Por que “Fé, Esperança e Amor” são tão importantes e durarão para sempre

Em 1 Coríntios, Paulo descreve vários dons espirituais e maneiras pelas quais podemos demonstrar uma vida piedosa no mundo. Ele fala no dom de línguas, profecia e fé que pode mover montanhas. No entanto, de alguma forma, ele passa de todas essas coisas para apenas uma: Amor. Em 1 Coríntios 13:13 ele diz: “Três coisas durarão para sempre: fé, esperança e amor – e a maior delas é o amor”. 

Eu me peguei pulando esse versículo com um pensamento de “Sim, entendo isso. Já ouvi e li tantas vezes que esqueço a sua aplicação e poder. Para que serve isso? Por que são essas coisas – fé, esperança, amor – que duram para sempre? 

O maior poder de nossas vidas está contido neste versículo. Nós apenas temos a tarefa de desdobrar o propósito por trás dele para nos conectarmos a ele.

O propósito da fé

A fé é uma das primeiras coisas que aprendemos como cristãos. Muitas vezes começa com a citação de Jesus em Lucas 17:6, onde Ele diz:

Se você tivesse fé mesmo tão pequena quanto uma semente de mostarda, você poderia dizer a esta amoreira: Que você seja arrancada e lançada ao mar. e ela te obedeceria!” 

Hebreus 11:1 dá esta definição clara de fé:

Fé é a confiança de que aquilo que esperamos realmente acontecerá; nos dá segurança sobre coisas que não podemos ver.”

Mas o propósito da fé não é influenciar meu próprio conforto. O propósito da fé é nos levar a conhecer o coração de Deus e então confiar em Seus caminhos para nos guiar. 

É um exercício prático que nos lembra do nosso lugar na videira. Nós somos os ramos, e nada podemos fazer à parte da videira (Jo 15:5). 

Hebreus 11:1 é uma ótima definição de fé, mas acredito que Hebreus 11:6 nos dá a aplicação: “Pois chegamos a Deus com fé, sabendo que Ele é real e que recompensa a fé daqueles que O buscam apaixonadamente”. 

O propósito da esperança

A esperança é definida pelo Google como “um sentimento de expectativa e desejo de que uma determinada coisa aconteça”. 

Além disso, também pode ser definido como “um sentimento de confiança”. 

Assim, a fé é a crença de que há algo melhor para buscar, enquanto a esperança é a expectativa, ou a certeza, de que existe. A esperança é o combustível que mantém a fé viva em nossa busca para encontrar o amor.

A forma como a fé, que é a busca do Senhor, se conecta com a esperança, que é a expectativa de encontrá-lo, é através da sabedoria. Provérbios 24:14 diz:

Da mesma forma, a sabedoria é doce para a sua alma. Se você encontrá-lo, terá um futuro brilhante e suas esperanças não serão interrompidas.” 

Jesus é o nosso modelo de busca constante de sabedoria. Muitas vezes, em nosso desenvolvimento espiritual, chegamos a um ponto de complacência onde somos bons com o que temos. 

É uma grande coisa ser grato, mas há mais para sua vida quando você busca continuamente a sabedoria. Em cada nível, devemos estar nos graduando, nos movendo e crescendo, constantemente acrescentando ao que entendemos. É isso que mantém a esperança viva. 

À medida que buscamos mais, aprendemos mais e acumulamos confiança em quem somos na videira. 

Em Lucas 2:52 obtemos uma imagem sutil, porém poderosa, do caráter de Jesus que revela o fundamento de sua influência e confiança. Diz:

Jesus crescia em sabedoria e estatura, e em graça diante de Deus e dos homens”. 

Jesus é nosso líder e devemos seguir sua liderança buscando constantemente sabedoria e relacionamento com os outros.

O propósito do amor

Paulo deixa bem claro em 1 Coríntios 13:13 que o maior de todos os dons espirituais é o amor. Com base nisso, sabemos que o amor é o resultado que vemos da nossa fé e da nossa esperança. O amor é o objetivo. Como é maravilhoso entender o objetivo! 

Quando você inicia um novo jogo, o maior obstáculo geralmente é obter uma compreensão mais do que as limitações físicas. Se você entende o objetivo, pode usar o que tem para chegar lá.

O propósito do amor é evidente em 1 João 4:7-8 que é a imagem mais clara de Deus que temos. Afirma: “Queridos amigos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus. Todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. Continua dizendo no versículo 19 que “nós amamos porque Deus nos amou primeiro”. 

Assim, o propósito do amor é duplo. Primeiro, é a revelação da identidade. Ela nos diz quem é Deus e quem somos em Deus.

Segundo, é o próprio poder que nos permite fazer a obra de Jesus e obras ainda maiores como Jesus descreveu em João 14:12. Ele diz:

Quem crê em mim também fará as obras que eu tenho feito, e ainda maiores, porque eu vou estar com o Pai”. 

O amor tem o poder de nos ajudar a acreditar novamente e restaurar a esperança nos outros. É o motor que impulsiona nossas vidas espirituais.

Fé, esperança e amor: o ciclo perpétuo da vida

Se fé, esperança e amor são as coisas que duram para sempre, fica claro que essas são as coisas que devemos buscar em nossas vidas. 

Alguns podem se sentir preocupados com o pensamento de saber qual é o objetivo final, que talvez não haja sentido na vida se não houver mais nada para descobrir. Mas há vida nessas coisas que nunca vai acabar!

No início, nascemos sem outro entendimento além da fé. Como bebês, naturalmente buscamos cuidados e nutrição. Procuramos com confiança alguém que nos dê os cuidados de que precisamos. À medida que crescemos, ficamos marcados por experiências que tiram nossa fé e esperança e, por sua vez, esquecemos nosso instinto natural de amar.

Encontrar fé, esperança e amor por nós mesmos não marca o fim de nada. Pode marcar o início para outra pessoa. 

Se você já esteve “no fundo do poço”, conhece o poder de alguém mostrando bondade ou acreditando em você. 

Quando lhe é mostrado amor, você acende uma nova crença do que poderia ser. Então você fica esperançoso de que ainda há coisas boas neste mundo. Então você se ama. E então você compartilha amor com os outros e acende esse ciclo repetidamente. 

Este é o nosso começo, nosso novo começo, e nosso para sempre, tanto para nós quanto para nossos semelhantes.

Oração pela fé, esperança e amor

Podemos começar com esta oração de 2 Coríntios 1:3-4: 

“Todo louvor a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Deus é nosso Pai misericordioso e a fonte de todo conforto. Ele nos conforta em todos os nossos problemas para que possamos confortar os outros. Quando eles estiverem perturbados, seremos capazes de dar-lhes o mesmo conforto que Deus nos deu”.

Deus, obrigado por me amar. Obrigado por iniciar meu ciclo de vida e me dar a sabedoria necessária para caminhar contigo. Rogo para que eu esteja continuamente interessado em sabedoria, de modo que minha esperança não possa ser cortada. Eu oro para que, enquanto estiver cheio, procure maneiras de realizar seu trabalho para ajudar alguém em necessidade. Em nome de Jesus, Amém!

Botão Voltar ao topo