A verdade chocante sobre a história de amor de Sansão e Dalila

Quando apontamos exemplos saudáveis ​​de relacionamentos na Bíblia para fortalecer nossos próprios relacionamentos ou casamentos, certamente não escolhemos a chamada “história de amor” entre Sansão e Dalila.

Para quem não conhece a história…

Sansão, um juiz que Deus designou sobre Israel, decidiu quebrar todas as regras do livro. Mesmo que sua família tivesse feito um voto nazireu, ele não seguiu as diretrizes de forma alguma. Ele causou estragos e vingança contra os filisteus de maneiras muitas vezes violentas, mas o pior de tudo… ele se apaixonou por Dalila.

Dalila não veio de Israel.

Embora o povo judeu ao longo de sua história tenha se casado com mulheres estrangeiras, como Moisés e Salomão, Deus muitas vezes advertiu contra o casamento ou o relacionamento com pessoas de fora da comunidade israelita. Muitas vezes, essas mulheres ou homens desorientavam famílias inteiras, perseguindo ídolos ou deuses estrangeiros.

À sua maneira, Dalila desorienta Sansão e ele paga o preço final.

Ele era famoso por sua força, mas quando ele revela a Dalila o segredo dessa força, ela o entrega aos inimigos de Israel.

Neste artigo, exploraremos por que o relacionamento deles caiu na infâmia na Bíblia, por que se desfez e o que podemos aprender com o exemplo deles. Vamos mergulhar!

O que aconteceu na história de Sansão e Dalila?

Embora já falamos um pouco da história acima, vamos descobrir sua história de amor do início ao fim.

Encontramos Dalila em Juízes 16, por quem Sansão se apaixona. Sabemos de passagens anteriores que Sansão teve  problemas ao se apaixonar pelos tipos errados de mulheres, mas ele parece ignorar todas os perigos e mergulha de cabeça em seu relacionamento com ela.

1. Intimidade perigosa.

Sansão nunca se casa com Dalila, mas eles se envolvem em um relacionamento muito íntimo.

Isso, é claro, mais tarde obscurece o julgamento de Sansão quando Dalila tenta seduzi-lo e entregá-lo aos filisteus em várias ocasiões.

Falando dos filisteus, antes de seu encontro com Dalila, Sansão teve alguns desentendimentos com os mais notórios inimigos de Israel. 

Eles o queriam humilhado por todos os problemas que ele havia causado a ele. E quando Dalila entra em cena, eles sabem exatamente o que fazer.

2. A atração do suborno.

Eles a subornam com 1.100 siclos de prata para descobrir o segredo da força de Sansão. Se eles pudessem se livrar da força de Sansão, eles poderiam vencê-lo e subjugá-lo à tortura e humilhação.

Embora as taxas de conversão sejam um pouco complicadas, sabemos que eles ofereceram pelo menos R$ 450.000 para ela descobrir o segredo de seu amante.

A Bíblia não é clara sobre o que estava por trás das motivações de Dalila. Talvez ela nunca tenha amado Sansão verdadeiramente. Talvez os filisteus tivessem usado táticas de intimidação.

Não importa qual seja o caso, ela aceita a oferta e sai para descobrir a fonte da força de Sansão. Ela tenta em várias ocasiões enganá-lo, mas ele não cai de primeira na dela.

Sansão deve ter feito a conexão entre Dalila tentando descobrir o segredo de sua força e os filisteus vindo para atacá-lo logo depois.

3. A tentação toma conta.

No entanto, porque ele amava Dalila, acabou cedendo e então contou a ela o segredo de sua força: seu cabelo.

A verdade era que a força de Sansão realmente vinha de Deus. Mas porque ele se rendeu à tentadora Dalila, Deus permitiu que ele perdesse sua força quando Dalila cortou seu cabelo. 

Logo depois, os filisteus o alcançam, o cegam e o transformam em escravo.

Assim termina a “história de amor” de Sansão e Dalila.

3 razões pelas quais Dalila e Sansão tiveram um relacionamento ruim 

Obviamente, enganar o amor da sua vida e entregá-los aos seus inimigos se qualificaria como um rompimento de relacionamento. Mas temos mais alguns perigos que Sansão deveria perceber muito antes de captura dos filisteus.

Primeiro: Dalila não seguiu ao Senhor.

A Bíblia não diz que ela é filistéia, mas que ela vem de uma cidade fora de Israel. No entanto, fica claro por suas ações que ela não segue Deus nem seus mandamentos.

O rei Salomão, em anos posteriores, caiu na mesma armadilha. Ao se casar com esposas e concubinas de nações estrangeiras, ele desvia-se do caminho. 

Da mesma forma, os cristãos devem ter cautela ao namorar ou casar com pessoas fora da fé cristã (2 Coríntios 6:14). Se nos unirmos a alguém de outra fé, podemos nos afastar das verdades da Bíblia.

Segundo: Sansão e Dalila tiveram relação extraconjugal.

A Bíblia não deixa claro se os dois tinham planos de ficar juntos sob os laços do sagrado matrimônio. Mas os dois não se casaram, e provavelmente não tinham planos de se casar tão cedo.

Nos círculos cristãos, esta é uma questão quente. Afinal, muitos cristãos se envolvem em sexo antes do casamento, mesmo com a intenção de se casar eventualmente.

Então, por que Sansão cometeu um erro aqui?

O sexo nos liga fisiologicamente a outra pessoa. Estabelecemos uma conexão mais profunda com eles do que em qualquer outro relacionamento. E os laços são difíceis de romper. 

Sansão pode ter querido escapar de Dalila. Talvez ele tenha visto os sinais de sua decepção e quis fugir. Mas porque eles forjaram um vínculo através do sexo, ele deve ter achado muito mais difícil romper com ela. Ele deve ter imaginado o tipo de dor que causaria a Dalila e a si mesmo.

Sua dor se agrava ainda mais quando ela o trai, e ele perde sua força, visão e liberdade.

Terceiro: Sansão ignora os perigos.

Sansão devia estar muito distraído para não perceber a relação entre os ataques dos filisteus e Dalila tentando descobrir o segredo de sua força.

Embora Sansão não esteja no topo da lista dos juízes mais sábios, ele deve ter notado alguns perigos. No entanto, ele escolhe ignorá-los e confia em sua própria força, em vez do Senhor, para livrá-lo de seus inimigos.

No final, sua força falha. E porque ele não fez caso dos perigos, ele acabou no final de um relacionamento muito confuso.

O que os cristãos podem aprender com Sansão e Dalila?

Podemos aprender três coisas muito claras com a “história de amor” confusa e tóxica de Sansão e Dalila.

1. Precisamos ter cautela no mundo do namoro e do casamento.

Dalila provavelmente era atraente e sedutora, mas porque Sansão não deu atenção aos perigos, ele descobriu que ela tinha um lado bastante feio por baixo.

2. Precisamos estabelecer limites claros nos relacionamentos fora do casamento.

O sexo pode causar uma imensa dor quando duas pessoas rompem o vínculo e seguem caminhos separados. Podemos apenas imaginar a imensa dor que Sansão sentiu quando descobriu a traição de Dalila.

3. Precisamos ser cautelosos ao namorar pessoas fora da fé cristã.

É importante ter relacionamentos de tipo decente com aqueles de fora da igreja. Afinal, o fermento não serve para nada se ficar junto com o fermento o tempo todo (Mateus 13). 

Mas quando se trata de relacionamentos que têm a intenção de casamento, precisamos ter certeza de que nossos parceiros buscam um relacionamento com Deus de todo o coração.

Conclusão

A história de amor de Sansão não está no topo de nenhuma lista de “mais romântica”. Mas, como todos os rompimentos, podemos aprender muito com ela. 

Aprendemos a importância de encontrar um parceiro piedoso que siga a Jesus de todo o coração.

Também aprendemos que levar um relacionamento longe demais pode nos prejudicar de várias maneiras, mesmo que nosso parceiro não nos traia para os filisteus.


Autora Hope Bolinger, adaptado por Biblioteca do Pregador.

Botão Voltar ao topo