2 Coríntios 4:7-11 – A Confiança do Cristão – Esboço de Sermão Expositivo

Esse é um Esboço de 2 Coríntios 4:7-11, Sermão Expositivo com o Título: Confiança do Cristão.

TÍTULO: CONFIANÇA DO CRISTÃO

TEXTO: 2 CORÍNTIOS 4:7-11

INTRODUÇÃO

Ilustração 1: Paulo e Silas no cárcere louvavam a Deus, após terem sido chicoteados.

Ilustração 2: Mezaque, Sadraque e Abedenego na fornalha de fogo (livro de Daniel 3).

Esses textos relatam casos de Cristãos que tiveram uma enorme confiança em Deus.

Então, de onde vem a confiança do Cristão?

Transição: Nesse texto podemos observar 3 aspectos que mostram de onde vem essa confiança.

I. VEM DA PRESENÇA DE CRISTO EM NÓS (2 CORÍNTIOS 4:7)

A. Somos vasos de barro

Sendo de barro o vaso é quebrável.

O servo de Deus não é infalível. Embora estejamos sujeitos a erros precisamos combatê-los.

B. Temos um conteúdo de valor

O Espírito Santo habitando em nós nos reveste de poder para que se manifeste a Glória de Deus.

Transição: Além da presença de Cristo em nós, a confiança do Cristão vem:

II. DA CERTEZA DA PROTEÇÃO DE DEUS (2 CORÍNTIOS 4:8-9)

A. Pois, passamos por muitas aflições e sofrimentos

Como vasos, por fora nós podemos trincar, mas internamente o nosso tesouro (Cristo) está intacto, então o texto nos diz que:

POR FORAPOR DENTRO
AtribuladosNão angustiados
Perplexos (espantados / surpresos)Não Desanimados
PerseguidosNão desamparados (abandonados)
Abatidos (feridos)Não destruídos

B. Porém Deus em tudo nos socorre

O Salmista Davi (Sl 34:19) escreve “Muitas são as aflições do Justo, mas o Senhor de todas o Livra”.

Esse livramento virá com o tempo através da oração, da confiança e da Fé.

Transição:  E finalmente a confiança do Cristão vem:

III. DA MANIFESTAÇÃO DO PODER DE DEUS (2 CORÍNTIOS 4:10-11)

A. Em nossa carne mortal

Porque o Poder de Deus se manifesta na nossa fraqueza. Pois Ele nos dá a Graça, que é tudo que precisamos.

Essa Graça demonstra a força, a bondade, a misericórdia e o amor de Deus para nos conduzir nas aflições.

B. Quando formos ressuscitados como justos

Nós Cristãos seremos livrados da morte na ressurreição, sendo assim devemos depositar nossa confiança na vida eterna.

CONCLUSÃO

Resumo:  A confiança do Cristão vem: da presença de Cristo em nós, da Certeza da Proteção de Deus, da Manifestação do Poder de Deus.

Paulo não se desanimava quando contemplava a própria morte, pois, ele mostrou a sua Fé nas promessas de Deus.

Por outro lado, nosso Senhor não usa anjos para testemunhar a sua Glória, Ele usa o seu Povo.

Ele não quer que saiamos de uma crise dizendo: “Obrigado Deus, mantive a Fé durante toda a provação”.

Porque outra provação virá com o tempo e talvez seja um teste completamente diferente.

Ele quer que sejamos sustentados por sua paz e segurança em todos os nossos sofrimentos, confiando que Ele nos ama, que caminha conosco nas provações e anseia por curar nossas feridas.

Para descansar no Senhor precisamos unicamente da Fé expressa através da nossa perseverança na leitura da Bíblia cultivando nossa intimidade com Deus através das nossas orações.

E finalmente confiando que Deus derramará sua Graça quando nós precisarmos.

Apelo:  Amados, ainda hoje Deus está procurando um povo que confie nele plenamente.

E se você ainda não entregou sua vida aos cuidados do Senhor, faça agora, para que você faça parte desse povo.

BAIXE O ESBOÇO DE 2 CORÍNTIOS 4 EM PDF

2-Corintios-4.pdf (39 downloads)
biblioteca do pregador

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.