A fidelidade é a chave para as bênçãos de Deus

Texto deste sermão sobre fidelidade: Provérbios 28:20

O homem fiel será coberto de bênçãos, mas o que se apressa a enriquecer não ficará impune.

Introdução deste sermão

Embora preciosa, a fidelidade é uma virtude rara hoje em dia. Talvez na igreja também. A Bíblia tem muitas referências a ela. Mas Provérbios 28:20, em particular, diz que a fidelidade é a chave para as bênçãos de Deus.

Existem dois tipos de bênçãos em geral. O primeiro tipo é conhecido como as bênçãos comuns, como chuva, sol, etc. Não é preciso ser um filho fiel de Deus para recebê-las. O segundo tipo é conhecido como as bênçãos únicas que incluem riquezas espirituais e materiais, mas estão disponíveis apenas para os filhos de Deus.

No sermão de hoje, veremos seis áreas da vida onde as pessoas são mais infiéis e o que a Bíblia diz sobre isso. Seja fiel a Deus nessas áreas, e então você desbloqueará suas bênçãos.

1. Fidelidade a Deus e Sua Palavra

A. Todos nós somos forçados a esperar em certos momentos da vida e a espera é um momento em que nossa fidelidade é posta à prova. Se formos fiéis, esperaremos no Senhor para sustento, nem nada nem ninguém (Sl 62:5).

B. Precisamos ser fiéis à palavra de Deus também. Devemos conhecê-la de cor para que não pequemos (Sl 119:11).

C. Deus certamente abençoará quando permanecermos em sua palavra. Acima de tudo, teremos sua paz perfeita, mesmo vivendo em um mundo de calamidades (Jo 15:7; Isaías 26:3).

2. Fidelidade à Igreja Local

A. A igreja local é a família espiritual de cada cristão. Não seja como os cristãos pica-pau que vão de uma igreja para outra por causa de disputas com a liderança ou outros crentes. Deus nos chamou para sermos de um só espírito (1 Coríntios 1:10).

B. A fidelidade à igreja local é melhor expressa por sua obediência aos seus líderes. Então, não julgue, nem procure se vingar deles ou prejudicá-los (Hebreus 13:7; 1 Coríntios 4:1-21; 1 Samuel 24:1-6; Salmo 105:15).

C. Sempre os apoie no ministério, enquanto eles trabalham para o Reino de Deus, com lágrimas e suor (1 Tessalonicenses 5:12-13; 1 Timóteo 5:17-18).

3. Fidelidade à sua família

A. Os maridos são ordenados a amar suas esposas como Cristo amou a Igreja e deu sua vida por ela e as esposas são instruídas a se submeterem a seus maridos (Efésios 5:22-25).

B. Maridos devem ser fiéis a suas esposas e esposas devem ser fiéis a seus maridos (Hebreus 13:4).

C. Os filhos são instruídos a obedecer a seus pais no Senhor. É uma promessa condicional. Os pais são instruídos a não provocar a raiva de seus filhos. mas crie-os na disciplina e instrução do Senhor (Efésios 6:1-4).

4. Fidelidade às suas finanças

A. Planeje suas despesas com muito cuidado (Lucas 14:28-30). Constantemente dê atenção à sua saúde financeira (Provérbios 27:23).

B. Pague seu dízimo em dia. Tudo o que você tem pertence a Deus. Mas ele está pedindo que você devolva um décimo, para o bem-estar de seu servo. Ele prometeu abençoar seu dízimo e lhe disse para testá-lo (Malaquias 3:10).

C. Dê regularmente, além do dízimo. Não porque Deus quer o seu dinheiro. Dar é uma forma de adoração. Adorar significa entregar todo o seu ser e entregar suas finanças é um bom lugar para começar (Provérbios 3:9).

5. Fidelidade à nação

A. A Bíblia ordena que nos submetamos ao governo porque é a vontade estabelecida de Deus (Romanos 13:1).

B. A Bíblia proíbe rebelar-se contra as autoridades governamentais. A rebelião contra o governo é rebelião contra Deus (Rm 13:2).

C. Não seja como os pagãos e critique as autoridades governamentais. Deus está no controle de tudo. A Bíblia também nos exorta a orar por aqueles que governam a nação (1 Timóteo 2:1-4).

6. Fidelidade no local de trabalho

A. Devemos obedecer nossos patrões no Senhor. Isso significa que devemos obedecê-los, desde que seus desejos não contradigam a palavra de Deus (Efésios 6:5).

B. Não roube de seu empregador nem o engane. Devemos trabalhar para nossos empregadores como se estivéssemos trabalhando para Deus (Efésios 6:8).

C. Os empregadores devem tratar seus funcionários com respeito. Deus julgará o empregador que oprime seus empregados (Efésios 6:9).

Conclusão de Provérbios 28:20

Para encerrar, quero exortá-lo a procurar por si mesmo e saber se foi infiel em alguma dessas áreas. 

Lembre-se, aquele que esconde seu pecado não prosperará. Mas Deus nos restaurará se confessarmos e renunciarmos a eles (Provérbios 28:13).

Se você gostou deste sermão sobre fidelidade, então veja mais esboços de pregação.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo