3 Vitórias do Cristão Dizimista e Ofertante na Obra de Deus

Muitos cristãos, principalmente os novos convertidos têm dúvidas quanto as obrigações e os benefícios de ser dizimista e ofertante na igreja. Entendo essas dúvidas, até porque, são tantas pessoas falando mal das contribuições, que acabam desmotivando os outros.

Entre as muitas bênçãos de ser um dizimista e ofertante, podemos destacar nesse estudo 3 vitórias do cristão contribuinte.

As 3 Vitórias do Cristão Dizimista e Ofertante são:

1. Vitória sobre a avareza

Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. (Efésios 5:5).

Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria (Colossenses 3:5).

Segundo o Dicionário online Dicio, avareza significa “apego extremo ao dinheiro”.

Estamos conscientes de que entre as forças que atuam contra o poder da Palavra na alma humana está a sedução da riqueza. São os “espinhos” que sufocam a Palavra, fazendo-a infrutífera. Em Lucas 16:8-16, Jesus fala da avareza.

Acautelemo-nos, para que o nosso cuidado com a Palavra de Deus não seja devido à avareza.

2. Vitória sobre o materialismo

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. (1 Coríntios 2:14-15).

O dízimo é um assunto espiritual pelo fato de exigir fé de quem o entrega. Por isso o homem natural não o entende, pois está longe de sua percepção. O exemplo clássico de materialismo na Bíblia nos é dado pelo jovem rico.

3. Vitória sobre o egoísmo

Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé. (Gálatas 6:10).

Egoísmo é o amor excessivo aos bens, sem consideração aos interesses alheios. Segundo o que aprendemos dos ensinamentos de Jesus, nenhuma ação cristã deve estar voltada para nós mesmos.

Não há serviço cristão do eu. Servir significa sair de si mesmo, estar livre da ansiedade acerca de si
próprio, a fim de estar disponível para os outros.

Na verdade, são loucos aqueles que perdem as oportunidades que Deus lhes concede de ajuntar tesouros no Céu.

Essas são, portanto, as 3 Vitórias do Cristão Dizimista e Ofertante na Obra de Deus:

  1. Vitória sobre a avareza;
  2. Vitória sobre o materialismo;
  3. E, Vitória sobre o egoísmo.

Referências: Dizimista, eu – Paulo Cesar Lima.

Botão Voltar ao topo