Esboço de Pregação: O Homem Esquecido do Natal

Esboço de Pregação para Culto de Natal sobre Simeão, em Lucas 2:21-35 com o tema: O Homem Esquecido do Natal. Sermão apropriado para mês de Dezembro na véspera de Natal.

TÍTULO dessa Pregação: O Homem Esquecido do Natal

TEXTO: Lucas 2: 21-35

Tudo sobre o nascimento virginal e encarnação de nosso Salvador é incomum e significativo. A maior parte de nossa atenção está voltada para Maria e José, Herodes e os reis magos, ou os pastores e os anjos.

Toda a história do Natal está incompleta, porém, sem Simeão. Ele era um idoso piedoso. Ele era um homem de fé fervorosa e paciência esperançosa. Simeão era:

I. Ele era um homem dirigido pelo Espírito (vs. 25-27)

A. Observe a relação do Espírito Santo com ele.

“…o Espírito Santo estava SOBRE ELE” (v. 25)

1. O Espírito Santo habita nos crentes hoje.

2. O Espírito Santo vive dentro de nós e Seu desejo é nos guiar e nos guiar em toda a verdade.

B. A revelação do Espírito a ele.

“…revelado a ele pelo Espírito Santo” (v. 26)

1. A Bíblia é agora nossa fonte de revelação.

2. O Espírito Santo fala conosco por meio da Palavra de Deus.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus, e é proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir na justiça” (2 Timóteo 3:16)

  • Doutrina: Ele nos ensina o que é certo.
  • Reprovação: Ele nos ensina o que está errado.
  • Correção: Ele nos ensina como acertar.
  • Instrução: Ele nos ensina como ficar bem.

C. A resposta de Simeão ao Espírito.

“…ele veio pelo Espírito” (v. 27)

1. Ele permitiu que o Espírito de Deus o guiasse e dirigisse.

“Digo então: Andai no Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.” (Gálatas 5:16)

II. Ele era um homem iluminado pela Salvação (vs. 28-32)

A. Seu privilégio – Ele não apenas viu Cristo, ele teve o privilégio de segurá-lo em seus braços.

B. Sua profecia – agora cumprida a partir do versículo 26

C. Sua oração – v. 29

D. Sua percepção – v 30

E. A preparação de Deus – v 31

F. O propósito de Deus – v. 32

1. Graça aos gentios

2. Glória para Israel

III. Ele era um homem que estudava as Escrituras (vs. 34, 35)

A. Seu conhecimento do Messias, v. 34

1. Ele sabia que os profetas haviam predito o Messias.

2. Ele sabia também que o filho de Maria teria um impacto sobre todo o Israel.

3. Muitos tropeçariam por causa Dele.

4. E muitos se levantariam novamente por causa Dele.

5. Isaías profetizou: “E ele será… pedra de tropeço e rocha de ofensa para ambas as casas de Israel…” (Isaías 8:14).

B. Sua mensagem para Maria (v.35)

1. Maria teria que sofrer grande angústia.

2. Como se uma espada fosse perfurar sua alma. (talvez uma sombra do que aconteceria no Calvário)

3. Mas, isso deve ser… para que muitos corações sejam revelados.

4. Sua mensagem foi de bênção, mas também de preparação de Maria para o que estava por vir.

Conclusão dessa Pregação de Natal

Simeão é frequentemente esquecido quando consideramos a história do nascimento de Cristo. Mas ele é um grande exemplo para todos nós.

Instruído pelas Escrituras, iluminado pelo Espírito, para a Salvação!

CURSO PREGAÇÃO EXPOSITIVA

Botão Voltar ao topo