Quem removerá a pedra do sepulcro?

Naquele domingo da ressurreição, pela manhã, quando as mulheres levavam especiarias para o túmulo de Jesus, a pergunta que as preocupava era: Quem removerá a pedra do sepulcro?

Não foi só lá que essa pergunta aconteceu, mas hoje também muitos carregam essa questão dentro de si. Há uma pedra que precisa ser removida. Esse sermão apresenta algumas verdades do que essa pedra pode significar.

TÍTULO: Quem removerá a pedra do sepulcro?

TEXTO deste Sermão: Marcos 16:1-8 (NVI)

Quando terminou o sábado, Maria Madalena, Salomé e Maria, mãe de Tiago, compraram especiarias aromáticas para ungir o corpo de Jesus. No primeiro dia da semana, bem cedo, ao nascer do sol, elas se dirigiram ao sepulcro, perguntando umas às outras: “Quem removerá para nós a pedra da entrada do sepulcro?” Mas, quando foram verificar, viram que a pedra, que era muito grande, havia sido removida. Entrando no sepulcro, viram um jovem vestido de roupas brancas assentado à direita, e ficaram amedrontadas. “Não tenham medo”, disse ele. “Vocês estão procurando Jesus, o Nazareno, que foi crucificado. Ele ressuscitou! Não está aqui. Vejam o lugar onde o haviam posto.

Introdução deste Sermão

Nessa data de Páscoa, ao redor do mundo, mensagens estão sendo entregues sobre a ressurreição de Jesus Cristo. Embora cada uma delas lide com a ressurreição, seu foco será diferente. Alguns se concentrarão no significado da tumba emprestada. Outros discutirão o prazo de três dias. Outros ainda proclamarão outros aspectos desse momento muito especial da história.

Hoje, quero me concentrar na pedra que foi removida. Mas, vejamos antes algumas coisas importantes a considerar.

A. A Importância da Ressurreição de Cristo.

Cumpriu a promessa de Cristo aos Seus discípulos. Vejamos, então Mateus 16:21 que diz:

“Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia.”

O sinal dado por Jesus de Sua divindade. Vejamos João 2:18-22 que diz:

“Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto? Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei. Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias? Mas ele falava do templo do seu corpo. Quando, pois, ressuscitou dentre os mortos, os seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isto; e creram na Escritura, e na palavra que Jesus tinha dito.”

B. As mulheres vieram ao túmulo trazendo especiarias:

  • O terceiro dia após a crucificação.
  • A viagem para ungir o corpo de Jesus.
  • A pergunta: “Quem nos rolará de pedra?” (Marcos 16:3)

I. A Pedra Fala do desespero da morte

A. Essa pedra bloqueou o caminho para o túmulo.

Quem estava de fora não conseguiu entrar. O que estava dentro não podia sair (era suposto).

B. Fala da morte que nos afasta de nossos entes queridos.

A morte é uma grande separação entre os vivos e os que já partiram. A morte vem, muitas vezes quando menos esperamos, e mais frequentemente quando preferimos que não. E quando isso acontece, ficamos impotentes e sem esperança de fazer algo a respeito.

C. Mas a pedra foi removida.

Um dia veremos nossos entes queridos que morreram.

A pedra não conseguiu manter Jesus no túmulo.

D. Jesus ressuscitou, vencendo a morte por nós.

Vejamos as palavras de Paulo, que diz:

“Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.”

É claro que nós mesmos não conseguiremos remover a pedra. “…Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo…” (1 Coríntios 15:57).

II. A Pedra fala dos esforços dos inimigos de Jesus

A. A pedra foi selada pelo Império Romano.

Mas, isso foi feito a pedido dos sacerdotes e fariseus. Vejamos, então, Mateus 27:62-66 que diz:

“E no dia seguinte, que é o dia depois da Preparação, reuniram-se os príncipes dos sacerdotes e os fariseus em casa de Pilatos, Dizendo: Senhor, lembramo-nos de que aquele enganador, vivendo ainda, disse: Depois de três dias ressuscitarei. Manda, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, não se dê o caso que os seus discípulos vão de noite, e o furtem, e digam ao povo: Ressuscitou dentre os mortos; e assim o último erro será pior do que o primeiro. E disse-lhes Pilatos: Tendes a guarda; ide, guardai-o como entenderdes. E, indo eles, seguraram o sepulcro com a guarda, selando a pedra.”

D. Líderes religiosos formalistas e infiéis eram inimigos de Jesus.

E. O Império Romano pagão era inimigo de Jesus.

F. E também havia inimigos sobrenaturais de Jesus.

Jesus disse que Seus inimigos eram filhos de Satanás.

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” (João 8:44).

G. Jesus ressuscitou e conquistou todos os Seus inimigos

Colossenses 2:12-15: “Sepultados com ele no batismo, no qual também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos. E vós, mortos nos vossos pecados e na
incircuncisão da vossa carne, ele vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas; apagando a escritura de ordenança que era contra nós, que era contrária a nós, e removeu-a,
pregando-a na sua cruz; e tendo principados e potestades despojados, ele os expôs abertamente, triunfando deles nele”.

“Da sepultura Ele ressuscitou com um poderoso triunfo sobre Seus inimigos… Ele ressuscitou
vitorioso do domínio das trevas, e Ele vive para sempre com Seus santos para reinar…”

III. A pedra fala de qualquer coisa que nos separe de Nosso Salvador

A. As mulheres se veem impotentes diante da pedra.

B. Eles acreditam que a pedra os manterá separados de Jesus.

“Quem vai rolar a pedra?”

C. O pecado separa as pessoas de Jesus.

Isaías 59:1-2: “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem o
seu ouvido pesado, para que não possa ouvir; mas as vossas iniquidades separaram entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobriram o seu rosto de você, que ele não vai ouvir.”

D. Jesus acolhe e perdoa aqueles que levam seus pecados a Ele.

E. Aqueles que confiam em Jesus não serão separados Dele.

“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8:38-39).

Conclusão deste sermão: Quem removerá a pedra do sepulcro?

A. Que pedra está separando você de Jesus?

  • A “pedra” da incredulidade?
  • A “pedra” do seu passado?
  • Ou a “pedra” do medo e da dúvida?

B. Não permita que nada o afaste de Jesus Cristo! Mas, venha a Ele hoje!

C. Olhe com fé para Jesus: Aquele que está sempre acessível.

Podemos ser salvos hoje pelo grande poder de Deus que nos ama tanto que deu Seu Filho, Jesus, para morrer no Calvário por nossos pecados. Pois, Ele ressuscitou da sepultura e vive hoje! Por isso, conte as boas novas: Cristo Ressuscitou! Regozije-se: a pedra foi removida!

Botão Voltar ao topo