8 fatos interessantes sobre o nascimento de Jesus

Muitos de nós provavelmente já ouviram a história do nascimento de Jesus. Mas, como sempre acontece com as Escrituras, você pode descobrir algo novo a cada leitura. 

Vamos mergulhar em alguns fatos interessantes sobre o nascimento de Jesus que você pode não ter conhecido antes.

Qual é a história do nascimento de Jesus?

Podemos encontrar a história do nascimento de Jesus em Mateus e Lucas. Maria, uma jovem virgem, recebe a notícia de que dará à luz o Messias do mundo pelo poder do Espírito Santo. 

Ela e seu marido, José, viajam para Belém para se registrar no censo do imperador romano. Quando eles chegam, eles encontram a cidade lotada até a borda. Um estalajadeiro estressado oferece a eles um lugar em uma caverna para passar a noite, já que eles não têm espaço na pousada. Lá, Maria dá à luz a Jesus

Pastores locais (depois de receberem as alegres novas dos anjos) testemunham este humilde nascimento. E anos depois, sábios do Oriente chegam com presentes para a criança. Esta criança, três décadas depois, salvaria o mundo inteiro através de sua morte e ressurreição.

Você provavelmente está familiarizado com esses detalhes da história. Aqui estão alguns fatos sobre o nascimento de Jesus que você pode não ter ouvido antes. 

8 fatos interessantes sobre o nascimento de Jesus: 

1. Jesus Nasceu na Mesma Aldeia do Rei Davi

“Ele reinará no trono de Davi e sobre o seu reino, estabelecendo-o e sustentando-o com justiça e retidão desde então e para sempre” Isaías. 9:7. 

Um dos discípulos de Jesus perguntou se algo de bom pode vir de Nazaré, mas sabemos pela história do nascimento de Jesus que pelo menos Belém era uma cidade popular. Daí por que os pais de Jesus não puderam encontrar lugar na Pousada durante a época do censo.

Mas Jesus não apenas descende diretamente da linhagem de Davi, mas também nasceu lá. Isso não apenas cumpre a profecia do Antigo Testamento, mas o simbolismo do rei celestial nascendo no mesmo lugar que o rei segundo o coração de Deus certamente também tem seu significado.

2. O nascimento de Jesus arruinou a reputação de José

Mateus 13:55: “Não é este o filho do carpinteiro? O nome de sua mãe não é Maria, e não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?”

Nós realmente não temos nenhuma pista do que aconteceu com José após o nascimento de Jesus. Ele não parece estar na foto durante o ministério de Jesus, então podemos supor que ele faleceu em algum momento entre a adolescência de Jesus e os 30 anos de Jesus. Mas sabemos que se José não escolhesse se casar (pelo que as pessoas teriam percebido como adultério), ele ganharia uma má reputação entre seus parentes.

A passagem acima sugere, de uma forma um tanto depreciativa, que José havia jogado fora sua reputação quando continuou seu casamento com Maria depois que descobriu sua gravidez. Eles nem se referem a ele pelo nome.

3. O nascimento de Jesus veio depois de 400 anos de silêncio de Deus

Quer saber o que Deus fez depois do tempo dos profetas do Antigo Testamento? Nós também! Deus permanece em silêncio por 400 anos até o nascimento de Jesus. Durante este período de 400 anos, várias nações ultrapassaram Israel. Israel se rebela com sucesso contra alguns (ou seja, a revolta dos Macabeus), mas quando Jesus chega, os romanos já ocuparam Israel.

Semelhante aos seus 400 anos no Egito, os israelitas queriam um Salvador. Não é à toa que clamaram para que Jesus derrubasse Roma, assim como o Mar Vermelho derrubou os egípcios.

4. José poderia ter matado Maria por adultério

Nos círculos cristãos agora, se ocorrer adultério, o mais provável é que o casal se divorcie. Mas, de acordo com as práticas do Antigo Testamento (Levítico 20:10), se alguém cometesse adultério, isso poderia matá-lo.

José, quando descobre a gravidez de Maria, decide tentar divorciar-se dela discretamente em vez de sentenciá-la à morte. Felizmente, um anjo aparece para ele e explica a verdadeira identidade de Jesus. 

Como testemunhamos nas seções acima, José prossegue com seu casamento com Maria, não importa o quanto isso manche sua reputação. 

5. Jesus provavelmente não nasceu em dezembro

“Então por que celebramos o Natal em dezembro?” Podemos agradecer ao imperador Constantino por isso no século IV. Muitas vezes os cristãos celebravam feriados durante os mesmos períodos dos festivais pagãos para uma alternativa saudável. Neste caso, o Natal ocorreu durante o solstício de inverno.

Embora o Natal tenha sido celebrado em 25 de dezembro por quase 1.700 anos, Jesus não nasceu realmente em dezembro. Na verdade, ele não nasceu no inverno! No ano de 336 d.C., o imperador Constantino estabeleceu o Natal no solstício de inverno, que é 25 de dezembro. 

No entanto, Jesus provavelmente teve um nascimento na primavera, graças à menção em Lucas 2 de pastores residindo em seus campos. Durante a primavera, as ovelhas davam à luz cordeiros, por isso também ficavam fora à noite, caso ocorresse um parto noturno.

Mas não podemos dizer com certeza exatamente quando aconteceu o nascimento de Jesus, pois os pastores ficavam nos campos o ano todo.

6. A Narrativa Intencionalmente Faz um Contraste entre Jesus e João Batista

A Bíblia intencionalmente combina as histórias de João Batista e do nascimento de Jesus. O nascimento de João Batista foi nada menos que um milagre. Aparições de anjos e o fato de Isabel ter passado há muito tempo seus anos férteis atestam isso.

Mas esta história parece ser um ato de aquecimento para o nascimento de Jesus. Sua mãe, uma virgem, deu à luz a Jesus pelo poder do Espírito Santo. O momento, o local de nascimento em conjunto com as profecias do Antigo Testamento, centenas de profecias cumpridas… isso não poderia ter acontecido remotamente se não fosse pelo poder de Deus.

7. Os Sábios Não Estavam Lá

Muitos de vocês podem ter ouvido que os magos não apareceram durante a noite do nascimento de Jesus, não importa o que os presépios tentem dizer a vocês. 

Na verdade, eles levaram cerca de dois anos para fazer a viagem de sua terra natal à Judéia, quando se aproximaram de Herodes. Isso significa que eles não viram Jesus até que ele atingiu a idade de dois anos. Daí porque Herodes tenta matar crianças nessa idade.

8. Uma manjedoura é um cocho de alimentação

Esqueça os adereços de madeira que você viu nos concursos de Natal. A manjedoura foi usada como estação de alimentação para os animais da caverna. De acordo com Crosswalk, “naquela parte do mundo os animais eram mantidos em cavernas, e os comedouros eram feitos de pedra, então Jesus provavelmente nasceu em uma caverna ao redor de Belém em algum lugar e foi colocado em um cocho de pedra”.

O nascimento de Jesus é nada menos que um milagre, e embora muitos de nós já tenhamos ouvido a história muitas vezes, podemos aprender algo novo a cada vez.


Autora Hope Bolinger, adaptado por Biblioteca do Pregador.

Veja também:

Quem foi Maria, mãe de Jesus na Bíblia? História e lições da jovem agraciada

Qual era a idade de Maria quando teve Jesus?

5 razões pelas quais Jesus escolheu Maria e nos escolheu

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo