20 fatos que você não sabia sobre Moisés na Bíblia

Moisés era famoso muito antes de Charlton Heston interpretar seu papel no filme de 1956 de Cecile B. DeMille, Os Dez Mandamentos

Universalmente reconhecido como o libertador de seu povo da escravidão no Egito, a história bíblica e humana também credita a Moisés o estabelecimento dos sistemas judicial e religioso de Israel.

Mas há muito mais nesse grande líder de Israel, do que as manchetes. Na lista abaixo, reuni 20 detalhes fascinantes, mas pouco conhecidos, sobre esse grande herói da fé.

20 fatos preciosos sobre Moisés da Bíblia

1. Moisés foi a primeira criança abandonada mencionada na Bíblia.

Os pais piedosos o esconderam por três meses para protegê-lo do decreto egípcio que dizia que todos os bebês hebreus do sexo masculino deveriam ser mortos. 

No entanto, quando não puderam mais escondê-lo, puseram-no num cesto no rio Nilo (Êxodo 2: 3).

2. O nome de Moisés, “vem do hebraico מֹשֶׁה (Mosheh) e é provavelmente derivado do nome egípcio Mes que significa filho, mas também poderia significar entregar em hebraico”.

Tem havido algum debate sobre o significado de seu nome. Alguns estudiosos relacionam a uma raiz “carregar”, encontrada em nomes egípcios como Ahmose e Tutmés. 

Em Êxodo 2:10, o nome dado a ele pela princesa está conectado com um verbo hebraico que significa “tirar” (2 Sm 22:17), mas também pode ter vindo de um termo egípcio que significa “filho”.

3. A filha de Faraó pagou a mãe de Moisés para cuidar dele depois que ela o resgatou do rio Nilo (Êx 2:8-9)

“Sim, vá, ela respondeu. Então a menina foi buscar a mãe do bebê. A filha de Faraó disse a ela: Pegue este bebê e amamente-o para mim, e eu lhe pagarei. Então a mulher pegou o bebê e o amamentou.

4. Moisés era o bebê da família.

Ele tinha uma irmã mais velha, Miriã, e um irmão mais velho, Arão.

5. Moisés era um ex assassino.

Vendo um egípcio espancando um escravo hebreu, Moisés interveio e matou o egípcio (Êxodo 2:12). Em seguida, para esconder seu crime, ele enterrou a vítima na areia. 

6. Moisés trabalhou como pastor enquanto estava “fora de casa”.

Quando ele fugiu da acusação de assassinato, ele foi para o deserto de Midiã, onde conheceu Zípora, filha de um pastor. Então ele começou a trabalhar com seu pai, Jetro. Posteriormente, casou-se com Zípora e teve dois filhos.

7. Durante o episódio da sarça ardente, Moisés deu a Deus cinco desculpas para não ser o libertador de Israel (Êxodo 3-4). 

Mas, de forma surpreendente, Deus rebateu cada desculpa.

8. Moisés provavelmente gaguejou.

A Nova Tradução Viva da Bíblia registra a resposta de Moisés ao chamado de Deus em Êxodo 4:10: 

“Ó Senhor, não sou muito bom com palavras. Nunca fui, e não sou agora, embora você tenha falado com Eu fico com a língua presa, e minhas palavras ficam emaranhadas.”

9. Quando Moisés insistiu que não poderia ser o porta-voz de Israel, Deus concordou em permitir que seu irmão mais velho, Arão, falasse por ele.

No entanto, quem toma a frente é Moisés e Arão seu irmão, fica como auxiliador.

10. Moisés tinha 80 anos quando liderou os filhos de Israel para fora do Egito.

Hoje, a maioria das pessoas de sua idade estaria firmemente acomodada em suas cadeiras de balanço. 

Seus primeiros 40 anos na corte de Faraó o prepararam para liderar. Seus segundos 40 anos lhe deram conhecimento do deserto pelo qual ele e os israelitas andariam. 

Dessa forma, Moisés estava totalmente preparado para a missão de Deus aos 80 anos. 

Assim como nessa história, creia que “o melhor ainda está por vir”.

11. Moisés foi o manipulador de cobras original.

Três vezes durante seu mandato como líder, ele usou cobras para demonstrar o poder de Deus. 

A primeira vez que Deus transformou a vara de Moisés em uma cobra, isso o assustou tanto que ele fugia dela (Êxodo 4:3).

Logo depois de demonstrar seu poder transformando a vara de Moisés em uma cobra, Deus disse a ele para colocar a mão em seu manto. Quando o retirou, sua mão estava coberta de lepra. Felizmente, em seguida, Deus curou a doença quase imediatamente (Êxodo 4:6-7).

13. Moisés enviou seus filhos e esposa de volta para casa do sogro.

Certamente preocupado com a segurança de sua família e ciente de sua incapacidade de cuidar bem deles enquanto orquestrava o maior êxodo da história humana, Moisés enviou sua esposa e filhos de volta para a casa de seu sogro.

Eles foram reunidos após o êxodo quando os israelitas acamparam na base do Monte Sinai. (Êx 18:7).

14. Moisés era um compositor.

Ou, mais precisamente, ele era um colaborador musical. Depois que os filhos de Israel cruzaram o Mar Vermelho em terra seca, as águas se fecharam, afogando o poderoso exército egípcio. 

Para celebrar sua libertação, Deus compôs um cântico e instruiu Moisés a escrevê-lo e ensiná-lo à congregação. Ficou conhecido como “O Cântico de Moisés” (Dt 32:1-43).

15. Moisés não escreveu os Dez Mandamentos, foi Deus quem escreveu.

“O Senhor disse a Moisés: Suba a mim no monte e fique aqui, e eu te darei as tábuas de pedra, com a lei e os mandamentos que escrevi para sua instrução” (Êx 24:12). 

Moisés, no entanto, transcreveu a lei como lhe foi dada por Deus. Esses escritos compõem parte do Pentateuco, os cinco primeiros livros do Antigo Testamento. (Êx 24:4).

16. Moisés viu Deus.

Junto com o irmão Arão, sobrinhos Nadabe e Abiú, e os setenta anciãos de Israel, Moisés viu Deus no Monte Sinai.  

“Sob seus pés havia algo como um pavimento feito de safira, claro como o próprio céu. Mas Deus não levantou a mão contra esses líderes dos israelitas; eles viram a Deus, e comeram e beberam” (Êx 24:9-11).

17. Moisés foi extraordinariamente manso.

Deus o reconheceu no cânon da Escritura como “um homem muito manso, mais do que qualquer outro na face da terra” (Nm 12:3).

18. Moisés viveu até os 120 anos.

Sua longa e variada vida pode ser dividida em três partes, cada uma com 40 anos de duração:

  • Em primeiro lugar, 40 anos como filho de um faraó egípcio.
  • Em segundo lugar, 40 anos como pastor.
  • E por último, 40 anos como o estimado líder de Israel. 

No momento de sua morte, ele ainda tinha visão perfeita e força incrível (Dt 34:7).

19. Moisés sabia com antecedência o dia de sua morte

Deus o instruiu a comissionar Josué como seu substituto, e então escalar o Monte Nebo. (Deuteronômio 31:14). Lá ele mostrou-lhe a Terra Prometida, e lá ele morreu.

20. Deus enterrou Moisés na montanha, e sua sepultura nunca foi encontrada.

Tudo o que sabemos é que foi em algum lugar de Moabe, no vale de Peor. Mas, não sabemos se permaneceu ali o corpo de um dos maiores heróis da fé. (Deuteronômio 34:5-6).

Esta coleção de fatos sobre Moisés é como um grão de areia no deserto do Sinai. Não é à toa que o filme que deu vida a Moisés para milhões, Os Dez Mandamentos , tornou-se o trabalho de maior sucesso de Cecile B. DeMille. 

Se esta espiada na vida de Moisés despertou seu interesse, você pode ler todos os detalhes gloriosos nos livros do Antigo Testamento de Êxodo, Números e Deuteronômio.

Autor Lori Hatcher.

Botão Voltar ao topo