Descoberta revela desenhos antigos de navios feita por cristãos

"Estes desenhos intrigantes podem ter sido deixados por peregrinos cristãos que chegaram de navio para o porto de Gaza - a sua primeira paragem interior foi esta igreja Rahat; continuando daqui em diante para outros locais em todo o país" explica escavadoras.

A descoberta trata-se de uma igreja do período bizantino com arte na parede exibindo navios. A escavação foi realizada pela Autoridade de Antiguidades de Israel no Norte de Negev.

“Esta é uma saudação dos peregrinos cristãos que chegam de navio ao porto de Gaza”, dizem os diretores da escavação.

Eles explicam ainda que,

“O local escavado conta a história de assentamento no Norte de Negev no final do período bizantino e no início do período islâmico inicial. Peregrinos visitaram a igreja e deixaram sua marca pessoal na forma de desenhos de navios nas suas paredes. O navio é de fato um antigo símbolo cristão, mas neste caso – aparentemente, é uma verdadeira representação gráfica de navios reais em que os peregrinos viajaram para a Terra Santa.

O local da antiga igreja com desenhos de navios fica, na verdade, ao lado de uma antiga estrada romana que conectava o porto mediterrâneo de Gaza a Beer Sheva, a principal cidade do Negev.

“Os peregrinos começaram a sua peregrinação seguindo estradas romanas que levam a locais sagrados à Cristandade, como Jerusalém, Belém, os mosteiros nas Colinas Negev e no Sinai. É razoável que a sua primeira parada após descer dos navios no porto de Gaza tenha sido esta própria igreja revelada na nossa escavações ao sul de Rahat. Este local fica apenas a meio dia a pé do porto”, explica os estudiosos.

De acordo com o Prof. Deborah Cvikel do Departamento de Civilizações Marítimas da Universidade de Haifa,

“Um dos navios desenhados nas paredes da igreja é retratado como um desenho de linha, mas ainda assim pode ser percebido que o seu arco é ligeiramente apontado e que há remos em ambos os lados do navio. Isto pode ser uma representação aérea do navio, embora pareça que o artista estava a tentar um desenho tridimensional. Pode ser que as linhas abaixo retratem o caminho batido pelos remos através da água. Navios ou cruzes deixados por visitar peregrinos cristãos como testemunha da sua visita também são encontrados na igreja do Santo Sepulcro de Jerusalém.“

Outro desenho retrata o que parece ser um navio de dois mastros. O mastro principal não tem vela, mas exibe uma pequena bandeira na sua seção superior.

O mastro dianteiro está ligeiramente inclinado em direção à proa e possui uma vela conhecida como artemon. Os detalhes precisos indicam que o artista tinha familiaridade com a vida marítima.

Como o desenho foi encontrado de cabeça para baixo, parece que a pessoa que colocou a pedra durante a construção não sabia que ela tinha um desenho, ou não se importou.

Fonte: facebook.com/AntiquitiesEN. Confira mais achados arqueológicos.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo