Um poderoso Sermão em Daniel 1: Seja como Daniel

Sermão em Daniel 1 com o tema: Seja como Daniel. Esboço de pregação expositiva em Daniel 1 sobre seguir o exemplo de integridade e fidelidade de Daniel.

Tema deste Sermão: Seja como Daniel

Um tema poderoso para você pregar no texto de Daniel 1 sobre sua integridade. Gostou? Então aproveite este esboço de pregação.

Texto deste Sermão: Daniel 1:1-21

“E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.” Daniel 1:8

Introdução do Sermão em Daniel 1

A Bíblia está repleta de relatos de muitos homens e mulheres piedosos que são dignos de nossa imitação. Uma dessas pessoas é Daniel, um homem que obteve preeminência e poder em sua vida:

  1. Ele começou proeminente entre os filhos de Israel.
  2. Ele ganhou preeminência entre os sábios dos homens da Babilônia.
  3. Ele recebeu poder sobre toda a Babilônia.
  4. Ele recebeu poder semelhante sobre o império Medo Persa.

Como Daniel conseguiu alcançar essas posições de poder e influência sem comprometer sua posição como homem íntegro? Vejamos então…

Um olhar mais atento ao livro de Daniel revela seu segredo e mostra como nós também podemos ser bem-sucedidos sem nos vendermos ao mundo.

I. DANIEL ERA UM HOMEM DE PROPÓSITO

A. “DANIEL TINHA UM PROPÓSITO EM SEU CORAÇÃO…” (Daniel 1:8)

Quando jovem em uma terra estranha, Daniel foi imediatamente confrontado com o desafio
de violar a lei de Deus comendo a comida do rei.

Apesar de sua juventude e das óbvias pressões para se conformar, Daniel “propôs em seu coração” defender a lei de Deus, não importa o custo.

Por causa de sua disposição de colocar Deus em primeiro lugar, Deus concedeu a Daniel favor aos olhos dos outros (Daniel 1:9).

Como Deus fez isso não é explicado, mas aconteceu também no caso de José (Gn 39:1-4; 21-23).

Ao colocar Deus em primeiro lugar, Deus abençoou José de tal maneira que impressionou favoravelmente os outros.

B. TODO FILHO DE DEUS PRECISA SER UMA PESSOA DE PROPÓSITO…

Ninguém respeita uma pessoa “sem identidade”, alguém sem direção em suas vidas.

Considerando que um forte senso de propósito geralmente gera respeito e admiração nos outros

Qual deve ser o “propósito” do cristão?

Jesus deixa claro em Mateus 6:33, Ele diz: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Buscar a vontade de Deus e cumpri-la em nossas vidas, não importa quais sejam as circunstâncias.

Como Jesus prometeu, isso garantirá o favor de Deus para conosco e, por sua vez, provavelmente nos dará favor aos olhos daqueles ao nosso redor.

Vamos “ousar ser um Daniel” e ser uma pessoa com um propósito como ele tinha?

Não importa quão jovem ou quão velho sejamos, nunca é cedo ou tarde demais para “buscar primeiro o reino de Deus e a Sua justiça”!

Ao longo de sua vida, Daniel não apenas teve um forte senso de propósito, mas…

II. DANIEL ERA UM HOMEM DE PRINCÍPIOS

A. ELE SE RECUSOU A COMPROMETER SUAS CONVICÇÕES…

Quando jovem, recusando-se a comer a carne do rei ou beber seu vinho. (Daniel 1:8)

Como um homem velho, recusando os presentes de Belsazar. (Daniel 5:13-17)

Sob ameaça de perseguição, recusando-se a obedecer ao decreto de Dario. (Daniel 6:10)

B. PESSOAS ADMIRAM PESSOAS DE PRINCÍPIO.

Exteriormente eles podem ridicularizá-los, mas interiormente desejam ter a mesma força.

E quando eles precisam de alguém em quem possam confiar e de quem dependam para realizar uma tarefa designada, a quem você acha que eles recorrerão?

“Senhor, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração… que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo; A cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao SENHOR; aquele que jura com dano seu, e contudo não muda. Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.” (Salmo 15)

Deus também admira os indivíduos que permanecerão por seus princípios e por suas palavras.

Além disso, nossa sociedade precisa muito de pessoas com princípios.

Aqueles que “ousam ser um Daniel” e demonstram pelo exemplo o valor de ser guiados por “princípio” e não por “preço”, não são apenas altamente valorizados por Deus, mas também por seus semelhantes.

Mas ter propósito e princípio não é tudo… outro elemento para o verdadeiro sucesso é necessário.

O que é esse elemento pode ser visto quando observamos que…

III. DANIEL ERA UM HOMEM DE PUREZA

A. SEUS OPONENTES NÃO CONSEGUIRAM ENCONTRAR QUALQUER FALHA…

Ele era irrepreensível quando se tratava de administrar seus negócios. (Daniel 6:1-4)

Isso ajudaria a explicar sua ascensão a cargos de grande responsabilidade e poder.

Claro, sua pureza nos negócios estava relacionada a…

  • Seu principal propósito de agradar a Deus primeiro.
  • E o fato de que, como homem de princípios, ele podia ser confiável.

B. O CRISTÃO TAMBÉM DEVE MANTER A PUREZA DE CONDUTA.

Seja jovem ou velho.

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” (1 Timóteo 4:12)

“Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados. Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra integridade, gravidade, sinceridade, Linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós.” (Tito 2:6-8)

As pessoas que mantêm a pureza em suas relações com os outros geralmente recebem posições de grande responsabilidade e privilégio, porque podem ser confiáveis para usá-las com sabedoria.

Daniel era um homem de propósito, princípios e pureza.

Mas o elemento que provavelmente uniu tudo isso de forma a receber bênçãos de Deus e favor do homem é o fato de que…

IV. DANIEL ERA UM HOMEM DE ORAÇÃO

A. UM VISUAL DE SUA “VIDA DE ORAÇÃO” (Daniel 6:10)

Ele se ajoelhou em oração, uma demonstração de sua humildade.

Ele orava três vezes ao dia, uma demonstração de sua contínua dependência de Deus

E ele deu graças em meio à perseguição, uma demonstração de sua gratidão e pelo fato de não ter perdido de vista as bênçãos de Deus.

Suas orações eram um “costume desde os primeiros tempos”, demonstrando sua persistência e fidelidade em seu serviço a Deus

É provável que seu “costume” de orar com tanta diligência o tenha ajudado a permanecer…

  • Um homem de propósito.
  • Um homem de princípios.
  • Um homem de pureza apesar de sua ascensão ao poder e preeminência sobre o império.

B. FAREMOS BEM SEGUIR O EXEMPLO DE DANIEL…

Como cristãos, devemos orar com frequência –

“Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” – 1 Tessalonicenses 5:17-18

“Perseverai em oração, velando nela com ação de graças.” – Colossenses 4:2

Se nossos esforços para viver vidas com propósito, princípios e pureza não são o que deveriam ser…

Talvez seja devido a uma “vida de oração” indisciplinada.

Estamos dispostos a “ousar ser um Daniel” em relação à oração?

Concluindo este Sermão em Daniel 1…

Há uma falsa suposição de que para “avançar” neste mundo é preciso se conformar com as práticas pecaminosas do mundo. Que tal nós após ouvir este poderoso sermão em Daniel 1?

Vamos “ousar ser um Daniel” tornando-nos uma pessoa de:

PROPÓSITO, PRINCÍPIO, PUREZA e ORAÇÃO?

Se este esboço de pregação em Daniel 1 te ajudou, então veja mais temas de pregações aqui.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!