O que a história bíblica de Isaque e Rebeca pode nos ensinar sobre fé

Localizado em Gênesis 24 e 35, a história bíblica de Isaque e Rebeca nos ensina belas verdades sobre fé, confiança e esperança no tempo de Deus.

Muitas vezes ouvimos sobre a fé de Abraão e com razão, no entanto, a fé de Abraão não viveu no vácuo. Sua fé foi passada de geração em geração. Se você se lembra, uma das maneiras pelas quais Deus se refere a si mesmo é o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Abraão e Sara tinham a responsabilidade de transmitir sua tradição de fé a Isaque. Embora a fé e a história de Abraão e Sara tenham sido examinadas e escritas tanto nas Escrituras quanto fora delas, mas e a fé de Isaque e Rebeca? Por alguns momentos, é para isso que quero voltar sua atenção e oferecer quatro importantes lições sobre fé de Isaque e Rebeca.

1. A história de Isaque e Rebeca ensina que o casamento não se baseia apenas no amor, mas na fé.

Gênesis 24 nos conta a história de como Abraão enviou seu servo para encontrar uma esposa para Isaque. O servo partiu e fez uma oração muito específica para ajudá-lo a identificar quem seria essa esposa em potencial. Deus ouviu a oração do servo e depois de uma série de incidentes muito específicos, foi determinado que Rebeca seria a escolhida. No entanto, Rebeca teve uma escolha a fazer, e é aí que a fé entra em jogo.

“Ele, porém, lhes disse: Não me detenhais, pois o SENHOR tem prosperado o meu caminho; deixai-me partir, para que eu volte a meu SENHOR. E disseram: Chamemos a donzela, e perguntemos-lhe. E chamaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irás tu com este homem? Ela respondeu: Irei.” – Gênesis 24:56-58

Rebeca teve que escolher se deixaria sua família e se tornaria a esposa de um homem que ela nunca tinha visto antes e não conhecia. Este foi um grande salto de fé. Uma das primeiras lições importantes sobre fé de Isaque e Rebeca é que o casamento não é apenas amor, o casamento também é fé.

Para reflexão: Todo ano as pessoas se casam, mas não sei se as pessoas prestam atenção em quanta fé desempenha um papel na escolha de se casar, andando por aquele corredor e dizendo que sim. Eu sei que muitas vezes pensamos no casamento em termos de amor, que faz parte disso, mas quando você para e pensa sobre isso, o casamento é realmente sobre fé. Você pode amar uma pessoa e estar apaixonado por ela, mas quando você se casa, você está colocando sua fé em risco, acreditando que outra pessoa honrará os votos que fez diante de Deus e do homem. Isso requer amor, mas realmente requer fé.

casal sorrindo

2. Conforme evidenciado na vida de Isaque, Deus cura lugares feridos com novos relacionamentos.

Outro ponto nesta história de Isaque e Rebeca é o que motivou Abraão a procurar uma esposa para seu filho. Antes dele fazer isso, sua esposa de muitos anos, Sara, havia morrido recentemente, e Abraão era um homem muito velho. A Bíblia não diz explicitamente se isso contribuiu para a motivação, mas acredito que seja possível argumentar. 

Até a morte de Sara, acredito que seja seguro dizer que Isaque tinha uma relação próxima com seus pais, afinal, ele era o filho da promessa. Depois que Sara morreu, houve um vazio de relacionamento na vida de Isaque, e me pergunto se foi isso que motivou Abraão a procurar uma esposa para Isaque neste momento. O que sabemos com certeza, que é uma importante lição de fé de Isaque e Rebeca, é que Deus usou o novo relacionamento para ajudar a curar a dor da perda de sua mãe.

“Isaque a trouxe para a tenda de sua mãe Sara, e ele se casou com Rebeca. Então ela se tornou sua esposa, e ele a amou; e Isaque foi consolado após a morte de sua mãe.” – Gênesis 24:67

Para Reflexão: Muitos de nós experimentamos perdas em nossas vidas e porque, como indivíduos, precisamos de pessoas, lembre-se de que Deus disse que não é bom que o homem esteja sozinho, Deus muitas vezes substituirá a perda de pessoas em nossas vidas trazendo novas pessoas para nossa vida. vidas. Acredito que esta seja uma demonstração de como Deus une as pessoas nos relacionamentos porque reconhece o quanto elas são importantes. Se você perdeu alguém próximo a você, acredito que não há problema em pedir e esperar que Deus traga alguém à sua vida para preencher o vazio e trazer conforto à sua vida. Acredito que esta é uma importante lição de fé de Isaque e Rebeca.

3. A história de Isaque e Rebeca nos mostra que Deus responde às orações, mas nem sempre no nosso horário.

Depois que Isaque e Rebeca se casaram, infelizmente, Rebeca não pôde ter filhos. Isaac fez o que muitas pessoas fazem naquela situação, ele orou.

“E Isaque tinha quarenta anos quando se casou com Rebeca, filha de Betuel, o arameu, de Padã Arã, e irmã de Labão, o arameu. Isaque orou ao Senhor em favor de sua esposa, porque ela não tinha filhos. O Senhor respondeu à sua oração, e sua esposa Rebeca engravidou”. – Gênesis 25:20-21

Quando você lê isso, parece bastante simples. Rebeca não podia ter filhos, Isaque orou, e ela teve filhos. No entanto, é possível que o calendário tenha sido um pouco mais longo do que isso. Você vê isso um pouco mais tarde, quando as crianças nascem.

“Depois disso, seu irmão saiu, com a mão segurando o calcanhar de Esaú; por isso ele se chamava Jacó. Isaque tinha sessenta anos quando Rebeca deu à luz.” – Gênesis 25:26

Para reflexão: Se você notar, Isaque tinha sessenta anos quando seus filhos nasceram, o que significa que ele poderia estar orando por até vinte anos antes de Deus responder à oração. Isso nos aponta para outra importante lição da vida de fé de Isaque e Rebeca. Deus responde à oração, mas nem sempre o faz no prazo que esperamos. Nunca devemos confundir atraso com negação. Se Deus atrasa a resposta, isso não significa necessariamente que ele negou, mas devemos confiar que sua demora é para o nosso bem. Não me interpretem mal, atraso pode ser negação, mas isso não deve ser uma suposição automática.

Isaque e Rebeca demonstraram seu relacionamento com Deus

4. Isaque e Rebeca demonstraram seu relacionamento com Deus.

Vou compartilhar com vocês uma última lição importante da vida de fé de Isaque e Rebeca. Você vê evidência de seu relacionamento com Deus demonstrado em sua vida. Como mencionamos anteriormente, quando Rebeca não podia ter filhos, Isaque orou. Quando as crianças estavam lutando no ventre de Rebeca, ela orou. Quando Deus confirmou a promessa que fez a Abraão com Isaque, ele construiu um altar e adorou a Deus. 

Ao longo de suas vidas, houve uma demonstração consistente de seu relacionamento com Deus. É assim que nossas vidas também devem ser vividas. Em todas as circunstâncias ou situações da vida, devemos demonstrar nossa confiança em Deus e nosso relacionamento com ele.

Para reflexão: Embora a história de Isaque e Rebeca não seja tão extensa nas escrituras quanto a história de Abraão e Sara, ainda vemos o impacto que sua fé teve em suas vidas. Como todos nós, sua confiança em Deus não foi vivida perfeitamente, mas eles ainda eram uma parte intrincada do propósito de Deus para a futura nação de Israel e para o resto do mundo. Se há uma última coisa para se alegrar é que, ao longo da história, Deus usou pessoas imperfeitas para realizar seu plano perfeito. Felizmente, ele ainda está fazendo isso hoje. Ele usa você e eu como vasos imperfeitos para realizar sua vontade perfeita. Quando você entende o quão grande e abrangente é o plano dele, isso não deve ser apenas humilhante, mas devemos ser gratos por podermos fazer parte dele, assim como Isaque e Rebeca foram.

Uma oração ao ler a história de Isaque e Rebeca

Querido Senhor, Tu és o Todo-Poderoso, o Criador, o Deus que está acima de tudo. Ajude-me a passar por este dia. Ajude-me a deixar de lado minha vontade e descartar qualquer um dos meus planos que estejam no caminho de seus planos. Abra meu coração para ver as coisas do jeito que o Senhor vê, para ser um vaso para trabalhar, enquanto executa seus planos para o meu hoje e para o meu amanhã.

Que você seja glorificado em minhas ações, em meus relacionamentos, em meus pensamentos e em todas as atividades de que participo hoje. Ajude-me a manter meus olhos em você e a ver cada situação como uma oportunidade para o Senhor fazer uma obra poderosa em minha vida.

Em nome de Jesus, eu oro, amém


Por Clarence L. Haynes Jr.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo