Bençãos secretas nas tempestades da vida

Esboço de pregação expositiva em Mateus 14:22-33 com o tema: “Bençãos secretas nas tempestades da vida”.

Tema: Bençãos secretas nas tempestades da vida

Texto desta pregação: Mateus 14:22-33

24 E o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário; 25 Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar.

Introdução:

Neste trecho das Sagradas Escrituras, deparamo-nos com os discípulos do Senhor enfrentando uma tempestade implacável. Eles se encontram nessa tormenta por obedecerem à ordem do Senhor de atravessar o Mar da Galileia (v. 22). Embora sejam de vontade divina, esses homens lutam contra as forças da tempestade. Por mais que se esforcem, parece difícil. O vento está contra eles (v. 24). Doze homens, no meio duma tempestade, aparentemente sem saída.

Você já experimentou isso? Já se viu lutando em meio uma tempestade da vida? Todos nós enfrentamos momentos assim. Pode parecer que uma tempestade nunca vai acabar.

Contudo, há boas notícias da Palavra de Deus para nós nesta noite. Embora as tempestades da vida não sejam agradáveis, elas geram benefícios em nossas vidas, conforme destaca Hebreus 12:11: “Nenhuma correção no momento parece ser motivo de alegria, mas sim de tristeza; contudo, depois produz o fruto pacífico da justiça para aqueles que são exercidos por ela.”

Convido você a se unir aos discípulos nesta noite em sua tempestade. Quero nesta pregação, demonstrar que as tempestades da vida esconderam conquistas valiosas para os filhos de Deus.

Não sei que tipo de tempestade você enfrenta hoje, mas creio que o Senhor tem um propósito para ela em sua vida. Talvez esse propósito fique claro esta noite, enquanto eu prego sobre “Bençãos secretas nas tempestades da vida”.

Em primeiro lugar…

I. TEMPESTADES COMO MEIOS PARA DEUS SE MANIFESTAR (V. 25)

As apreensões dos discípulos evoluíram-se o meio escolhido por Deus. O mar foi o veículo utilizado pelo Senhor para se manifestar a eles. Da mesma forma, Ele opera em nossas vidas. Vamos examinar como Jesus foi até eles naquela noite.

A. Ele se manifesta na escuridão

A Bíblia relata que Jesus veio até eles na “quarta vigília”, entre 3h e 6h, nas horas mais escuras da noite, transitou sobre as águas!

Talvez você esteja passando por um período de escuridão esta noite, se pergunta onde está Jesus. Pode ser que você esteja passando por dias sombrios.

Permita-me lembrar-lhe de que nosso Deus está sempre presente, conforme Hebreus 13:5 que diz “…Não te deixarei, nem te desampararei.”

Mesmo nas horas mais tenebrosas da vida, Deus continua sendo Deus e mantém o controle sobre sua vida, como afirmado em 1 Reis 8:12: “Então Salomão disse: O Senhor disse que habitaria nas trevas.”

E também nos Salmos 139 :11-12: “Se eu disser: Certamente as trevas me encobrirão, e a luz ao redor de mim se tornará noite, até as trevas não são escuras para ti; a noite brilha como o dia, pois as trevas são como luz para ti.”

Mesmo nas horas mais sombrias, você não está oculto da presença de Deus. Ele está lá, mesmo quando não O vê.

B. Ele se manifesta na tempestade

Os discípulos lutaram pela vida. Marcos 6:48 relata que eles estavam “fatigavam a remar”. Em outras palavras, estavam lutando contra a tempestade. Esses homens provavelmente estavam temendo por suas vidas. Quando estava à beira da desesperança, sentindo-se perdidos, Jesus veio andando sobre as ondas!

Em nossas vidas, há momentos em que sentimos que estamos perdendo a batalha contra nossas próprias tempestades. No entanto, lembre-se de que, assim como o Senhor está no controle de suas vitórias, Ele também governa sobre suas tempestades.

Quando tudo parece sombrio, olhe para Jesus, que está prestes a se revelar! Ele pode não impedir que você entre na tempestade, mas Ele promete protegê-lo no meio dela! Pense nos exemplos de fé como os três jovens jogados na fornalha.

Deus não os impediu de enfrentar a “tempestade”, mas Ele os salvou no meio dela. Se Ele fez por eles, então creia que Ele fará por você!

C. Ele se manifesta no limite

Aquilo que os discípulos temiam, o mar revolto, foi exatamente o veículo que Deus usou para alcançá-los. Que testemunho notável! Ele não estava minimizando a intensidade da tempestade; Ele estava declarando que Sua grandeza superava a fúria da tempestade!

Esta continua sendo Sua mensagem para você hoje! Não importa o desafio que você enfrentou na vida, lembre-se de que Jesus é superior à tempestade que possa estar assolando sua existência.

Se você for paciente e esperar, Ele aparecerá no momento certo nesta tempestade. Você perceberá que foi um instrumento nas mãos do Senhor para revelar-Se a você. Aquilo que você teme tornar-se-á o veículo por meio do qual Ele se manifestará em sua vida!

Por exemplo, o Apóstolo Paulo – 2 Coríntios 12:1-10. Deus utilizou uma tempestade na vida de Paulo, representada pelo “espinho na carne”, para se manifestar na existência dele.

A mensagem é esta: Não tema as tempestades da vida! Elas foram orquestradas pelo Senhor como um meio de atraí-Lo para mais perto. Ele as planejou e estão projetadas para o seu bem. Pois, assim diz em Romanos 8:28:

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

Em segundo lugar…

II. TEMPESTADES COMO MEIOS DE PROVAÇÃO DE DEUS (V. 25-31)

A. Elas Revelam o Salvador (V. 25-27)

Quando Jesus caminhou sobre as águas, os discípulos não o reconheceram de imediato. Eles pensaram que era um fantasma, gritaram de medo, mas graças a Deus, Jesus veio com uma mensagem de paz e poder. Ele lhes disse palavras de paz: “Tenham bom ânimo”, palavras poderosas: “Sou eu”, e palavras encorajadoras: “Não tenham medo”.

As tempestades da vida têm o potencial de nos revelar o Salvador de maneiras que talvez nunca tivéssemos conhecido antes. Quando Ele vem até nós, andando sobre nossa tempestade, Ele dá a mesma mensagem de esperança que deu aos discípulos naquela noite tempestuosa.

1. Mensagem de Paz – É notável que mesmo enfrentando a, Ele disse para terem bom ânimo. Pelo Seu poder, o Filho de Deus pode nos conceder paz em meio às nossas tempestades. Esta é a paz mencionada em Filipenses 4:6-7.

2. Mensagem de Poder – Ao aparecer, Jesus declarou sua identidade enfaticamente: “Sou eu“. Isso ecoa Suas outras declarações, como “Eu sou a porta“, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida“, “Eu sou o pão da vida“, “Eu sou o bom pastor“. Essa afirmação significa: “Animo-me, Deus está presente!” Compreendendo que Jesus é o grande “EU SOU” e que detém todo o poder no Céu e na terra (Mateus 28:18), podemos encontrar paz nas tribulações.

3. Mensagem de Encorajamento – Jesus também deu uma ordem aos discípulos: “Não tenham medo“. Literalmente, Ele disse: “Parem de ter medo.” Se conseguirmos compreender que Jesus controla todas as áreas de nossas vidas, que Ele é Deus e possui todo o poder, então podemos confiar nele completamente durante as tempestades da vida.

As tempestades da vida são benção porque revelaram o Salvador de uma maneira totalmente nova.

B. Elas nos moldam (V. 28-29)

Ao ouvir que era o Senhor, Pedro expressou o desejo de ir a Jesus caminhando sobre as águas. Jesus simplesmente disse a Pedro para vir, e Pedro obedeceu, caminhou sobre as águas. Jesus usou uma tempestade como meio para fortalecer a fé de Pedro.

Quando as tempestades da vida rugem ao nosso redor, se pudermos nos apegar à verdade de que Jesus é o Mestre da Tempestade, podemos superar nossas circunstâncias e caminhar sobre as ondas com o Senhor.

É verdade que a caminhada de Pedro não durou muito, pois, num momento quando ele tirou os olhos do Senhor, começou a afundar. No entanto, Pedro tinha uma história que nenhum dos outros discípulos tinha! Pedro era o único que poderia dizer: “Eu andei sobre as águas no meio da tempestade!

Deus usa os dias difíceis para nos ensinar mais sobre Ele e nos ajudar a crescer. As tempestades nos moldam à Sua semelhança. Havia 12 homens naquele barco, mas apenas um poderia dizer que caminhou sobre as águas como Jesus.

C. Elas nos lembram quem está no controle (V. 30-31)

Pedro almejava andar sobre as águas como Jesus. Ele testou o Senhor, andando sobre as ondas. Contudo, ao tirar os olhos do Senhor, encontrei dificuldades. No entanto, ao lembrar-se de quem estava no controle, invocou o Senhor e encontrou a ajuda necessária.

As tempestades da vida também servem para nos lembrar de Quem está no controle. Assim como Pedro, há momentos em que desviamos o olhar do Senhor durante as tempestades, o que nos leva ao fracasso.

Precisamos lembrar quem está no controle de tudo. Quando passarmos pelas águas turbulentas da vida, não devemos isso às nossas habilidades, mas sim a Alguém que é maior do que nós e que segura nossa mão! Nosso sucesso nas tempestades da vida depende de reconhecermos Jesus como o Mestre da tempestade.

Em terceiro lugar…

III. TEMPESTADES COMO MEIOS DE DEUS SE REVELAR (V. 32-33)

A. Elas revelam o Seu Poder

Jesus acalmou uma tempestade! Sem pronunciar palavra, Ele simplesmente entrou no barco com os discípulos, e o mar se acalmou.

Assim como Jesus acalmou uma tempestade naquela noite, Ele pode fazer o mesmo em sua vida! A tempestade pode até se levantar furiosamente, mas, Ele faz cessar os ventos.

A mensagem é clara: Ele está no controle das tempestades da vida. Não eu, não você. Jesus é o Mestre do Mar e o Mestre da Tempestade também.

B. Elas revelam Sua Pessoa

Quando Jesus acalmou a tempestade, os discípulos reconheceram a presença divina. Eles confessaram e se prostraram diante de Jesus. Seu poder nas tempestades e sobre as tempestades da vida testifica de Sua pessoa. Elas nos dizem que Ele é Deus e que está no controle de todos os assuntos da vida. 

Quando as tempestades chegam, elas nos conduzem ao lugar onde os discípulos estavam no final: de joelhos em adoração diante Dele.

Um segredo para enfrentar a tempestade com mais tranquilidade: não espere que ela passe para se prostrar diante de Jesus. Curve-se agora, enquanto as ondas começam a ameaçar seu barco. Curve-se agora, enquanto os ventos ainda começam ir contra você.

Não espere espere apenas dias de bonança para se humilhar diante do Senhor. Nada expressa mais fé no Senhor do que estar disposto a aceitar Sua vontade e amá-Lo, mesmo quando as coisas parecem piores. Curve-se diante dEle o honrando como Senhor!

Conclusão deste sermão: Bençãos nas tempestades:

Às vezes é difícil ver as bênçãos nas tempestades, não é verdade? Às vezes, é difícil visualizar o Senhor trazendo algo bom para a situação que você está enfrentando.

Não conheço a tempestade que assola sua vida hoje, mas conheço Aquele que ainda caminha sobre as ondas.

Creio que, ao apresentar suas necessidades a Ele, Ele ouvirá e fará algo hoje. Quem sabe, Ele possa “vir caminhando sobre as águas” em sua direção.

Então, após ouvir este sermão, entregue-se de coração à vontade de Deus e permita Ele levar você para uma dimensão espiritual bem maior. Amém!

Se gostou deste esboço, então veja mais pregações aqui.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo