5 Versículos bíblicos para vencer a raiva

A Bíblia pode parecer contraditória sobre a raiva, mas quando examinamos os versículos com cuidado, entendemos o significado da raiva e em que sentido é prejudicial.

Versículos que descrevem a raiva como cruel e algo a se evitar:

“A raiva é cruel e a fúria avassaladora, mas quem pode resistir ao ciúme?” (Salmos 27:4)

“Os escarnecedores incitam a cidade, mas os sábios desviam a cólera” (Provérbios 29:8)

“Não se irrite rapidamente em seu espírito, pois a raiva reside no colo dos tolos” (Eclesiastes 7:9)

O Novo Testamento dá uma forte determinação para aqueles que se tornaram nova criatura em Cristo Jesus, se livrar de toda a raiva:

“Livrem-se de toda amargura, raiva e cólera, brigas e calúnias, juntamente com toda forma de malícia. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo” (Efésios 4:31-32)

“Agora vocês devem se livrar de todas essas coisas como estas: raiva, furor, malícia, calúnia e linguagem obscena de seus lábios” (Colossenses 3:8).

No entanto, o apóstolo Paulo escreveu aos Efésios:

“Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo.” (Efésios 4:26-27)

Parece que Paulo está descrevendo uma situação em que alguém pode sentir a emoção da ira, mas não pecar por isso. 

Além do mais, a Bíblia está repleta de referências a Deus estando irado:

“A ira do Senhor arde contra o seu povo” (Isaías 5:25)

Deus certamente não peca e, de fato, é tardio em se irar:

“Porém tu, Senhor, és um Deus cheio de compaixão, e piedoso, sofredor, e grande em benignidade e em verdade.” (Salmos 86:15)

Enfim, deve haver algum aspecto da raiva que não seja pecado.

Como entender a raiva

Então, como podemos entender a raiva? Como aprendemos a nos acalmar quando estamos com ira? Essa ira é imprudente e para os tolos? Mesmo que Deus também se ira?

A questão é o motivo e o foco da raiva:

Justa – O amor pelas pessoas sempre motiva a raiva justa, que se concentra em destruir a maldição do pecado para curar e salvar as pessoas.

Pecaminosa – O egoísmo motiva a raiva pecaminosa, que se concentra em punir, ferir ou destruir as pessoas enquanto perpetua o pecado e o egoísmo.

Versículos Bíblicos para vencer a raiva

Exemplos de ira justificada

Aqui está um exemplo simples: os médicos têm raiva justificada de patógenos (sarampo, poliomielite, ebola) e doenças (câncer, mal de Alzheimer, esclerose múltipla, etc.). Eles procuram acabar com todas as doenças e patologias para curar e salvar pessoas. Contudo, os médicos não têm raiva de pacientes doentes e moribundos.

É claro que os médicos ficam zangados com as atividades que espalham doenças, especialmente quando são propositadamente espalhadas, como por exemplo, indivíduos infectados pelo HIV que espalham a doença com agulhas sujas ou sexo desprotegido. No entanto os médicos ainda amam o viciado ou a prostituta que está espalhando a doença. 

Isto é, ao mesmo tempo em que buscam curar os atualmente infectados, os médicos também querem impedir a propagação da doença para proteger todos os que ainda não estão infectados.

Os médicos também oferecem remédios para o HIV e métodos para impedir sua propagação, mas quando uma pessoa se recusa a tomar o remédio e a usar os métodos que impeçam a infecção de outras pessoas, os médicos ficam bravos não só com a doença, mas também com a recusa do pessoa que rejeita o tratamento. 

E quanto maior a raiva quando a pessoa que recusa o tratamento salva-vidas é o próprio filho ou filha do médico.

Por que os médicos então sentem raiva? Porque eles amam a pessoa que está morrendo e sabem que podem salvá-la, se o indivíduo terminal permitir.

Essa é a ira justa, nunca procurando prejudicar a pessoa, mas sempre motivada pelo amor para curar e salvar, mesmo quando uma pessoa se recusa a curar e escolhe caminhos que destroem a si mesmos e aos outros.

Esta é a ira que Deus expressa:

 Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram, me provaram, E viram por quarenta anos as minhas obras. Por isso me indignei contra esta geração, E disse: Estes sempre erram em seu coração, E não conheceram os meus caminhos. Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso.”

Hebreus 3:7-11

Jesus sentiu raiva?

Jesus também expressou ira pela dureza de coração que obstruía Seu amor curador, mas Ele ainda amava aqueles cujos corações eram duros:

“E, olhando para eles em redor com indignação, condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele a estendeu, e foi-lhe restituída a sua mão, sã como a outra.”

Marcos 3:5

E o que a raiva justa, que é uma manifestação de amor, faz com aqueles que persistentemente recusam a cura? Ele age para conter e proteger até o ponto em que a pessoa está curada ou nenhuma outra intervenção será útil, e então o amor vai embora, com tristeza, e permite que a pessoa colha o que escolheu: dor, sofrimento e morte. 

O amor está com raiva porque não precisava ser assim! A ira justificada não age para torturar, infligir danos ou causar sofrimento e tormento.

Quando Israel rejeitou persistentemente a Deus e insistiu em danificar seus corações, mentes e caráter ao se envolver na adoração de ídolos, Deus como um médico amoroso cujo paciente recusa a reabilitação e insiste em se injetar com substâncias nocivas, os libertou para colherem o que quisessem. 

Sem a presença protetora de Deus, inimigos de todos os tipos entraram e os atacaram; eles colheram o que escolheram, uma vida separada de Deus. E Deus ficou zangado porque não precisava ser assim!

Versículos Bíblicos sobre a raiva

O que é raiva prejudicial?

A raiva egoísta, entretanto, não é motivada pelo amor pelos outros. Nem está zangado com o sofrimento que o pecado está causando aos outros. Em vez disso, a raiva egoísta é uma ira sobre os erros que experimentamos, cometidos contra nós ou para o que valorizamos, não por amor aos outros. 

Exemplos disso, quando ficamos com raiva:

  • Por não conseguirmos o que queremos
  • Por ter nossas ideias desafiadas ou refutadas
  • Por ter nossos projetos e atividades interferidos
  • por ter nossa autopromoção frustrada ou difamado
  • por ser agredido, ferido, roubado
  • Por ter ficado envergonhado
  • De inveja de ver outra pessoa conseguindo o que queríamos
  • De injustiça, outra pessoa tendo mais do que nós
  • Quando alguém questiona nossa autoridade, desobedece ou nos desrespeita
  • Por não ter cumprido o padrão familiar

Esses exemplos de raiva levam a uma atuação egoísta, procurando tirar de outro, ferir outro, fazer outra pessoa pagar pelo mal que nos fez, até mesmo matar outra pessoa para se proteger, promover ou promover a si mesmo. Ele quer garantir que o erro seja punido, não remediado. Essa é a raiva do pecado e do egoísmo.

Versículos Bíblicos para vencer a ira

A seguir estão alguns versículos bíblicos que podem ajudar a vencer a raiva:

Provérbios 29:11

“O tolo dá vazão à sua ira, mas o sábio mantém-se calmo.”

Tiago 1:19-20

“Saibam disto, meus amados irmãos: cada um deve ser pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.”

Efésios 4:26-27

“Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao Diabo.”

Colossenses 3:8

“Mas agora abandonem todas estas coisas: ira, indignação, maldade, maledicência e linguagem indecente no falar.”

Provérbios 15:1

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira.”

Esses versículos nos lembram que a raiva é uma emoção natural, mas que podemos controlá-la por meio da sabedoria e da orientação de Deus. Eles nos incentivam a manter a calma, ouvir os outros, não agir precipitadamente e não permitir que a ira nos controle. Também nos lembram que a raiva pode nos levar ao pecado e nos afastar da justiça de Deus, e nos encorajam a abandonar a ira e todas as suas consequências negativas.

Ao refletir sobre esses versículos e aplicá-los em nossa vida diária, podemos aprender a lidar melhor com a raiva e a desenvolver um espírito mais pacífico e amoroso. Podemos buscar a Deus em oração, pedindo Sua ajuda e Sua orientação para vencer a raiva e desenvolver relações mais saudáveis e edificantes com as pessoas ao nosso redor.

Como controlar a raiva segundo a Bíblia

Ações que prejudicam nossas funções corticais superiores (a parte do cérebro atrás de nossas testas, onde raciocinamos, pensamos e amamos) aumentam nossa vulnerabilidade à raiva egoísta, como intoxicação, privação de sono e falsas crenças que incitam o medo, incluindo mentiras sobre Deus, aumentando a probabilidade de raiva pecaminosa. 

Isto acontece porque processamos emoções e impulsos nesta área do cérebro, e quando esta parte do cérebro não está operando com eficiência máxima, ficamos mais vulneráveis ​​a momentos de explosões de raiva, sentindo que é a resposta certa e adequada para um erro percebido. 

Isso dá uma ideia de muitos dos conselhos da Bíblia sobre como evitar a embriaguez, descansar adequadamente, comer alimentos saudáveis, perdoar os outros, evitar conflitos físicos e a importância de conhecer a Deus como Jesus revelou que Ele é.

Se você se sentir zangado, primeiro pergunte: com o que estou zangado? É porque você ama alguém e o vê se machucando, ou algo o ferindo, e você está com raiva da patologia ou processo que está causando dano? Ou você está com raiva de algum mal, real ou percebido, acontecendo com você? O seu motivo para agir com amor é salvar ou curar o outro, ou o seu motivo para agir por vingança é punir ou ferir o outro?

Se você achar que sua raiva é de natureza egoísta, eu o encorajo a ir a Deus em oração e pedir um novo coração e novos motivos para lhe dar amor e ajudá-lo a mudar sua perspectiva para que qualquer raiva que você sinta, seja apenas a justa ira do amor para a destruição do pecado para trazer cura aos pecadores e nunca com raiva para prejudicar o pecador.

Um Salmo para acalmar a raiva

Salmo 37:1-9

¹ Não se aborreça por causa dos homens maus e não tenha inveja dos perversos;
² pois como o capim logo secarão, como a relva verde logo murcharão.
³ Confie no Senhor e faça o bem; assim você habitará na terra e desfrutará segurança.
⁴ Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração.
⁵ Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá:
⁶ Ele deixará claro como a alvorada que você é justo, e como o sol do meio-dia que você é inocente.
⁷ Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros, nem com aqueles que maquinam o mal.
⁸ Evite a ira e rejeite a fúria; não se irrite: isso só leva ao mal.
⁹ Pois os maus serão eliminados, mas os que esperam no Senhor receberão a terra por herança.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!