O que a Bíblia Revela sobre as Duas Ressurreições?

A essência da fé cristã relatada sobre a certeza da ressurreição dos mortos, um tema proeminente e essencial nas Sagradas Escrituras. Contudo, a análise cuidadosa dessas Escrituras revela um aspecto fascinante e muitas vezes negligenciado: as duas ressurreições que estão por vir. Mas, o que exatamente a Bíblia Revela sobre as Duas Ressurreições?

A Fundação Bíblica da Ressurreição

O apóstolo Paulo, em sua epístola aos Coríntios, estabelece uma base sólida para a importância da ressurreição. Ele vincula diretamente a ressurreição dos mortos à ressurreição de Cristo, destacando que se não há ressurreição, a fé cristã é vã.

“E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a sua fé” (I Co 15.13,14).

Mas é importante observar que as Escrituras não ensinam que todos os mortos ressuscitarão de uma vez. Embora muitos pensem em uma ressurreição única, a Bíblia revela uma ressurreição parcial que já ocorreu, quando muitos corpos de santos ressuscitaram após a crucificação de Cristo.

O Evangelho de Mateus 27:52-53, relata a ressurreição de muitos corpos de santos que saíram dos sepulcros após a ressurreição de Jesus:

⁵² E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados;
⁵³ E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.

Duas ressurreições, marcadas por diferenças temporais e pelos participantes da sobrevivência, permanecem como eventos futuros.

Essas ressurreições são: “a ressurreição da vida” e “a ressurreição da condenação“, mencionadas também como “a ressurreição dos justos e injustos“, entre outras denominações. As Escrituras a seguir abordam este tema crucial.

As Palavras de Jesus sobre as Ressurreições

Jesus, em sua instrução, aborda explicitamente a dualidade dessas ressurreições:

²⁸ Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.
²⁹ E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.

João 5:28, 29

Esta “hora” não indica uma ascensão simultânea, como alguns podem argumentar, mas sim um período prolongado que dura milhares de anos.

O Detalhamento Bíblico sobre a Primeira Ressurreição

O Novo Testamento aprofunda essa distinção nas ressurreições. Lucas 14:13,14 e 1 Coríntios 15:22,23 focalizam a “ressurreição dos justos“:

¹³ Mas, quando der um banquete, convide os pobres, os aleijados, os mancos, e os cegos.
¹⁴ Feliz será você, porque estes não têm como retribuir. A sua recompensa virá na ressurreição dos justos”.

A ordem divina nessa ascensão é detalhada por Paulo, destacando a ressurreição de Cristo como as primícias, seguidamente pelos que são de Cristo na Sua vinda.

O apóstolo Paulo, em sua carta aos Tessalonicenses, oferece uma visão mais ampla da esperança dos crentes:

“Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele” (I Ts 4.13-16).

Paulo não vislumbra uma ressurreição de todos os mortos simultaneamente, mas sim uma ordem específica que acompanha a segunda vinda de Cristo.

A visão apocalíptica de João, registrada em Apocalipse 20:4-6, é a peça final do quebra-cabeça da doutrina da ressurreição:

⁴ Vi tronos em que se assentaram aqueles a quem havia sido dada autoridade para julgar. Vi as almas dos que foram decapitados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus. Eles não tinham adorado a besta nem a sua imagem, e não tinham recebido a sua marca na testa nem nas mãos. Eles ressuscitaram e reinaram com Cristo durante mil anos.
⁵ ( O restante dos mortos não voltou a viver até se completarem os mil anos. ) Esta é a primeira ressurreição.
⁶ Felizes e santos os que participam da primeira ressurreição! A segunda morte não tem poder sobre eles; serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante mil anos.

O capítulo revela detalhes sobre as duas ressurreições mencionadas anteriormente. A primeira ressurreição envolve os santos que reinam com Cristo durante mil anos, enquanto a segunda ressurreição acontece após o término desse período.

Essa descrição vívida de João destaca, portanto, a vitória e a santidade daqueles que participam da primeira recuperação, ressaltando que sobre eles não tem poder a segunda morte.

A Importância de Compreender as Duas Ressurreições

Entender a distinção entre as duas ressurreições é vital para uma compreensão completa da narrativa bíblica. Ignorar essa distinção pode levar a interpretações confusas e equívocas sobre o destino eterno dos crentes e dos ímpios.

A doutrina das duas ressurreições não apenas ressalta a fidelidade das Escrituras, mas também revela a sabedoria e a soberania de Deus na execução do Seu plano redentor. Ao compreendermos essas verdades fundamentais, somos capacitados a viver com esperança e confiança na promessa da vida eterna em Cristo.

Conclusão: Um Mistério Revelado

A doutrina das duas ressurreições, delineada nas Escrituras, revela a profundidade e a sabedoria do plano divino para o fim dos tempos. Essa compreensão não apenas enriquece nossa fé, mas também destaca a soberania de Deus sobre o destino eterno.

Como crentes, somos chamados a estudar, discernir e antecipar com a realização das promessas divinas em relação às ressurreições. Esse mistério, agora revelado nas Escrituras, não apenas nos instala a uma vida de retidão, mas também nos fornece uma visão clara da esperança que temos em Cristo.

André Lourenço

Bacharel em Teologia, Graduado em Gestão da Qualidade e Pós Graduando em Psicologia nas Organizações, André possui mais de 17 anos de experiência na pregação e ensino da Bíblia. É Professor de cursos de Homilética e Hermenêutica. Já escreveu centenas de estudos bíblicos e ministra aulas na EBD. Se considera um eterno aprendiz e apaixonado por Compartilhar a Palavra de Deus!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!