O que significa impor as mãos sobre os enfermos?

É uma prática muito comum e aceita impor as mãos sobre alguém quando você ora por eles. A maioria das pessoas nem pensa duas vezes sobre isso, especialmente quando ora por aqueles que estão doentes. 

Durante esses momentos de oração, muitas vezes você verá alguém impor as mãos sobre a pessoa enferma e começar a orar por ela. 

Embora aceitemos isso como normal, você já se perguntou o que significa impor as mãos sobre os enfermos? É necessário? Esta é a única maneira de curar uma pessoa doente? 

Ao pesquisar as escrituras, você descobrirá que a imposição de mãos é algo praticado com frequência. 

Embora fosse comum impor as mãos sobre os enfermos, a imposição das mãos não se limitava apenas aos enfermos. Vamos examinar esta prática um pouco mais de perto. E, então se você colocar as mãos em alguém ou as mãos forem impostas sobre você, pelo menos você saberá o que está acontecendo. 

O que simboliza a imposição de mãos?

A imposição de mãos simboliza a transmissão. Se uma pessoa coloca as mãos em você para orar, então ela está, em essência, transmitindo o que está dentro dela para você. Embora isso possa ser uma coisa boa, somos avisados ​​sobre o envolvimento nessa atividade com muita pressa.

“Não seja precipitado na imposição de mãos, e não participe dos pecados dos outros. Mantenha-se puro.” – 1 Timóteo 5:22.

Este versículo nos permite saber que a imposição de mãos é um negócio sério. Eu sei que a maioria das pessoas não pensa nisso porque vemos isso com tanta frequência. Mas esse ato não deve ser tratado de qualquer jeito. 

Há uma transação espiritual que ocorre quando você impõe as mãos sobre outra pessoa. Por isso, tome cuidado com quem você coloca as mãos e quem coloca as mãos em você.

Aqui estão 3 propósitos na Bíblia para a imposição de mãos:

Na Bíblia, a imposição de mãos ocorreu por diferentes razões. Aqui estão três exemplos.

1 – Para comissionamento

“Moisés fez como o Senhor lhe ordenou. Ele tomou Josué e o colocou diante de Eleazar, o sacerdote, e de toda a assembleia. Então impôs as mãos sobre ele e o comissionou, conforme o Senhor instruiu por meio de Moisés”. – Números 27:22-23.

“Apresentaram estes homens aos apóstolos, que oraram e lhes impuseram as mãos”. – Atos 6:6.

Em ambas as ocorrências vemos a prática da imposição de mãos sendo usada para comissionar. Em Números, Moisés estava comissionando Josué para liderar. No livro de Atos, esses homens cheios do Espírito Santo estavam sendo comissionados para servir.

2 – Para enchimento

“Quando chegaram, oraram pelos novos crentes ali para que recebessem o Espírito Santo, porque o Espírito Santo ainda não havia descido sobre nenhum deles; eles simplesmente foram batizados em nome do Senhor Jesus. Então Pedro e João impuseram as mãos sobre eles, e eles receberam o Espírito Santo”. – Atos 8:15-17.

Vemos nesta passagem que os apóstolos impuseram as mãos sobre as pessoas e, quando o fizeram, receberam o Espírito Santo.

3 – Para presentear

“Por isso vos lembro de acender a chama do dom de Deus, que há em vós pela imposição das minhas mãos”. – 2 Timóteo 1:6.

Neste versículo, Paulo está encorajando Timóteo a lembrar e usar o dom de Deus que lhe foi concedido pela imposição de mãos. 

Em todos esses casos houve algum tipo de transmissão ou transferência acontecendo entre aquele que orava e aquele que estava recebendo a imposição de mãos. 

Isso ainda acontece hoje e é uma grande razão pela qual você não pode levar essa atividade de qualquer jeito. Com isso, vamos considerar como você aplica isso à imposição de mãos pelos enfermos.

O que significa impor as mãos sobre os enfermos?

Embora tenhamos visto a imposição de mãos ser usada para diferentes propósitos, o que significa impor as mãos sobre os enfermos? 

A imposição de mãos era um método usado para curar os enfermos. Jesus fez isso, mas os apóstolos também. 

Em Lucas 4, Jesus visita a casa de Simão, e descobrimos que a sogra de Simão estava com febre alta. Jesus a curou, embora não tenha feito isso por imposição de mãos. O que aconteceu depois que Jesus a curou é para o que quero chamar sua atenção.

“Ao pôr do sol, o povo trouxe a Jesus todos os que tinham várias doenças e, impondo as mãos sobre cada um, ele os curou”. – Lucas 4:40.

Jesus impôs as mãos sobre os enfermos e eles foram curados.

Quando Jesus impunha as mãos sobre os enfermos, o poder de cura fluía dele para os enfermos. Embora Jesus não tivesse que impor as mãos sobre os enfermos para curá-los, muitas vezes ele o fazia. 

Esta foi apenas uma maneira pela qual ele demonstrou seu poder de trazer cura a um corpo doente. Mas Jesus não era o único que impunha as mãos sobre os enfermos, os apóstolos também faziam isso. 

Os apóstolos impuseram as mãos sobre os enfermos e eles foram curados.

O livro de Atos registra momentos em que a cura ocorreu e, em uma ocasião, Paulo curou o pai de Públio. Preste atenção no que Paulo fez para curar o pai de Públio.

“Havia uma propriedade próxima que pertencia a Publio, o principal funcionário da ilha. Ele nos recebeu em sua casa e nos mostrou uma generosa hospitalidade por três dias. Seu pai estava doente na cama, sofrendo de febre e disenteria. Paulo foi vê-lo e, depois de orar, impôs as mãos sobre ele e o curou”. – Atos 28:7-8.

Quando você olha para o que Jesus fez em Lucas e o que Paulo fez em Atos, isso nos dá indicadores do que significa impor as mãos sobre os enfermos

Quando você faz isso como nos outros exemplos de imposição de mãos, o poder de curar é transferido de quem está orando para quem está sendo orado, pelo Espírito Santo.

Qual é o papel da oração nisso?

A oração deve sempre acompanhar a imposição das mãos. Muitas vezes, eles são feitos simultaneamente, mas como você vê no exemplo de Paulo, a imposição de mãos veio depois que ele orou. Depois que ele terminou de orar, ele foi capacitado pelo Espírito Santo e quando ele impôs as mãos sobre o pai de Públio ele foi curado. 

É importante notar que o poder não está em você ou em suas mãos. O poder é o Espírito Santo trabalhando em você e através de você. 

Digo isso porque às vezes podemos nos apaixonar pela pessoa que está impondo as mãos sobre as pessoas pensando que elas são a fonte do poder. Eles não são. Eles são apenas um vaso pelo qual Deus trabalha. 

Se Deus não trabalhar através deles e capacitá-los, não haverá poder transmitido, não importa quantas mãos eles coloquem sobre você.

Você deve permitir que alguém coloque as mãos em você?

Com a seriedade associada à imposição das mãos sobre os enfermos, ou sobre qualquer pessoa, você deve permitir que alguém imponha as mãos sobre você para orar por você? 

O que eu digo é que você deve usar seu discernimento nessas situações. Se você se sente confortável e confia na pessoa que está orando por você, não há problema em permitir que ela imponha as mãos sobre você. 

Se você não conhece a pessoa ou não tem um nível de conforto com ela, então não há problema em permitir que ela ore por você, mas ela não precisa impor as mãos sobre você. 

Lembre-se de que a imposição de mãos é uma transmissão espiritual, portanto, esteja atento a quem você permite que imponha as mãos sobre você.

Como você pode ver, impor as mãos sobre os enfermos e impor as mãos sobre qualquer um é algo que deve ser abordado com cuidado. 

Antigamente, costumávamos usar o termo orado. Isso significava que a pessoa estava espiritualmente preparada para ser usada por Deus de qualquer maneira, porque passava um tempo em oração antes de tentar qualquer forma de ministério. 

Se você quer impor as mãos sobre os enfermos e ver o poder de Deus trabalhando em sua vida, você deve orar. 

Tempo consistente em oração e estar constantemente cheio do Espírito Santo é o que deve ocorrer. Isto irá enchê-lo com o poder de Deus, que é o que você vai precisar se algum dia colocar as mãos em alguém.

Autor Clarence L. Haynes Jr do site Croswalk.

Botão Voltar ao topo