outras informações fornecidas sobre os meios pelos quais somos santificados

A) Afirma-se que a santificação é realizada por alguma operação súbita, misteriosa e sobrenatural do Espírito Santo no coração humano, um procedimento chamado de segunda obra da graça.

1. As passagens que são usadas em apoio à teoria não oferecem nenhum apoio… Romanos 15:16. 

O versículo nada diz sobre os meios pelos quais o Espírito Santo realiza a ação denotada. Simplesmente afirma um fato. 

A declaração pode até fazer referência ao apostolado de Paulo, e não à santificação de indivíduos.

a) Paulo diz que está escrevendo para eles para que possa lembrá-los de coisas que precisam saber e lembrar. Observe 2 Pedro 1:12; 3: 1-2
b) O apóstolo escreveu com certa ousadia para cumprir os objetivos pretendidos. 

Paulo tinha autoridade para escrever tal carta por causa de seu apostolado. 

Ele às vezes fala de seu apostolado como graça (Efésios 3: 6-11; Romanos 1: 5; Gálatas 2: 1-9). 

Os apóstolos receberam autoridade e poder concedidos a nenhum outro cristão.

1) Mateus 19:28

2) 2 Coríntios 12:12

c) O apóstolo afirma aqui que a graça concedida a ele (Rom. 15:15) foi a comissão e o poder que Cristo lhe deu para ser seu ministro para os gentios (Atos 26: 15-19). 

É claro que Paulo não se limitou a pregar apenas aos gentios. Sua prática era, ao entrar em uma nova cidade, encontrar-se com os judeus e tentar ensiná-los primeiro; …depois, ele procurou os gentios (Rom. 1: 16-17; Atos 13: 14-48). 

Normalmente havia gentios proselitos que se reuniam com os judeus; estes constituíam excelentes perspectivas para o evangelho. 

O chamado de Paulo o levou especialmente às terras dos gentios, e mais do que qualquer outra pessoa, ele foi capaz de fazer uma grande colheita de almas entre eles. 

Os outros apóstolos se dedicaram especialmente ao trabalho entre os judeus (Gl 2.1-8).

d) O remanescente dos gentios obedeceu ao evangelho; estes eram aceitáveis ​​diante de Deus. 

Os gentios eram a oferta aceitável a Deus. Eles foram santificados (separados) pelo Espírito Santo. Esta declaração de fato não conta como o Espírito Santo santificou essas pessoas que obedeciam ao evangelho. 

Jesus falou sobre as pessoas serem santificadas pela palavra de Deus (João 17:17); visto que o Espírito Santo revelou a palavra de Deus, a maneira como o Espírito santifica as pessoas é por essa palavra, o evangelho. 

O Espírito Santo nomeia presbíteros (Atos 20:28), mas ele não o faz por um decreto sobrenatural diretamente do céu; ele o faz por homens que atendem às qualificações estabelecidas na palavra inspirada e são selecionados pela igreja para servir como presbíteros.

e) Somos batizados pelo Espírito no corpo de Cristo (1 Coríntios 12:13), mas o Espírito não nos submerge pessoalmente; antes, à medida que os indivíduos crêem no evangelho e o obedecem ao serem batizados, eles são santificados por meio disso; 

O papel do Espírito no processo é aquele que ele cumpriu ao revelar o evangelho.

f) Quando os homens não seguem procedimentos corretos ao interpretar a Bíblia, eles aceitam todos os tipos de crenças e práticas tolas e nocivas (2 Timóteo 2:15).

1) 2 Tessalonicenses 2:13

2) O apóstolo afirma o fato de que o Espírito Santo é o autor da santificação que acompanha a salvação, sem declarar o método pelo qual a santificação é realizada. Não há suporte no versículo para a teoria.

2. A santificação é atribuída à palavra de Deus.
a) João 17: 17-19
b) Hebreus 10:10, 29

B) A santificação é realizada pelo Espírito Santo; ele usa a palavra inspirada de Deus para realizar essa condição espiritual. Não é uma ação feita pelo Espírito de uma forma direta e miraculosa; não é feito independente de nossa vontade.

1. 1 Pedro 1: 2
2. A obra do Espírito é realizada por meio da mensagem que ele revelou aos homens inspirados e que fez com que fosse registrada como o Novo Testamento.
a) 1 Coríntios 2: 9-14
b) 2 Timóteo 3: 16-17
3. O papel que o indivíduo desempenha no grande drama espiritual da santificação é ouvir, crer e obedecer à mensagem dada pelo Espírito.
a) Atos 18: 8
b) 1 Pedro 1: 22-25

C) A Divindade é unificada no processo de santificação:

1. O Espírito Santo santifica, usando a mensagem inspirada da verdade.
2. Cristo redime por meio do preço de resgate de seu sangue.
3. Deus elege aqueles que satisfazem a condição para as fileiras de sua família espiritual.

D) O processo de santificação inclui:

1. a separação inicial quando obedecemos ao evangelho e
2. o crescimento que experimentamos ao estudar, aprender, servir e aumentar nossa força espiritual.

IV. Ambos os aspectos da santificação são essenciais para nossa salvação eterna 

A) É a vontade de Deus… 1 Tessalonicenses 4: 3

1. A vontade de Deus pode ser ignorada em qualquer assunto com impunidade?
2. Não podemos evitar nenhuma parte do plano de santificação de Deus ; devemos obedecer ao evangelho para sermos salvos de nossos pecados passados; e devemos andar na luz do evangelho para reter a salvação.
3. Romanos 5: 8-9

B) A santificação nos prepara para um serviço útil no reino de Cristo… 2 Timóteo 2:21

1. O homem de um talento não era lucrativo: “E lançai o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes” (Mt 25:30).
2. Os antigos gentios e alguns dos judeus não eram lucrativos… Romanos 3:12
3. Somos salvos para servir, não para sermos servidos.
a) 2 Coríntios 5:15
b) Gálatas 2:20
4. Não podemos ser úteis ao Senhor a menos que estejamos separados do mundo pecaminoso e dedicados aos negócios do Senhor.

C) A santificação nos qualifica para a comunhão com os santos, tanto aqui como na eternidade.

1. Mateus 5: 8
2. Efésios 3:15
3. 1 João 1: 7

D) A santificação nos permite entrar no céu e ver Deus em paz.

1. Então veja 2 Coríntios 7: 1

“ORA, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.”

V. Exame dos meios pelos quais a santificação é produzida

A) A santificação é produzida pela palavra de Deus .

1. Veja então João 8: 31-32 que diz:

“31 Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; 32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

B) Somos libertados do pecado (separados de sua culpa) pela verdade quando cremos e obedecemos à verdade (a palavra de Deus).

C) Não podemos esperar ser aceitáveis ​​se rejeitarmos qualquer um dos requisitos de Deus… Lucas 7:30

D) Não podemos esperar ser aceitáveis ​​se não continuarmos a seguir a verdade .

1. Mateus 10:22
2. Apocalipse 2:10

E) Somos santificados quando obedecemos à verdade e tentamos viver em harmonia com a verdade .

1. Veja então 2 Coríntios 3:18

“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.”

2. Tiago 1: 23-25

F) O crescimento na santificação é produzido pela adoração em espírito e em verdade… João 4:24

1. É um princípio bem estabelecido que nos tornamos como o objeto de nossa adoração.
2. Deus ordenou que nossa adoração fosse oferecida por meio do estudo de sua palavra, cantando louvores, comendo a Ceia do Senhor, orando e dando.
3. Cada componente da adoração escriturística é uma influência poderosa no desenvolvimento da santificação. 

Quem são os membros espiritualmente fracos e pobres? Aqueles que não atendem e adoram com sinceridade. 

Quem são os cristãos fortes e maduros? Aqueles que sempre participam e adoram com devoção.

VI. Resultados da santificação

A) Se alguém é santificado, ele tem uma profunda reverência pelas coisas sagradas.

1. Ele tem profundo respeito pela Bíblia, pela adoração, pela igreja do Senhor e pelo nome do Senhor.
2. Quando ele fala de Deus ou com Deus, ele o faz com admiração e respeito… Levítico. 19:12
3. Se alguém usa o nome do Senhor vagamente, ou é crítico de sua igreja, é desatento na adoração ou trata a Bíblia levianamente, podemos saber que ele não é uma pessoa santificada; ele é grosseiramente ignorante ou indiferente.
4. Veja Hebreus 12:14

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”.

B) Se alguém é santificado, ele tem o desejo sincero pela prosperidade da igreja e pela salvação do mundo perdido.

1. Ele está disposto a sacrificar o interesse próprio pelo bem-estar da igreja.
2. Ele fará de tudo para evitar ofender os santos ou os perdidos.
3. Ele está disposto a fazer sua parte para alcançar os perdidos, com seus talentos, seu tempo, sua energia e seu dinheiro.

C) Se alguém é santificado, ele é longânimo.

1. Se for impaciente, rabugento, áspero, crítico, hostil ou reclamar dos outros, ele tem uma disposição mental profana.
2. O coração certo é o coração que sofre com os outros, mesmo quando eles estão em desacordo com o Senhor.
3. 1 Coríntios 13: 1-3
4. Efésios 4:32

D) Se alguém é santificado, ele odeia todo pecado e erro religioso e ama a verdade.

1. Aquele que odeia o pecado e o erro o faz porque Deus o faz… Salmo 119: 128
2. Nós odiamos porque é prejudicial para o homem.
3. Amamos a verdade porque ela conduz à vida eterna.
4. Se um homem é tolerante com o pecado e o erro, ele não está do lado de Deus.

E) Aquele que é santificado tem prazer em adorar e obedecer a Deus.

1 Ele não vê isso como um fardo pesado, mas um privilégio alegre.
a) Miquéias 6: 8
b) 1 João 5: 2-3
2. Ele considera um destino feliz ser até o servo mais humilde… Salmo 84:10
3. Ele considera um privilégio e alegria dar… 2 Coríntios 9: 7
4. É um momento de felicidade para ele poder cantar louvores a Deus, comer a Ceia do Senhor, estudar a palavra de Deus e orar; e ele fica feliz por poder servir em qualquer cargo.

F) Aquele que é santificado é um obreiro voluntário no reino de Cristo.

1. Não há necessidade de ameaçar ou bajular tal pessoa.
2. Ele está disposto a aprender e cumprir seu dever sem manter um registro de suas realizações.
3. Marcos 14: 8

CONCLUSÃO: Ao concluirmos este sermão sobre santificação, vamos perguntar…

A. Você está à altura dos altos padrões de Deus?

1. 2 Coríntios 13: 5
2. Não desanime se você está tentando, mas não consegue: continue tentando.
3. Mas se você não está tentando, ou pensa pouco na santificação ou em outros assuntos espirituais, reflita sobre estas declarações da verdade:
a) Hebreus 12:14
b) Apocalipse 21:27
c) Apocalipse 22:14

B. O que apresentamos neste sermão sobre santificação é o que os apóstolos inspirados escreveram:

1. Filipenses 2:12
2. 1 Pedro 1: 13-16

Esse é um estudo temático sobre a Doutrina da Santificação em forma de Sermão.

Veja mais Esboços de Pregação.

Botão Voltar ao topo