Esboço de pregação no livro de Obadias

Esboço de pregação e estudo no livro de Obadias com o tema: O Julgamento de Edom.

Tema: O Julgamento de Edom

Sermão baseado no livro de Obadias 1:1-21

INTRODUÇÃO

1. O primeiro dos “Profetas Menores” que consideraremos é Obadias, cujo livro é o mais curto de todos os livros do Antigo Testamento.

2. Seu nome significa “Servo de Yahweh (Jeová)” e era bastante comum.

A. Treze pessoas diferentes são chamadas por este nome no Antigo Testamento.

B. Uma tradição judaica o identifica como aquele que foi mordomo de Acabe, escondendo 100 profetas de Jezabel, esposa de Acabe (1 Reis 18:3-4), e que temeu ao Senhor desde a sua juventude (1 Reis 18:12).

C. Ele também pode ter sido o Obadias enviado por Josafá para ensinar a lei em Judá (2 Crônicas 17:7), ou o Obadias que foi um dos superintendentes na reparação do templo sob Josias (2 Crônicas 34:12).

3. Quem quer que tenha sido esse Obadias, sua mensagem contém lições valiosas para nós hoje.

Antes de olhar para o livro em si, vamos considerar alguns pontos importantes.

I. INFORMAÇÕES BÁSICAS DO LIVRO

A. A DATA…

1. Duas datas são frequentemente propostas: 845 AC e 586 AC.

2. O profeta refere-se a um ataque a Jerusalém; os comentaristas oferecem estas duas possibilidades:

  • Os dias de Jeorão (848-844 a.C.), quando os filisteus e os árabes atacaram a cidade – 2Crônicas 21:8-10, 16-17.
  • A destruição de Jerusalém pelos babilônios (586 a.C.).

3. A evidência interna parece apoiar a data inicial de 845 a.C.

A linguagem de Obadias é muito diferente da de Jeremias.

Não há menção à destruição do templo, à deportação para a Babilônia, ao remanescente que foi para o Egito.

Aceitamos a data anterior, por volta de 845 AC.

B. A MENSAGEM…

1. A queda de Edom:

Por causa do seu orgulho e sua crueldade contra Israel, seus primos.

2. A exaltação de Sião:

Quando Seir, a contraparte edomita de Sião, for derrubada.

Os resgatados de Israel estarão em Sião, pois nela serão encontrados os remidos.

Por esta razão, coloquei o subtítulo desta lição como “O Julgamento de Edom”.

C. A HISTÓRIA DE EDOM…

1. O povo de Edom descendia de Esaú, irmão gêmeo de Jacó.

2. Havia rivalidade entre irmãos entre Edom e Israel, encontrada primeiro em Esaú e Jacó:

a. Os gêmeos lutaram no ventre de sua mãe – Gênesis 25:22-26.

b. Esaú vendeu seu direito de primogenitura a Jacó – Gênesis 25:27-34.

c. Jacó roubou a bênção de Esaú como primogênito – Gênesis 27.

3. Embora Jacó e Esaú eventualmente se reconciliassem (Gênesis 32-33), seus descendentes muitas vezes estavam em desacordo entre si:

No Êxodo, Edom recusou a passagem de Israel pela sua terra – Números 20:14-21.

Edom foi finalmente subjugado por Davi – 2 Samuel 8:13-14.

Durante o reinado de Jeorão, Edom se revoltou – 2 Reis 8:20-22.

4. Localizados ao sul do Mar Morto, eles construíram suas cidades nas falésias e se consideravam inexpugnáveis.

5. Depois da profecia de Obadias:

Os edomitas foram vencidos pelos nabateus, forçados a se estabelecer ao sul de Judá.

Por volta de 100 a.C., foram conquistados por João Hircano dos Macabeus, que forçou muitos deles a serem circuncidados e a aceitarem a Lei.

Como tal, muitos se tornaram prosélitos judeus nominais (Herodes, o Grande, foi um deles).

Por volta de 100 DC, Edom como raça e nação havia se perdido na história.

Com este pano de fundo, vamos agora ler a profecia de Obadias.

II. ESBOÇO DO LIVRO DE OBADIAS

A. O JULGAMENTO PRÓXIMO SOBRE EDOM (OBADIAS 1: 1-9)

  1. O decreto enviado às nações (1).
  2. Orgulhosa de sua localização, Edom será derrubada (2-4).
  3. A destruição será completa (5-6).
  4. Edom será traída por aliados (7).
  5. Nem mesmo sabedoria e poder podem salvá-los (8-9).

B. A RAZÃO DO JULGAMENTO SOBRE EDOM (OBADIAS 1: 10-16)

  1. Por violência e conduta hostil para com Jacó (10-11).
  2. Uma repreensão contra tal conduta (12-14).
  3. Portanto, o “Dia do Senhor” para eles significará receber o mesmo tipo de tratamento! (15-16).

C. A EXALTAÇÃO DE ISRAEL SOBRE EDOM (OBADIAS 1: 17-21)

  1. Libertação e santidade serão encontradas no Monte Sião, não no Monte Seir (17a).
  2. A casa de Jacó consumirá a casa de Esaú (17b-18).
  3. Os filhos de Israel possuirão Edom e as nações vizinhas (19-20).
  4. A regra última será a do Senhor (21).

Com esta breve leitura da “visão” de Obadias a respeito de Edom (1), aqui estão algumas reflexões a respeito…

III. O CUMPRIMENTO DA PROFECIA

A. SEU CUMPRIMENTO IMEDIATO…

  1. A destruição de Edom começou com a invasão babilônica sob Nabucodonosor (cerca de 600 a.C.).
  2. Continuou até o século IV a.C. com a invasão dos árabes conhecidos como nabateus, forçando-os a migrar para uma região ao sul de Judá.
  3. No século II a.C., os Macabeus os submeteram quando Judas Macabeu matou vinte mil deles.
  4. João Hircano (134-104 a.C.) forçou o restante a aceitar a circuncisão e a Lei.

B. SEU CUMPRIMENTO FINAL…

  1. Provavelmente pode ter ocorrido com a vinda do Messias (Jesus Cristo)!
  2. Pois com a Sua vinda e o estabelecimento do reino espiritual começando em Jerusalém…
  • Libertação e santidade vieram do Monte Sião (isto é, Jerusalém)! – Lucas 24:47
  • O reino (governo) é do Senhor! – Lucas 1:31-34; Mateus 28:18; 1 Pedro 3:22; Apocalipse 1:5
  • A casa de Jacó (isto é, o verdadeiro Israel espiritual) possuía Edom à medida que os gentios entre eles se tornavam cristãos! – Romanos 11:13-18 (onde se diz que os gentios fiéis foram enxertados na linhagem de Israel).
  1. Como suporte para esta interpretação, considere:
  • A profecia de Balaão – Números 24:15-19, que prediz a vinda do Messias e a subjugação de Edom.
  • A profecia de Amós – Amós 9:11-12, que fala da reconstrução do tabernáculo de Davi, que inclui o estabelecimento do reino messiânico.
  • O pedido de Tiago no concílio de Jerusalém – Atos 15:13-17, onde ele associa a conversão dos gentios ao cumprimento das profecias do Antigo Testamento.

Portanto, o cumprimento é figurativo, e não literal, à medida que os gentios se tornam cristãos.

IV. LIÇÕES DO LIVRO DE OBADIAS

A. “O ORGULHO ANTES DA DESTRUIÇÃO…” – Provérbios 16:18

  1. O orgulho leva à vaidade e a um sentimento de independência de Deus.
  2. Assim como Edom se orgulhava de sua localização geográfica, aliados, sabedoria e poder.
  3. Tal arrogância Deus punirá – Isaías 13:9-11.
  • Estamos em guarda contra esse orgulho?

B. NÃO MALTRATE SEUS IRMÃOS…

  1. Esta também foi a culpa de Edom (versículo 10).
  2. A maneira como tratamos nossos irmãos afeta nosso relacionamento com o Senhor – 1 Coríntios 8:12.
  • Somos cuidadosos ao lidar com nossos irmãos?

C. “NÃO SE ALEGRE QUANDO O SEU INIMIGO CAI…” – Provérbios 24:17-18

  1. Isto Edom fez quando Judá foi saqueado (versículo 12).
  2. Esse tipo de exultação desagrada a Deus!
  • Ficamos felizes quando nosso inimigo cai?

D. EM TEMPOS DE JULGAMENTO DIVINO, DEUS PROPORCIONA UM MEIO E LUGAR DE ESCAPE PARA AQUELES QUE SE RECORREM A ELE…

  1. Observe novamente o versículo 17, onde o Monte Sião se tornaria um lugar de libertação.
  2. Hoje, o Monte Sião espiritual é um lugar ao qual podemos recorrer – Hebreus 12:22-24.
  3. É um local onde podemos encontrar:
  • “a cidade do Deus vivo”
  • “a Jerusalém celestial”
  • “uma inumerável companhia de anjos”
  • “o primogênito registrado no céu”
  • “Deus, o Juiz de todos”
  • “os espíritos dos justos aperfeiçoados”
  • “Jesus, o Mediador da Nova Aliança”
  • “o sangue da aspersão que fala melhor do que o de Abel”
  • Claro, é a isso que chegamos quando obedecemos ao evangelho de Cristo!

CONCLUSÃO DA PREGAÇÃO

1. Com esta breve olhada em “O Livro de Obadias“, vimos que…

Os profetas não se limitaram em suas profecias apenas à nação de Israel.

Deus responsabilizou as nações pagãs por suas ações.

Embora tenha sido escrito principalmente para consolar os israelitas nos dias de Obadias, há lições que podemos aprender também para nós.

A mensagem de esperança pode ter tido o seu cumprimento final naquilo que podemos desfrutar hoje, na pessoa e na obra de Jesus!

2. No versículo 15, encontramos a expressão “o dia do Senhor”…

Expressão frequentemente usada pelos profetas referindo-se ao julgamento de Deus sobre as nações.

O “dia do Senhor” específico sobre o qual Obadias escreveu estava “próximo” e foi cumprido com a destruição de Edom.

Mas há outro “dia do Senhor” ainda por vir…!

Dos quais os julgamentos de Deus sobre as nações eram apenas uma sombra, um tipo.

Pedro escreve sobre aquele dia, em que o mundo inteiro será julgado (2 Pedro 3:7-13).

Estamos prontos para esse “dia do Senhor”? Ou será que, em nossa arrogância, nos orgulhamos de nossa sabedoria, poder ou posição na vida? Se assim for, “o orgulho do seu coração o enganou” (Obadias 1:3). É muito melhor reconhecer humildemente isso…

“…no Monte Sião haverá libertação e haverá santidade”

Obadias 1:17

Você veio ao Monte Sião e a Jesus, o Mediador da Nova Aliança?

Usado de ExecutableOoutlines.com com permissão. Se gostou, então confira mais sermões.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!