O que é ser evangélico?

Você pode estar buscando saber o que é um evangélico ou apenas procurando saber como responder isso. Não importa. Nesse artigo você saberá por que uma pessoa é chamada de evangélica.

Em 2020, o Instituto de Pesquisa Datafolha publicou nova pesquisa, informando que os evangélicos representavam 31% da população brasileira, o que na época equivalia a 65,4 milhões de pessoas. Hoje em 2022 os números devem ter aumentado. Mas, mesmo com um número tão significante, existem pessoas querendo saber o que de fato é um evangélico? Para responder isso e mais dúvidas, preparei um artigo bem completo.

Significado de Evangélico

A palavra evangélico designa uma pessoa protestante que segue os evangelhos da Bíblia. Evangélico é aquele que se encontra em conformidade com o Evangelho.

Os 4 evangelhos são as boas-novas sobre os acontecimentos mais significativos da vida, morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Portanto, um evangélico é uma pessoa que se rege pelas regras de Cristo.

Quando surgiu a palavra evangélico?

No século XVII, o termo protestante surgiu de “Protestatio”, um documento de protesto apresentado em 1529 pelos luteranos, seguidores da teologia de Lutero. Deriva da palavra em latim “evangelium”, que significa “boas-novas”.

A partir daí então, começou-se a diferenciar os católicos dos evangélicos ou protestantes.

Alguns perguntam: Quem foi que inventou a religião evangélica? A resposta mais óbvia falando em termos religiosa seria: O protestantismo começou na Alemanha, quando Martinho Lutero publicou suas 95 teses como uma reação contra os abusos na venda de indulgências pela Igreja Católica.

Para os evangélicos, eles não são religiosos, mas creem em Jesus Cristo como salvador. Partindo então desse pressuposto de que Jesus Cristo é o fundador da igreja, Ele é também o criador.

Mas, o que é ser uma pessoa evangélica?

Como já mencionamos anteriormente, uma pessoa evangélica acredita nos evangelhos de Cristo, “boas novas”, que relata a vida, morte e ressurreição de Jesus. O evangélico não só acredita, mas pratica os ensinamentos de Cristo descritos na Bíblia sagrada.

O que significa a palavra evangélico na Bíblia?

O nome “evangélico” vem do fiel que se submete ao ensinamento contido nas “boas-novas” (evangelium, em latim) trazidas por Jesus. Os protestantes se declaravam seguidores do Evangelho. Um dos seus princípios durante a Reforma era o da Sola Scriptura (“Só a Escritura”, em latim). Ou seja, para um evangélico, a Bíblia é sua única regra de fé.

Qual a função da igreja evangélica?

Tanto no Antigo Testamento, quanto no Novo Testamento, a intenção do coração de Deus, do começo até o fim dos tempos é Salvar o Mundo. Neste sentido, a razão da existência da Igreja, ou tudo o que ela pensa e faz deve girar em torno da missão de Deus.

A função primordial da igreja evangélica de Cristo deve ser a de anunciar as “boas novas” de salvação para o mundo.

Diferentemente do pensamento de muitos, a igreja evangélica não pode visar bens materiais. Pois, segundo os ensinamentos de Jesus, não devemos ajuntar tesouros na terra “onde a traça e a ferrugem tudo consomem…” (Mateus 6:19).

Quem fundou a primeira igreja evangélica no Brasil?

Há quem atribua à congregação fundada no século 19 pelo escocês Robert Reid Kalley, no Rio de Janeiro, o título de primeira igreja evangélica fundada em território brasileiro.

Em 11 de julho de 1858, Kalley batizou o seu primeiro converso brasileiro, Pedro Nolasco de Andrade, no Rio de Janeiro. Esse dia passou a ser considerado como a data da organização da “Igreja Evangélica”, mais tarde denominada Igreja Evangélica Fluminense.

Diferença entre evangélico e cristão

Praticamente, evangélico e cristão significam a mesma coisa, mas em termos teológicos, podemos ir mais profundo no assunto.

Evangélico

É aquele que pertence a religião protestante. Ele segue os ensinos de Cristo, contidos nos evangelhos da Bíblia Sagrada.

Cristão

Biblicamente e originalmente, o significado da palavra Cristãos no grego é “Pequenos Cristos”. Dando o sentido de que o cristão deve ser uma cópia de Cristo.

A designação não está relacionada à religião de alguém, mas sim, à identidade que essa pessoa tem com a pessoa de Cristo!

Seguinte esse raciocínio, podemos afirmar que: todos os cristãos são evangélicos, mas nem todos evangélicos são cristãos.

Ou seja, o evangélico é aquela pessoa que se apega mais a religião evangélica, já o verdadeiro cristão segue e pratica os ensinos de Cristo.

Um cristão procura imitar a Cristo em toda sua maneira de viver. Dessa forma, ele deixa toda religiosidade para viver uma fé viva em Jesus Cristo.

Você pode até ser considerado um evangélico, mas se esforce para ser um cristão autêntico!

André Lourenço

Professor sempre aprendiz da Bíblia que gosta de ensinar sobre um Deus inexplicável!
Botão Voltar ao topo