Como Interpretar Provérbios da Bíblia

Como Interpretar o livro de Provérbios e entender esse gênero literário tão rico e pouco explorado? Nesse artigo vamos introduzir a importância de saber interpretar esse gênero e lhe oferecer uma ferramenta eficaz.

Como Interpretar Provérbios, o gênero literário de Sabedoria

A sabedoria hebraica é uma categoria de literatura que não é familiar à maioria dos cristãos atuais.

Embora uma porção pequena da Bíblia seja desse gênero, os cristãos entendem ou aplicam de forma errada esse material das Escrituras, e assim perdem os benefícios que Deus destinara para eles.

No entanto, quando devidamente compreendida, é útil para a vida.

Mas, quando é aplicada de forma errada, incentiva um comportamento egoísta e materialista.

Três livros do Antigo Testamento são conhecidos como de “sabedoria”: Eclesiastes, Provérbios e Jó.

Além disso, alguns salmos são classificados nessa categoria.

Sabedoria em Provérbios como interpretar?

Provérbios é o lugar primário da “sabedoria prudencial” ou seja, aforismos memoráveis que as pessoas podem usar para ajudá-las a fazer escolhas responsáveis na vida.

Em contraste com Eclesiastes e Jó, que usam uma sabedoria especulativa como um meio de lidar com as grandes questões da vida, a sabedoria proverbial concentra-se principalmente nas atitudes práticas e no comportamento na vida diária.

Provérbios e os valores básicos

De forma generalizada, pode-se dizer que Provérbios ensina “valores básicos considerados tradicionais”.

Um bom pai não quer que seu filho cresça infeliz, decepcionado, solitário, imoral, inepto, socialmente rejeitado, com problemas diante da lei, ou sem recursos.

Não é nem egoísta nem irrealista para um pai desejar para o filho um nível razoável de sucesso na vida inclusive aceitação social, retidão moral e liberdade de desejo.

Provérbios fornece uma coletânea de declarações incisivas de conselho visando exatamente a esse efeito.

Naturalmente, não há garantia de que a vida sempre irá bem para um jovem.

O que Provérbios diz é que, considerando-se todas as outras coisas como iguais, há atitudes e padrões básicos de comportamento que ajudarão a pessoa a crescer até ser um adulto responsável.

O contraste de viver de forma sábia e insensata em Provérbios

Continuamente, Provérbios apresenta um contraste nítido entre viver com sabedoria e viver de forma insensata.

O que caracteriza a vida vivida de forma insensata?

A insensatez é caracterizada por atitudes como:

Crime violento (Provérbios 4:14-19)

como interpretar o livro de proverbios

Descuido em prometer e assumir compromissos (Provérbios 6:1-5)

como entender o livro de proverbios

Preguiça (Provérbios 6:6-11)

interpretando proverbios da biblia

Desonestidade maliciosa (Provérbios 6:12-15)

curso de como interpretar proverbios

Impureza sexual (Provérbios 9:13-18)

curso de interpretação biblica

Além de apresentar essas atitudes opostas a uma vida com sabedoria, Provérbios insiste em atitudes como:

Cuidado com os pobres (22:22,27), respeito para com os líderes do governo (23:1-3; 24:21,22), importância de disciplinar os filhos (23:13,14), moderação no consumo do álcool (23:19-21, 9-35) e respeito aos pais (23:22-25).

Exemplo de Como Interpretar Provérbios 6:27-29

como entender o livro de proverbios na biblia - curso

Fora de seu contexto, a última linha facilmente pode ser aplicada de forma errada:

O que acontece com alguém que toca a esposa de outro homem por acidente, ele será punido?

Ou o que acontece com pessoas que cometem adultério e conseguem escapar imunes?

Tais “interpretações”, no entanto, não vêm ao propósito.

Primeiro, essa última linha conclui um dístico, em que a segunda linha tem de ser entendida à luz da primeira.

Segundo, provérbios tendem a empregar linguagem figurada e expressar as coisas de forma sugestiva em vez de detalhada.

A palavra “tocar” nessa linha é claramente um eufemismo das relações sexuais.

A lição que você deve aprender desse provérbio é que adulterar é como brincar com fogo.

Deus tomará as medidas para que, mais cedo ou mais tarde, nesta vida ou no porvir, o adúltero seja lesado por suas ações.

Entender isso de modo diferente é distorcer a mensagem inspirada do Espírito Santo.

Assim, um provérbio não deve ser entendido de forma demasiadamente literal ou universal.

Exemplo de Como Interpretar Provérbios 16:3

como interpretar proverbios versiculos da biblia

Esse é o tipo de provérbio que é mal interpretado com mais frequência.

Sem reconhecer que os provérbios tendem a ser declarações não literais que indicam a verdade de modo figurado, as pessoas com frequência presumem que Provérbios 16:3 é uma promessa direta, nítida e sempre aplicável da parte de Deus.

Em outras palavras, pensam que, se alguém dedica seus planos a Deus, serão bem-sucedidos.

O provérbio ensina que vidas dedicadas a Deus e vividas de acordo com a sua vontade são bem-sucedidas, conforme a definição de sucesso feita pelo próprio Deus.

Por isso, a NIV interpreta a segunda linha da seguinte forma: “e ele estabelecerá seus planos”.

De acordo com a definição de sucesso feita pelo mundo, o resultado pode ser exatamente o oposto.

A história de Jó nos serve de lembrança eloquente acerca disso.

curso proverbio para a vida

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.