Hebreus 11: O que significa e o que faz a fé?

Hebreus 11 é conhecido como o capítulo da fé, mas o que significa e o que faz essa fé? É o que vamos responder nesse artigo.

O que é fé? (Hebreus 11)

O que é ? Dependendo de quem responde à pergunta, provavelmente obteremos respostas diferentes. 

Um existencialista pode responder à pergunta com um enfoque particular na natureza da , enfatizando o exemplo da sinceridade de alguém no compromisso com pouca consideração ao conteúdo de sua crença. 

Enquanto um secularista pode abordar o tópico fundamentando sua fé com base em evidências. 

Para eles, as crenças religiosas nada mais são do que um salto cego para o desconhecido, ao contrário de todas as evidências discerníveis. 

Um cristão, por outro lado, provavelmente apontará para uma passagem como Hebreus 11: 1, onde o autor argumenta que “…a fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção das coisas que não se veem.”

Mas o que o autor de Hebreus 11 quer dizer com esse versículo? 

Eu argumentaria que o autor de Hebreus está apresentando muito mais do que uma definição do que é a , mas também oferece um resumo do que a fé faz. 

O contexto de Hebreus 11

Para entender isso, o leitor deve enquadrar Hebreus 11: 1 no contexto do livro como um todo. 

Antes de Hebreus 11: 1, devemos passar por Hebreus 10: 19-39, onde os santos são advertidos contra recuar na fé. 

Em tais casos de apostasia, a pessoa deixará de obter as promessas de Deus. 

Este aviso é contrastado em Hebreus 11: 1-40 onde a é descrita como uma esperança perseverante nas promessas de Deus. 

A título de demonstração, o autor oferece uma visão abrangente das ações do povo de Deus ao longo da história redentora. 

Existem algumas observações notáveis ​​no texto que nos ajudam a entender a da perspectiva de Hebreus 11: 1.

Este estudo ajudará os leitores a compreender e apreciar como o livro de Hebreus testemunha a supremacia de Cristo por meio de imagens, metáforas e analogias do Antigo Testamento.

Primeiro, existem aspectos subjetivos e objetivos da fé. 

Subjetivamente, a está convencida do que Deus promete certamente cumprirá. 

Objetivamente, o que se espera é alicerçado (e garantido pelo) objeto da , a saber, um Deus fiel. 

Portanto, é olhar para Deus e confiar nele para tudo, enquanto esperança é olhar para o futuro e confiar em Deus para ele. 

Todos nós já ouvimos dizer: “ver para crer”. 

No entanto, para os santos do Antigo Testamento que receberam a promessa de coisas que não viram, a pode ser definida como: acreditar mesmo quando não se vê completamente. 

Por acreditarem nas promessas de Deus e agirem de acordo com elas, foram elogiados por sua

Para eles, a recompensa da foi um dia ver o que sempre acreditaram. 

Isso é importante porque, de várias maneiras, a está relacionada às realidades invisíveis de Deus. 

Considere como o autor usa as palavras “garantia” e “convicção” em Hebreus 11: 1 a respeito das promessas de Deus. 

Primeiro, a é uma garantia de que o que se espera se tornará realidade. 

No entanto, a também é a convicção das promessas invisíveis de Deus cumpridas.

Em segundo lugar, os exemplos dos santos do Antigo Testamento demonstram que a é muito mais do que a ascensão cognitiva estática a certas doutrinas. 

Na verdade, a deve ser a obediência ativa à palavra de Deus. 

As ações obedientes dos santos do Antigo Testamento são a prova de sua

Afinal, uma coisa é acreditar que Deus será fiel à sua palavra, outra é realmente viver de acordo com ela. 

A dos santos do Antigo Testamento é louvável, considerando que eles experimentaram apenas vislumbres preliminares do que foi prometido a eles por Deus e viveram suas vidas antecipando uma realidade futura maior (Hebreus 11: 39-40).

Ainda mais, esses santos não só deram testemunho da palavra de Deus na fé, a palavra de Deus dá testemunho de sua (Hebreus 11: 2).

O que a fé faz (Hebreus 11)

Com as duas primeiras observações em mente, pode-se argumentar que a natureza de uma fé depende da sua justificação.

O teólogo britânico AH Strong ilustra esse ponto com a analogia de um acoplamento de trem. 

O acoplamento une um trem de carros a uma locomotiva. 

O acoplamento não tem força em si, não pode mover um único carro por uma polegada. Todo o poder está na locomotiva. 

Mas o acoplamento é o elo pelo qual a potência da locomotiva é transmitida aos carros.

Jesus Cristo é o autor e consumador de nossa fé, a evidência inegável da fidelidade de Deus à sua palavra. 

O autor e consumador da fé

Hebreus 11: 1 é muito mais do que uma definição de fé, mas um resumo do que a fé faz. 

Quando alguém examina a vida dos santos do Antigo Testamento em Hebreus 11, fica claro que a os moveu à obediência, embora eles não tenham recebido totalmente a promessa.

Não é por acaso então que o autor de Hebreus muda das esperanças não realizadas dos santos do Antigo Testamento para Jesus Cristo, aquele que cumpre todas as esperanças e promessas de Deus. 

Em outras palavras, a passagem se dirige a uma exortação para nos apoderarmos das realidades nas quais estão a nossa esperança, embora ainda não totalmente vistas, já são nossas em Cristo. 

Afinal, a fé nas promessas de Deus de perdão dos pecados e vida eterna, nada mais são esperança no crucificado e ressuscitado Jesus Cristo. 

Os santos do Antigo Testamento podem ter nos dado exemplos de fé, vivendo de acordo com a realidade das coisas que esperamos. 

No entanto, como cristãos, entendemos que Jesus Cristo é o autor e consumador de nossa , a evidência inegável da fidelidade de Deus à sua palavra. 

Enquanto o exemplo dos santos do Antigo Testamento nos lembra que nossa está ligada ao fundamento de nossa , ou seja, nosso Deus fiel. 

A pessoa histórica e a obra de Jesus Cristo nos lembram que nossa fé não é uma crença sem prova. 

Ele é a prova de que nosso Deus é fiel à sua palavra

A pergunta para todo cristão é:

Sua vida demonstra fé na obediência ativa como os santos de Hebreus 11? 

Banner-Qualidade-Biblica-biblioteca-do-pregador

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.