Irei para o inferno se me Divorciar?

Embora muitos círculos da cultura cristã igualem ir para o inferno com o divórcio, isso não é bíblico. O divórcio não vai mandar ninguém para o inferno, assim como nenhum pecado vai mandar uma pessoa para o inferno.

Na verdade, existem muitas visões incorretas quando se trata do inferno. Muitos de nós acreditamos que devemos nos abster de certas práticas para evitar ir para o inferno. 

O conceito de inferno

O único pecado que levará uma pessoa para o inferno é se ela nunca aceitar Jesus como seu Salvador e Senhor. Jesus é o único caminho para a salvação, pois Ele nos diz:

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14:6)

Como o Senhor nos diz, Ele é o único caminho para a salvação e para a vida eterna. O Senhor veio para morrer por nossos pecados e restaurar nosso relacionamento com o Pai. Se escolhermos não aceitá-lo, iremos para o inferno quando morrermos.

O apóstolo Paulo nos diz:

“Se você declarar com a sua boca: ‘Jesus é o Senhor’, e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, você será salvo. Pois é com o coração que você crê e é justificado, e é com a boca que você professa a sua fé e é salvo. Como diz a Escritura: ‘Todo aquele que nele crê jamais será confundido’” (Romanos 10:9-11)

Como Paulo nos diz, quando cremos em Jesus, somos justificados e salvos. Em vez de o Pai ver o pecado quando olha para nós, Ele vê Seu Filho perfeito. Só somos justificados por meio de Jesus Cristo, e só podemos ser perdoados de nossos pecados colocando nossa fé Nele.

Com isso dito, nenhum pecado pode nos enviar para o inferno porque o céu e o inferno não são uma questão de “atos justos” ou “boas ações”. Em vez disso, todos decidem seu próprio destino, dependendo se colocaram ou não fé em Jesus durante sua vida.

Se colocarmos nossa fé em Jesus crendo que Ele morreu por nossos pecados, foi sepultado e ressuscitou, iremos para o céu quando morrermos.

No entanto, se escolhermos não colocar fé em Jesus durante nossa vida terrena, iremos para o inferno quando morrermos. 

Em última análise, a decisão está em nossas próprias mãos.

Então colocaremos nossa fé em Jesus ou viveremos na descrença?

Descrença e rejeição em Jesus, é o único pecado que nos enviará para o inferno porque nos recusamos a colocar fé em Jesus. Qualquer pecado, como mentir, cobiçar ou se divorciar, não fará com que uma pessoa vá para o inferno.

Da mesma forma, nenhuma “boa ação”, como ajudar os pobres, pagar o dízimo ou ser gentil com os outros fará com que uma pessoa vá para o céu quando falecer. Quando morremos, nossa vida após a morte depende de termos ou não fé em Jesus.

Se escolhermos crer em Jesus e aceitá-lo como nosso Salvador e Senhor, seremos perdoados de nossos pecados, teremos um relacionamento reparado com Deus e receberemos a vida eterna no céu.

Divórcio

Mesmo que o divórcio não leve alguém para o inferno, Deus deixa claro que Ele odeia o divórcio. 

A Bíblia nos diz:

“’O homem que odeia e se divorcia de sua mulher’, diz o Senhor, o Deus de Israel, ‘faz violência a quem ele deveria proteger’, diz o Senhor Todo-Poderoso. Portanto, fiquem atentos e não sejam infiéis.” (Malaquias 2:16)

Como diz o Senhor, o homem que se divorcia de sua esposa violenta sua esposa. Da mesma forma, Jesus nos diz:

“Mas eu vos digo que qualquer que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz dela vítima de adultério; e quem se casar com uma mulher divorciada também comete adultério.” (Mateus 5:32)

Jesus nos diz nesta passagem da Escritura que qualquer um que se divorciar de sua esposa ou marido por qualquer motivo, além da imoralidade sexual, está cometendo um pecado.

Desde o princípio, Deus criou o casamento e o abençoou. 

“Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”. (Gênesis 2:24)

Mais tarde na Bíblia, Jesus nos diz diretamente:

“Assim, eles não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe” (Mateus 19:6). 

Isso significa que Deus não quer que casais se divorciem.

Quando um homem e uma mulher se casam, é um convênio sagrado perante Deus. O propósito do casamento é espelhar o relacionamento entre Cristo e a igreja. Assim como Cristo cuida da igreja, o marido precisa cuidar da esposa (Efésios 5:25-28).

Paulo nos conta uma verdade profunda nesta passagem de Efésios 5:25-28. 

Os maridos devem cuidar de suas esposas e amá-las como a seus próprios corpos. As esposas também precisam respeitar seus maridos e amá-los (Efésios 5:22-24).

Em um relacionamento matrimonial, o marido e a esposa precisam refletir Cristo por meio de sua união. O casamento não é simplesmente uma questão de conveniência, mas sim de verdadeira dedicação genuína um ao outro. 

Casar é uma decisão importante

Uma vez que um homem e uma mulher se casam, eles são totalmente devotados um ao outro e totalmente devotados a Cristo. Se o casal decidir se divorciar, isso só pode acontecer se o homem ou a mulher cometerem imoralidade sexual por serem infiéis ao seu cônjuge. O abuso conjugal também se enquadra nisso.

Divórcio por qualquer outro motivo não é bíblico. Visto que o relacionamento de Cristo com a igreja é eterno, o relacionamento de um homem e uma mulher casados ​​deve durar por toda a vida. O casal deve ser capaz de superar suas dificuldades e problemas sem que isso resulte em divórcio.

O que isto significa?

Assim, uma pessoa não perderá sua salvação caso se divorcie. Se uma pessoa se divorciar por qualquer motivo que não seja imoralidade ou abuso sexual, isso é pecado; no entanto, esse pecado não fará com que uma pessoa vá para o inferno quando morrer. Deus odeia o divórcio, mas uma pessoa não vai para o inferno por se divorciar durante sua vida.

Em vez disso, a única razão pela qual uma pessoa iria para o inferno é porque ela falhou em não colocar sua fé em Jesus. 

Se você ainda não colocou fé em Jesus, pode fazê-lo hoje, crendo que Ele morreu por seus pecados, foi sepultado e ressuscitou (1 Coríntios 15:1-4; João 3:16-17).

Uma vez que você colocou sua fé em Jesus, você foi perdoado de seus pecados e irá para o céu quando morrer, para estar com o Senhor para sempre.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!